Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Entrevistas > Entrevistas concedidas pelo presidente Michel Temer > Entrevista concedida pelo Presidente da República, Michel Temer, à Rádio Liderança do Pará

Entrevista concedida pelo Presidente da República, Michel Temer, à Rádio Liderança do Pará

por Portal Planalto publicado 17/12/2016 15h44, última modificação 12/01/2017 14h30

Brasília, 17 de dezembro de 2016


Jornalista: Alô, presidente, é um prazer estar falando com o senhor e um privilégio. Presidente, para nós, eu tenho certeza que talvez só não seja maior do que para o senhor, infelizmente, não ter a sua presença aqui. Percebemos que esse sentimento é de ambas as partes. Presidente, infelizmente o senhor não vai poder vir, é isso?


Presidente: É, você sabe, Demerval, como você ouviu o senador Jader e o ministro Helder, nós todos estamos lamentando imensamente a impossibilidade de chegar até aí. Mas as chuvas parece que são torrenciais e nos impedem de chegar lá. Mas você sabe, Demerval, que eu quero, de qualquer maneira, comemorar este instante da Vale, do estado do Pará e do Brasil. Afinal, são mais de 14 bilhões, esse é o projeto geral, integral, que serão aplicados aí pela Vale. De modo que é para o benefício do estado do Pará, benefício do Brasil e muito coincidente, Demerval, com aquilo que nós estamos fazendo com o Brasil. O que nós estamos precisando, estamos incentivando é exatamente investimentos produtivos. E esse investimento vai gerar, naturalmente, muitos empregos. E você sabe que o tema do desemprego é um tema que nos mobiliza, que nos faz agir no governo, portanto com uma responsabilidade social extraordinária.

Mas eu quero, de qualquer maneira, pela Rádio Liderança, por seu intermédio, animar toda a região, também comemorar, embora a distância, este evento extraordinário que estará acontecendo, naturalmente, logo mais, aí em Canaã dos Carajás. E quero também comemorar uma feira muito produtiva, a Feira Popular, que domingo dará, até em, Canaã, o ministro Helder, o senador Jader, estariam todos lá, muito provavelmente, e quero até cumprimentar o Jeová Andrade, nosso prefeito aí, em Canaã - não é? -, dizer que estamos aqui também, já foi dito, o Roberto Rocha, que é senador do Maranhão, veja a importância do evento aí do Pará, um senador do Maranhão indo aí acompanhar este evento grandioso. O Rogério Rosso, que é deputado federal, e o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Estão todos aqui, juntamente com o Moreira Franco, que é o nosso ministro da Parceria de Investimentos, todos aqui preparados. Estamos esperando, mas, lamentavelmente, como temos dito e redito, não poderemos ir por esta razão.

Mas eu quero, viu, Demerval, que os seus ouvintes todos ouçam essa nossa mensagem comemorativa deste grande evento, embora à distância. É quase, digamos assim, uma rádioconferência ou uma teleconferência, para que todos nos ouçam. Meu papel, então…


Jornalista: Presidente, olha, nós só lamentamos porque havia, e há, neste momento, uma programação muito bem feita, Parauapebas, Curionópolis, Canaã, essa região de Carajás de braços abertos para recepcioná-lo. Para a gente era um privilégio enorme a sua presença, num momento como este, do Brasil. Mas para sua segurança, principalmente um homem que tem nas mãos, neste momento, a liderança e a esperança que o Brasil deposita de ter momentos e dias e anos melhores, daqui para frente, não poderíamos colocar sua segurança em risco jamais. Presidente, nós compreendemos. Fique à vontade, neste momento, para a sua mensagem final, fique inteiramente à vontade, porque eu tenho certeza que a região compreende esse momento.


Presidente: Muito obrigado, Demerval. Eu quero, então, lançar um grande abraço a todos os moradores da região, à Vale nesse instante, por meio da Rádio Liderança. E lançar, se me permite, uma mensagem de otimismo. Você sabe  que nós estamos tomando atitudes muito sérias, muito responsáveis, que é para preparar o país para de amanhã, não é, Demerval? Essas medidas que estamos tomando é para tirar o país da crise, e sobre tirar o país da crise, é também para gerar o desenvolvimento, o crescimento econômico, que é o que todos nós queremos. Portanto, a última palavra que quero dar, para sintetizar tudo isso que todos nós falamos é essa palavra: otimismo. É isso que precisamos. Um grande abraço a você.


Jornalista: Grande abraço. Bom dia para o senhor, um ótimo sábado. Fique na paz que nós estamos aqui aguardando para um outro momento, uma outra oportunidade, a sua presença. Bom dia, presidente Michel Temer, se Deus quiser.


Presidente: Um abraço. Obrigado.


Ouça a íntegra (04min37s) da entrevista concedida pelo Presidente Michel Temer
registrado em: