Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Notícias > 2016 > 05 > Temer empossa ministro Marcelo Calero e anuncia: “Vamos redimir a cultura”

Notícia

Temer empossa ministro Marcelo Calero e anuncia: “Vamos redimir a cultura”

Cultura

Presidente interino exaltou a capacidade de Marcelo Calero, lembrando sua formação como diplomata e sua atuação à frente da Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro
por Portal do Planalto publicado: 24/05/2016 16h35 última modificação: 15/06/2016 18h43
Foto: Beto Barata/PR Novo ministro da Cultura, Marcelo Calero abraça o presidente Michel Temer durante o ato de sua posse

Novo ministro da Cultura, Marcelo Calero abraça o presidente Michel Temer durante o ato de sua posse

Ao empossar Marcelo Calero como ministro da Cultura, nesta terça-feira (24), o presidente interino Michel Temer destacou que o novo titular da pasta tem a seu favor a capacidade de diálogo e a experiência acumulada à frente da Secretaria de Cultura do Rio de Janeiro.

O presidente interino exaltou a capacidade de Marcelo Calero, lembrando sua formação como diplomata e sua atuação à frente da Secretaria Municipal de Cultura do Rio de Janeiro.

“Verifiquei desde os primeiros momentos, desde os primeiros instantes, a profundidade com que ele tratava do tema e que produziu um trabalho extraordinário, conseguindo reunificar todo o setor cultural, e deu-lhe grande desempenho. Como todo diplomata, é capaz de fazer uma coisa que é essencial para o Brasil hoje, que é o diálogo”, ressaltou.

Acesse aqui a galeria de fotos oficiais deste evento

Michel Temer destacou que o Ministério da Cultura deve ser valorizado e que os recursos para o setor serão honrados, com autorização de pagamentos remanescentes do Ministério da Cultura, estimados em pouco mais de R$ 230 milhões, além de ampliar o orçamento para o setor no ano que vem.

“Nós queremos exatamente redimir a cultura, nós queremos, exatamente, ao fazer este pagamento, não só estabelecer um critério administrativo, mas também enaltecer cada vez mais o setor. Vamos adiante pela cultura e pelo Brasil”, finalizou.

 

Fonte: Blog do Planalto