Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Discursos > Discursos do Presidente da República > Discurso do Presidente da República, Michel Temer, durante jantar por ocasião do Fórum de Investimentos Brasil 2017 - São Paulo/SP

Discurso do Presidente da República, Michel Temer, durante jantar por ocasião do Fórum de Investimentos Brasil 2017 - São Paulo/SP

por Portal Planalto publicado 29/05/2017 21h45, última modificação 12/07/2017 14h48

São Paulo-SP, 29 de maio de 2017

  

 

Olha, eu quero cumprimentar a todos, começando pelo governador Geraldo Alckmin, o prefeito João Dória.

            Cumprimentar os ministros,

            O Moreno, que agora acabou de usar a tribuna,

            Os senhores ministros,

            Senhores deputados federais, estaduais,

            Mas, particularmente, os empresários que hoje estão aqui mas que estarão presentes enriquecendo o encontro de amanhã que acaba de anunciar o presidente Moreno, já conta com 1.400 inscritos. Eu confesso, Moreno, que, quando saí hoje de Brasília, tinha notícia de 1.200 inscrições. Veja que, nas últimas horas, aumentou sensivelmente a inscrição.

            Então, quero cumprimentar a todos e, naturalmente, eu quero agradecer aos organizadores, o Banco Interamericano de Desenvolvimento, o Ministério do Planejamento, os vários setores, Dyogo, que participaram, a Apex, o embaixador Jaguaribe, aqueles que participaram deste evento, trazendo para cá líderes tão expressivos do mundo empresarial. Por isso que eu agradeço muito especialmente a parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento.

            E nestas brevíssimas palavras, naturalmente, eu não quero antecipar aquilo que direi amanhã. Mas quero apenas lançar breves mensagens neste momento para dizer que, primeiro, nós continuaremos empenhados na nossa agenda de reformas. Os senhores viram o que disse o presidente Moreno, não é? E reformas que modernizam nossa economia. E, por isso, nós não deixaremos de trilhar o caminho que pré-traçamos.

            Os senhores sabem que há um ano nós começamos uma travessia, presidente Caffarelli, e nós já avançamos muito, não é? Nós estamos fazendo o que não se fazia neste País, meus senhores e minhas senhoras, há mais de 20 anos. E agora nós estamos completando a travessia. Esta é a primeira mensagem, muito rápida, que quero dar.

A segunda mensagem, também rápida, é a de que o setor privado desempenha um papel essencial no desenvolvimento do País. Daí nossa determinação em aprimorar o ambiente de negócios. E é evidente, quero dizer a todos, que isso não é uma posição do governo, não é uma posição nossa, e muito menos minha. É uma posição da estrutura constitucional do Estado brasileiro. Porque a Constituição brasileira, Ministro Aloysio, quando trata da estruturação do Estado, estabelece o prestigiamento da iniciativa privada, na convicção mais plena que teve o constituinte brasileiro de 87 e 88, de que o poder público só consegue produzir adequadamente se tiver uma boa parceria com a iniciativa privada.

Aliás, devo até dizer o seguinte: muitas e muitas vezes eu vejo correntes políticas que querem o combate ao desemprego, mas não querem o prestigiamento da iniciativa privada. E aí, eu mesmo me pergunto a mim mesmo: como é que nós podemos combater o desemprego se não incentivarmos a indústria, o comércio, o setor de serviço, o agronegócio, não é, ministro Blairo? Que aliás, hoje faz aniversário. Deve merecer um aplauso de todos. O Dyogo também, claro.

Vejam que tudo é comemoração, inclusive, por esses gestos, esses aplausos, nós estamos comemorando o sucesso extraordinário do que fizemos até agora e, particularmente, presidente Moreno e Dyogo, do Mapex, do encontro que teremos amanhã.

E, por fim, eu, muito rapidamente, também, queria transmitir-lhes uma mensagem de otimismo. Eu diria o seguinte: o Brasil está de volta. A inflação está sob controle, nós criamos condições para a redução responsável dos juros e a economia voltou a crescer, o emprego começa a recuperar-se. E deixamos para trás, meus senhores e minhas senhoras, a maior recessão da história brasileira. Nós sabemos, e todos sabemos aqui, não vamos ignorar este fato, que os desafios ainda são muitos, mas nós não tenhamos dúvida: o Brasil é muito maior do que todos esses desafios circunstanciais, acidentais, que ocorrem nos últimos tempos.

Portanto, eu desejo a todos, àqueles que são de outros países, e se alguém estiver aqui, excelente estada no nosso País. Que nós tenhamos aqui boas conversas a partir de amanhã, boas descobertas e bons negócios. Meus ministros, aliás, os ministros do nosso governo já estão presentes aqui, Rubens Ometto, e estarão todos dispostos às mais amplas conversas ao longo destes próximos dias.

Por isso eu, também, tal como fez o presidente Moreno, quero erguer um brinde a esta reunião e à reunião de amanhã. Saúde.

 

 Ouça a íntegra do discurso (05min59s) do presidente Michel Temer

 

 

registrado em: