Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 08 > Parlamentares do Amazonas pedem a Temer conclusão de obras no estado

Notícia

Parlamentares do Amazonas pedem a Temer conclusão de obras no estado

Articulação política

Em reunião com o presidente em exercício, os líderes do PSD no Senado, Omar Aziz (AM), e do Democratas na Câmara, Pauderney Avelino (AM), citam urgência em aprovar esses projetos
por Portal Planalto publicado: 16/08/2016 20h32 última modificação: 16/08/2016 20h37
Foto: Beto Barata/PR O presidente Temer se reuniu nesta terça-feira (16) com representantes do Amazonas no Congresso Nacional.

O presidente Temer se reuniu nesta terça-feira (16) com representantes do Amazonas no Congresso Nacional.

Representantes do Amazonas no Congresso Nacional, os líderes do PSD no Senado, Omar Aziz (AM), e do Democratas na Câmara, Pauderney Avelino (AM), discutiram nesta terça-feira (16) com o presidente em exercício, Michel Temer, demandas relacionadas ao desenvolvimento do estado.

No encontro, foram apresentadas questões antigas da população amazonense, que, conforme os parlamentares, não teriam sido resolvidas apesar da urgência na execução desses projetos. "Seja por promessas que não foram cumpridas no governo do PT, como os aeroportos nas cidades do interior do Amazonas, em cidades isoladas; e também a retomada das obras da BR-319", reforçou o líder do Democratas na Câmara, Pauderney Avelino (AM).

O parlamentar comentou que a rodovia liga as cidades de Manaus(AM) a Porto Velho (RO) é importante por "ligar o Amazonas ao restante do Brasil, o que seria uma via natural de escoamento da produção do polo industrial de Manaus", explicou o deputado.

Os líderes também discutiram outras questões relacionadas ao desenvolvimento do estado. Pauderney disse que sobre as demandas apresentadas, o presidente Michel Temer teria “tomado nota” e afirmou que daria “sequência a essas questões".

Conforme o líder do DEM no Senado, o presidente mencionou que já determinou à equipe econômica um estudo de obras inacabadas, que serão retomadas pela atual gestão. “São mais de mil obras de até 10 milhões de reais. A meu ver, é uma ação positiva que o governo do presidente Temer poderá tomar”, frisou Omar Aziz.