Nota à Imprensa

por Portal Planalto publicado 24/02/2017 17h25, última modificação 22/05/2017 18h19

 

 

Quando presidente do PMDB, Michel Temer pediu auxílio formal e oficial à Construtora Norberto Odebrecht. Não autorizou, nem solicitou que nada fosse feito sem amparo nas regras da Lei Eleitoral. A Odebrecht doou R$ 11,3 milhões ao PMDB em 2014. Tudo declarado na prestação de contas ao Tribunal Superior Eleitoral. É essa a única e exclusiva participação do presidente no episódio.

 

Secretaria Especial de Comunicação Social da Presidência da República

registrado em: