Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 08 > Troca da bandeira celebra o civismo na Praça dos Três Poderes

Notícia

Troca da bandeira celebra o civismo na Praça dos Três Poderes

Ato cívico

O tema da cerimônia foi a segurança do Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.
por Portal Planalto publicado: 07/08/2016 15h08 última modificação: 07/08/2016 15h08
Exibir carrossel de imagens Foto: Marcos Corrêa/PR Entre as várias tropas presentes, estavam o Batalhão da Guarda Presidencial e o 1º Regimento de Cavalaria de Guardas.

Entre as várias tropas presentes, estavam o Batalhão da Guarda Presidencial e o 1º Regimento de Cavalaria de Guardas.

O Exército Brasileiro promoveu, neste domingo (7), solenidade de substituição da bandeira nacional, na Praça dos Três Poderes. A cerimônia, que durou pouco mais de 40 minutos, teve grande presença do público, além de autoridades das Forças Armadas e diplomatas. O tema do evento foi a segurança do Jogos Olímpicos e Paralímpicos Rio 2016.

Para o comandante militar do Planalto, general César Leite Justo, a troca, que ocorre no primeiro domingo de cada mês, mantém acesa a chama de civismo e incentiva o culto aos símbolos nacionais.

“É importante cultuar os símbolos nacionais porque esse culto é a essência do Estado e da nação brasileira. Nós temos que ter essa referência. Espero que a população enxergue isso como uma referência de valores, um respeito aos nosso símbolos nacionais e precisamos ter isso entranhado em nossos corações”, disse o general ao Portal Planalto.

O brasiliense Roberto Rodrigues Peixoto trouxe sua família para assistir à cerimônia porque, para ele, a troca da bandeira significa um incentivo ao patriotismo. “Acredito que é importante sempre preservar essa cultura de prestigiar os símbolos nacionais porque hoje as crianças não têm muita noção do que cada coisa representa. Temos que trazer as crianças e nossas famílias nesses eventos”.

Estavam presentes na solenidade cerca de 200 alunos de escolas públicas do Distrito Federal. As crianças são participantes do Programa Forças no Esporte (Profesp), parceria dos ministérios da Defesa e dos Esportes, além das Forças Armadas.

A coordenadora da Escola 01 do Paranoá (DF), Marisa Costa Silva, acompanhou um grupo de crianças no evento e disse que a experiência foi grandiosa. “Eles se sentem valorizados por estarem participando porque a maioria não tem acesso. Foi a primeira vez que a gente participou. Eles vieram bastante empolgados. Os pais entendem a importância do projeto e costumam participar com muita boa vontade e disponibilidade”, disse a professora.

A cerimônia contou com a presença de tropas do Batalhão da Guarda Presidencial e do 1º Regimento de Cavalaria de Guardas, ambos com seus respectivos uniformes históricos, e da tropa de choque do Batalhão de Polícia do Exército de Brasília. A Banda Marcial do Exército, criada neste ano, encerrou o evento.

Bandeira Nacional

A Bandeira Nacional está permanentemente hasteada a 100 metros do chão. Medindo 286 m2, está presa a um mastro especial formado por 24 hastes metálicas, construído como símbolo de diálogo e de convergência de todas as unidades da Federação e dos três poderes da República.

Na base do mastro está escrito: “Sob a guarda do povo brasileiro, nesta Praça dos Três Poderes, a Bandeira, sempre no alto – visão permanente da Pátria”.