Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 08 > Governo discute votação do ajuste fiscal com base aliada na Câmara

Notícia

Governo discute votação do ajuste fiscal com base aliada na Câmara

Articulação política

Em almoço com parlamentares, Temer reforça urgência em aprovar medidas como a emenda constitucional que prevê um teto para os gastos públicos e a dívida dos estados com a União
por publicado: 22/08/2016 17h09 última modificação: 14/10/2016 17h40
Beto Barata/PR O ministro Geddel Vieira Lima ao lado do presidente após encontro com Rodrigo Maia

O ministro Geddel Vieira Lima ao lado do presidente após encontro com Rodrigo Maia

O presidente em exercício, Michel Temer, recebeu, nesta segunda-feira (22), líderes da base aliada da Câmara dos Deputados para discutir a votação do ajuste fiscal em tramitação na Casa. A intenção do governo é aprovar, já nos próximos dias, destaques do Projeto de Lei Complementar (PLP) que trata da renegociação da dívida dos estados com a União e a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita o crescimento dos gastos públicos.

Além de Temer, o encontro contou com participação de ministros do governo e parlamentares da base aliada, e ocorreu durante almoço na residência oficial do presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ).
Em entrevista ao Portal Planalto, o ministro da Secretaria de Governo, Geddel Vieira Lima, destacou que o encontro foi marcado pelo diálogo em busca de unidade e comprometimento da base aliada com reformas importantes para o País.

“O presidente [Michel Temer] fez um apelo claro para que possamos manter o quórum e votar [as matérias]. Votar matérias como a renegociação da dívida dos estados, logo em seguida a questão do teto”, afirmou o ministro, que reforçou a resposta positiva da base aliada para votar os assuntos o mais breve possível. “Recebemos o apoio, a sinalização clara dos partidos da base que vão estar engajados no processo de colocar o País de volta nos trilhos”.

Geddel ressaltou que somente com a união do Executivo, do Legislativo e da sociedade como um todo o País será capaz de superar o momento de crise econômica que enfrenta. E é justamente o diálogo entre os poderes que sinaliza para a sociedade o compromisso do governo com as medidas necessárias para a retomada do crescimento, disse o ministro.

“Por isso exatamente nós estamos mobilizando a base para que o povo brasileiro saiba de forma clara que tem um governo que está preocupado com o ajuste fiscal, com a contenção de gastos para que o Brasil volte a crescer e gerar os empregos que tanto precisa”, afirmou.

O governo tem mantido diálogo estreito também com o Senado Federal. Na sexta-feira (19), lembrou Geddel, o presidente daquela casa, Renan Calheiros (PMDB-AL), participou de encontro com Temer e a equipe econômica do governo em São Paulo (SP).

Fonte: Portal Planalto