Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 06 > Bancos públicos são importantes para a recuperação da economia, diz presidente do BB

Notícia

Bancos públicos são importantes para a recuperação da economia, diz presidente do BB

Retomada do crescimento

Caffarelli garantiu que Banco do Brasil, Caixa e BNDES, buscam em conjunto uma solução para a crise econômica brasileira
por Portal do Planalto publicado: 02/06/2016 20h10 última modificação: 09/06/2016 11h14
Foto: Beto Barata/PR Caffarelli recebeu o termo de posse das mãos do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles

Caffarelli recebeu o termo de posse das mãos do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles

O novo presidente do Banco do Brasil, Paulo Rogério Caffarelli, afirmou, nesta quarta-feira (1º), que os bancos públicos serão um importante instrumento do governo para a recuperação da economia do País. A declaração foi feita hoje, após a cerimônia de posse com a presença do presidente interino Michel Temer, no Palácio do Planalto.

“O Banco do Brasil e as outras duas instituições estatais, Caixa e BNDES, estão juntos em busca de soluções para o momento econômico do País. Isso se faz com estímulo à exportação, com aumento do crédito para as empresas, com efeito na retomada do crescimento econômico”, disse Caffarelli.

Acesse aqui a galeria de fotos oficiais deste evento

Em seu discurso durante a posse, Temer disse que o novo presidente tem intimidade com o Banco do Brasil. “[Caffarelli] começou na empresa como menor aprendiz e tornou-se funcionário de carreira até chegar à presidência. Portanto, tem essa intimidade com o Banco do Brasil.”

Perfil

Paulo Rogério Caffarelli é graduado em Direito, com MBA em Direito Societário e Finanças pela FGV, especialização em Comércio Exterior pela FAE/CDE Curitiba e em Direito no Comércio Internacional pela IBEJ Curitiba, além de mestrado em Gestão e Economia de Negócios pela UNB. Ocupava o cargo de Diretor Executivo da Companhia Siderúrgica Nacional – CSN, em março de 2015. Antes, atuou como secretário executivo do Ministério da Fazenda, no período de 2014 a 2015. Iniciou a sua carreira profissional no Banco do Brasil, onde trabalhou por mais de 30 anos, em diversos cargos da Diretoria Executiva do BB. Exerceu as funções de vice-presidente de Cartões e Novos Negócios de Varejo e de vice-presidente de Negócios de Atacado, Negócios Internacionais e Private Bank. Exerceu, também, as funções de Diretor nas Diretorias de Distribuição, de Logística, de Marketing e Comunicação e de Novos Negócios de Varejo.

Fonte: Blog do Planalto