Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Entrevistas > Entrevistas concedidas pelo presidente Michel Temer > Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Michel Temer, à Rádio CBN - Brasília/DF

Entrevista exclusiva concedida pelo Presidente da República, Michel Temer, à Rádio CBN - Brasília/DF

por Portal Planalto publicado 12/05/2017 15h40, última modificação 12/05/2017 15h47

Brasília/DF, 12 de maio de 2017

 

Moreno: Olá prezado ouvinte, boa tarde a você que está nos ouvindo nesse momento, em mais uma edição do Moreno no Rádio. Nesta sexta-feira, 12 de maio de 2017, que é um dia de festa em Brasília, pelo menos para o governo Temer, que está completando um ano de governo.

E nós vamos nesse momento interromper o almoço do presidente da República e fazer um bate papo rápido com ele. Vamos ver se ele já está na linha nos ouvindo.

            Presidente, boa tarde.

 

Presidente: Diga Moreno, grande prazer em ouví-lo.

 

Moreno: O prazer é meu, ao mesmo tempo eu peço desculpa de estar interrompendo o seu almoço aí, mas eu queria fazer duas perguntinhas básicas para o senhor nesse um ano de governo.

            Presidente, entre tanta coisa que o senhor fez, qual é a que o senhor destacaria como mais importante feito do seu governo até hoje?

 

Presidente: Olha Moreno, eu acho que uma das coisas foi estabelecer algumas coisas, estabelecer um diálogo muito produtivo com o poder Legislativo. Consegui passar as reformas fundamentais para o Brasil e, agora, você sabe que nós estamos lutando pela última, pela penúltima, das reformas, que é a reforma da Previdência.

            Digamos assim, o fato de ser um governo reformista, acho que ser reformista é o maior sucesso do meu governo. Porque é para os pobres, é para o futuro do Brasil e para o presente do Brasil. Acho que esse foi o maior trunfo do meu governo.

 

Moreno: Presidente, claro que o senhor gostaria de ter feito muita coisa e um ano ainda é pouco tempo, eu gostaria de fazer nessa mesma linha uma pergunta para o senhor. E qual a sua maior frustração, o que o senhor gostaria de ter feito que o senhor não fez?

 

Presidente: Olhe você sabe, Moreno, com toda franqueza, nós fizemos tanta coisa ao longo desse período, nesse um ano de aniversário, nós verificamos que nós já fizemos mais de cento e tantas medidas produtivas para o nosso País.

Mas eu acho que, por enquanto, a minha frustração é não ter ainda, digamos assim, ou ter se divulgado a ideia de que nós, no caso da Previdência Social, estamos, digamos assim, desvalorizando os mais carentes, mais pobres. Quando ela é, na verdade, um prestigiamento para os mais pobres, naturalmente, eliminando privilégios. Portanto, quem reclama são aqueles que são mais privilegiados. Isso ainda não consegui demonstrar, essa é uma frustração. Confesso a você.

 

Moreno: Presidente, então, olha pode voltar para o seu almoço. Muito obrigado por senhor estar pela segunda vez no Moreno no Rádio e a qualquer dia que a gente chamará o senhor aqui de novo e boas festas aí.

 

Presidente: Muito obrigado, um grande abraço à você e à todos. Abraço.


Moreno: Obrigado, presidente.

 

 Ouça a íntegra da entrevista (02min40s) do Presidente.

registrado em: