Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 08 > Obras no São Francisco levarão água de qualidade para 16,5 milhões de brasileiros

Notícia

Obras no São Francisco levarão água de qualidade para 16,5 milhões de brasileiros

Infraestrutura

Novo programa do governo, Novo Chico atenderá a 505 cidades que hoje utilizam o rio como sustento; estimativa é que 8,1% da população brasileira sejam beneficiados
por Portal Planalto publicado: 13/08/2016 12h16 última modificação: 17/08/2016 16h10
Beto Barata/PR Presidente em exercício Michel Temer durante cerimônia de lançamento do Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco

Presidente em exercício Michel Temer durante cerimônia de lançamento do Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do Rio São Francisco

Dentro do Programa de Revitalização da Bacia Hidrográfica do rio São Francisco (PRSF), lançado, na terça-feira (9), pelo presidente em exercício, Michel Temer, está prevista a retomada imediata de obras de sistemas de esgotamento sanitário e de abastecimento de água em 217 municípios. A meta do Plano Novo Chico é aumentar o volume e também a qualidade da água disponível no São Francisco, para atender a 505 cidades da bacia onde vivem 16,5 milhões de pessoas, totalizando 8,1% da população brasileira.

As obras serão feitas por um grupo interministerial, no qual fazem parte o Ministério das Cidades, a Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e Parnaíba (Codevasf), vinculada ao Ministério da Integração Nacional, e a Fundação Nacional de Saúde (Funasa), vinculada ao Ministério da Saúde. "Estamos envolvendo os setores público e privado, pequenos e grandes produtores rurais e os setores urbano e rural", explica o ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho.

Barbalho explica que as medidas de curto prazo serão executadas entre 2016 e 2019 e as de médio e longo prazo, até 2026, já que a revitalização é uma ação perene que precisa ser continuada para a garantia da oferta de água do rio. "Isso demonstra o compromisso com a continuidade e a boa aplicação do monitoramento das iniciativas para garantir a eficiência plena e otimização de recursos públicos", ressalta.

“Nós não estamos só contribuindo com o propósito de revitalização do São Francisco, mas com o atendimento direto da população com qualidade em prevenção da saúde, da melhoria de vida da população", diz o ministro das Cidades, Bruno Araújo, que completa: "A revitalização do São Francisco é um investimento direto nas pessoas e na proteção do rio”. 

Continuidade

O texto assinado pelo presidente em exercício, Michel Temer, que cria no programa Novo Chico atualiza o decreto de 5 de junho de 2001 que criou o Projeto de Conservação e Revitalização do Rio São Francisco. Com isso, o governo está institucionalizando e aperfeiçoando o que já vem sendo feito, diz Bruno Araújo. Isso significa, reforça o ministro, que o governo busca uma melhor governança para alcançar os resultados aguardados. 

Nos últimos anos, já foram recuperados 1.177 nascentes e concluídas 83 obras de esgotamento sanitário, de 39 mil bacias de captação e 15 mil ligações intradomiciliares, além de incentivar a reprodução de peixes nativos na bacia do rio São Francisco.

Fonte: Portal Planalto