Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 07 > Temer assina decretos de promoção dos Oficiais Generais

Notícia

Temer assina decretos de promoção dos Oficiais Generais

Forças Armadas

Foram promovidos 32 oficiais do Exército e dois da Aeronáutica; na Marinha ocorreu movimentação dos comandos
por publicado: 27/07/2016 19h25 última modificação: 28/07/2016 11h25

O presidente em exercício, Michel Temer, assinou nesta quarta-feira (27) o decreto de promoção dos oficiais generais das Forças Armadas. Foram promovidos 32 oficiais do Exército e dois da Aeronáutica; na Marinha ocorreu movimentação dos comandos.

Os oficiais promovidos passam por um processo de escolha por parte do alto comando de cada uma das forças. São critérios de avaliação a carreira militar, a vida pregressa, os conhecimentos e o comando anterior de outras unidades.

O tempo de exercício no cargo de oficial-general é de no máximo 12 anos e há uma renovação de 25% nesse escalão a cada ano. Com isso, a cada quatro anos os altos comandos de todas as forças são renovados.

Em entrevista ao Portal Planalto, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, disse que a assinatura do decreto é, também, um ato em que o presidente em exercício, Michel Temer, reafirma a “plena confiança” nas Forças Armadas.

“É uma grande oxigenação e também uma grande prova de profissionalismo e de foco na meritocaracia que faz com que as Forças Armadas brasileiras hoje sejam modernas, contemporâneas e estejam a serviço dos interesses do Brasil”, diz Jungmann.

O ministro também ressaltou que o ato é mais um exemplo da preocupação de Michel Temer em reinstitucionalizar o papel das Forças Armadas. Isso ocorreu também, relembrou o minitro da Defesa, quando o presidente em exercício restituiu aos comandantes das Forças Armadas uma série de atribuições relativas à gestão e comando das tropas, inclusive em reserva, com a revogação do decreto 8.515, no início de julho deste ano. 

Fonte: Portal Planalto