Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 07 > Jungmann: ajustaremos procedimentos para tornar segurança mais rígida durante Olimpíada

Notícia

Jungmann: ajustaremos procedimentos para tornar segurança mais rígida durante Olimpíada

Rio 2016

Ministro da Defesa, que embarcou nesta sexta-feira (15) com mais 215 militares para o Rio, afirmou que segurança dos Jogos será reforçada após atentado na França
por publicado: 15/07/2016 17h02 última modificação: 20/07/2016 10h51
Alexandre Silva/PR Embarque de militares na Base Aérea de Brasília para reforçar segurança dos Jogos no Rio

Embarque de militares na Base Aérea de Brasília para reforçar segurança dos Jogos no Rio

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, embarcou nesta sexta-feira (15) em voo da Força Aérea Brasileira (FAB) que leva mais 215 militares que farão parte do efetivo de 22,8 mil que atuarão na defesa e na segurança dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos.

Em entrevista antes da decolagem, o ministro ressaltou que todo o esquema de segurança organizado será reforçado após o atentado em Nice, na França. “Para ampliar a segurança, torná-la mais rígida e, evidentemente, cobrir qualquer lacuna ainda existente”, assegurou Jungmann.

E ele exemplificou algumas ações que serão reforçadas, como o caso das revistas e do uso de detectores de metais, que serão ampliados. A identificação das pessoas, segundo ele, será muito mais rigorosa, além de outros procedimentos que estão sendo pensados para garantir maior segurança e tranquilidade de atletas, população e turistas.

“É fundamental nós contarmos com ostensividade e visibilidade, porque isso dará uma sensação de segurança ao carioca e ao turista, e ao mesmo tempo inibirá qualquer um que queira tumultuar ou ferir a segurança dos Jogos. Por isso esse voo é tão importante e, ao mesmo tempo, com ele, nós já teremos hoje no Rio de Janeiro 20 mil homens dos 22,85 mil treinados, capacitados, alojados e prontos para fazer a defesa e a segurança”, declarou.

Com o apoio das Forças Armadas, o efetivo diário de segurança no Rio de Janeiro subirá de 7 a 8 mil policiais para 47 mil de todas as agências e forças, ressaltou Jungman. “Portanto, sete vezes mais segurança no Rio de Janeiro durante os Jogos”. Além deste número, outros 3,2 mil homens de reserva estarão disponíveis para qualquer necessidade. 

Fonte: Portal Planalto