Notícia

Segurança pública

Temer declara luto oficial pela morte de policial baleado no Rio

publicado: 12/08/2016 09h38, última modificação: 26/02/2018 12h11
Hélio Vieira Andrade, da PM de Roraima, morreu nesta quinta-feira (11), após ser baleado na cabeça durante operação da Força Nacional

O presidente da República em exercício, Michel Temer, declarou luto oficial de um dia pela morte do soldado Hélio Vieira Andrade, da Polícia Militar do Estado de Roraima. O policial morreu nesta quinta-feira (11), após ser baleado na cabeça, na comunidade de Vila João, no Rio de Janeiro, durante operação da Força Nacional de Segurança Pública, nos Jogos Olímpicos Rio 2016. O decreto com o luto oficial foi publicado na edição de hoje (12) do Diário Oficial da União.

Em nota de pesar pela morte do policial, o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, afirma que Hélio Vieira “sofreu um ataque covarde” e “foi um verdadeiro herói do nosso País”. Ainda de acordo com a nota, “em consideração ao alto nível de excelência e a importância do trabalho desenvolvido por aqueles que se dedicam diuturnamente a garantir a segurança dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos Rio 2016 e a zelar pela manutenção da lei e da ordem no País”, o presidente em exercício decretou luto oficial.