Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 07 > Governo deve enviar meta fiscal de 2017 na quinta-feira, diz Meirelles

Notícia

Governo deve enviar meta fiscal de 2017 na quinta-feira, diz Meirelles

Orçamento federal

Equipe econômica está debruçada sobre números da arrecadação federal e a evolução dos gastos públicos. Proposta apresentada deve contemplar receitas adicionais, como a venda de ativos
por Portal Planalto publicado: 05/07/2016 16h09 última modificação: 05/07/2016 16h09

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, afirmou que o governo em exercício está próximo de concluir o cálculo para a meta fiscal de 2017. Segundo ele, o valor deve ser anunciado até a próxima quinta-feira (07).

 

Meirelles participou de uma reunião sobre os Jogos Olímpicos, no Palácio do Planalto, na manhã desta terça-feira (05). A fala dele ocorreu depois do encontro. O ministro ainda fez questão de afirmar que não há qualquer divergência dentro da equipe de ministros.

 

“Estamos fazendo os cálculos visando a melhor meta possível, para que ela seja crível. Vamos anunciar no devido tempo”, afirmou.

 

Ele relatou, ainda, que uma série de variáveis para o cálculo ainda precisam ser estimadas.

 

A equipe que está debruçada sobre os números trabalha com a hipótese de que a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita a expansão dos gastos públicos será aprovada pelo Congresso Nacional.

 

A medida é a base de todo ajuste fiscal que tem sido implementado e da estratégia de recuperação da economia brasileira, indicou Meirelles, que também mencionou que o governo ainda depende de outras variáveis para poder fechar a meta fiscal. “Depois temos de pensar também em privatização, venda de ativos e outras medidas”, explicou.

 

Meirelles ainda classificou o mecanismo que limita a expansão dos gastos como uma “conquista histórica”. “É a primeira mudança estrutural da evolução das despesas nas últimas décadas”, afirmou.