Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 06 > Recursos trarão evolução à educação pública brasileira, diz Mendonça Filho

Notícia

Recursos trarão evolução à educação pública brasileira, diz Mendonça Filho

Educação

Durante anúncio de investimentos em programas educacionais, ministro da Educação destacou ações do governo voltadas ao ensino básico no País
por Portal Planalto publicado: 29/06/2016 16h28 última modificação: 29/06/2016 16h47
Foto: Beto Barata/PR O ministro participou de cerimônia, junto com o presidente em exercício Michel Temer, para anunciar a liberação de recursos para a Educação.

O ministro participou de cerimônia, junto com o presidente em exercício Michel Temer, para anunciar a liberação de recursos para a Educação.

Em entrevista concedida ao Portal Planalto, o ministro da Educação, Mendonça Filho, ressaltou a importância do anúncio feito, nesta quarta-feira (29), pelo presidente da República em exercício, Michel Temer, sobre a liberação dos R$ 700 milhões para programas destinados à educação. Um dos beneficiados pela medida é o Programa Dinheiro Direto na Escola (PDDE), responsável por direcionar recursos para todas as escolas de nível básico no Brasil.

“Temos que revolucionar o Brasil do ponto de vista de equidade, passando por uma evolução na educação. Com ensino público de boa qualidade, a gente gera oportunidades para todos os brasileiros, crianças, jovens que querem crescer na vida por meio de uma boa educação”, declarou Mendonça Filho.

De acordo com o ministro, além do PDDE, os recursos ainda serão destinados para obras paralisadas ou em andamento, que estavam sendo financiadas pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE). Entre elas, creches, escolas de ensino fundamental, nível médio. Todas financiadas com recursos do governo federal.

“A educação infantil também terá uma atenção especial, dentro do Programa Nacional de Educação (PNE). O ensino fundamental, que é justamente o gargalo principal antes do nível médio, também é foco para melhorias. A situação atual ainda está bastante distante do ponto de vista de qualidade daquilo que nós desejamos”, disse.

Durante a entrevista, Mendonça Filho também destacou a atuação do governo do presidente em exercício da República, Michel Temer, em relação ao segmento educacional no País.

“Nós assumimos o governo com um passivo total no FNDE de cerca de 10 bilhões de reais, cortes na área de educação de mais de 6,4 bilhões e de reais, que foram prontamente reestabelecidos, logos nas primeiras semanas da gestão do presidente Temer, em cerca de 4.7 bilhões de reais. E essa reorganização do ministério da Educação tem permitido liberação de recursos para o Fies, onde o presidente assegurou mais 75 mil vagas, recentemente”, completou.