Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 07 > Famílias serão “prioridade número um” do programa, diz Bruno Araújo

Notícia

Famílias serão “prioridade número um” do programa, diz Bruno Araújo

Minha Casa Minha Vida

Afetados pela microcefalia terão à disposição imóveis em sua cidade de residência ou em municípios vizinhos, a depender da disponibilidades de empreendimentos na região
por Portal Planalto publicado: 14/07/2016 12h42 última modificação: 14/07/2016 12h42
Ministro das Cidades diz que a medida foi determinada pelo presidente em exercício, Michel Temer, após reunião do Núcleo Social do governo

Ministro das Cidades diz que a medida foi determinada pelo presidente em exercício, Michel Temer, após reunião do Núcleo Social do governo

Assinada nesta quinta-feira (14) no Palácio do Planalto, portaria do Ministério das Cidades dispensa de sorteio na seleção para o programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) as famílias que possuam membro com microcefalia. Agora, essas pessoas passam a ser a prioridade do programa habitacional do governo federal, explica o ministro das Cidades, Bruno Araújo.

“Decidimos que, no programa Minha Casa Minha Vida, vamos estabelecer prioridade número um à entrega de uma unidade habitacional a todas as famílias que tenham um filho portando microcefalia”, disse o ministro, em entrevista ao Portal Planalto. A portaria, informou Araújo, é uma resposta do governo federal ao surto da doença que atingiu o País.

As famílias que têm crianças nessas condições podem ser beneficiadas em empreendimentos do MCMV no município em que moram ou eventualmente em uma cidade vizinha.

A medida foi determinada pelo presidente em exercício, Michel Temer, após reunião do Núcleo Social do governo.