Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Discursos > Discursos do Presidente da República > Discurso do Presidente da República, Michel Temer, durante cerimônia de lançamento da Política de Inovação – “Educação Conectada” - Brasília/DF

Discurso do Presidente da República, Michel Temer, durante cerimônia de lançamento da Política de Inovação – “Educação Conectada” - Brasília/DF

por Portal Planalto publicado 23/11/2017 20h10, última modificação 23/11/2017 20h17

 

Palácio do Planalto, 23 de novembro de 2017

 

  

Quero cumprimentar o ministro Mendonça Filho, o ministro Gilberto Kassab, a Luislinda Valois, o Antônio Imbassahy, a Grace Mendonça,

O nosso ministro presidente do Tribunal de Contas da União, ministro Raimundo Carreiro,

Senador Pedro Chaves,

Deputado Marcelo Aguiar,

Todos os senhores e senhoras parceiros dos setores de educação e de telecomunicações,

Assim como um cumprimento especial ao Paulo Henrique Gomes de Souza, que é aluno beneficiado pelo programa de educação mediado por tecnologia, cujas palavras nós tivemos o prazer de ouvir.  E quero cumprimentar a senhora professora do Paulo Henrique, também.

 

E quero dizer que é com grande satisfação... Ainda agora… Até peço desculpas pelo atraso, eu sei que os senhores e as senhoras estão há um bom tempo aqui. Mas eu estava lá na região do Amazonas, em Rondônia, lá por perto, onde agora, seguramente, vão chegar, vai chegar essa nova tecnologia. Como disse o Kassab, como disse o Mendonça Filho, essa nova tecnologia hoje vai alcançar todo o Brasil.

Mas, portanto, é com grande satisfação que nós nos reunimos hoje, já puderam verificar pelas palavras dos ministros e do Paulo Henrique, que nós estamos lançando esse programa de Educação Conectada.

E eu presto, em primeiro lugar, o nosso reconhecimento ao ministro Mendonça Filho e, naturalmente, à toda equipe do Ministério da Educação. Quero também cumprimentar o ministro Kassab e aqui revelar dois fenômenos: primeiro, a integração absoluta dos ministros e dos ministérios do nosso governo e, naturalmente, a integração das equipes dos respectivos ministérios. Não foram poucas as vezes que nós nos reunimos aqui, numa ação conjugada de vários ministérios, às vezes, para comemorar feitos administrativos da mesma importância deste que hoje nós estamos presidindo.

E, aliás, também, Mendonça, permita-me cumprimentá-lo pelo sucesso do Enem neste ano. Todos nós sabemos o enorme esforço que envolve a organização de uma prova dessa complexidade, num país de dimensões como o nosso. Se fosse um país pequeno, muito bem, seria mais simples. Mas num país como o nosso é dificílimo.

Aliás, até para revelar a importância e cumprimentar o Mendonça, a Maria Helena e todos aqueles que trabalharam nessa matéria, no dia do Enem eu tive a oportunidade de ir até a sede do Inep, para que pudesse também, de lá, acompanhar os trabalhos e estavam todos conectados. Fiquei impressionadíssimo, porque as informações eram imediatas, por meio de um telão recebiam todas as informações. Portanto, devo também cumprimentá-lo, ao Mendonça, e dar os parabéns a cada um dos que se engajaram no processo.

E eu digo o seguinte: que nossa educação, senhoras e senhores, ela sempre precisa de um salto de qualidade. E passo importante, naturalmente,  foi a reforma do ensino médio. Nós precisamos fazer sempre mais – e estamos fazendo sempre mais.

Eu me recordo que, quando o Mendonça me trouxe a hipótese da reforma do ensino médio, foi logo no início do nosso governo, eu ponderei a ele, eu disse: “Olha, há mais de 20 anos, eu era presidente da Câmara em 1997, já se falava na reforma do ensino médio. Vinte anos passados e nós não conseguimos realizá-la. Então, vamos encontrar um meio de realizá-la prontamente”, ao que Mendonça e eu concordamos que seria por medida provisória, mas medida provisória que, naquela oportunidade, recolheu todos os bons dispositivos dos projetos de lei que tramitavam pela Câmara e pelo Senado. E eu me recordo até que, na oportunidade, houve alguns protestos em escolas etc. Mas, ao depois, nós realizamos a reforma do ensino médio e o Mendonça sempre diz: “Olha, hoje mais de 90% de todo o setor educacional aprova, aplaude a reforma do ensino médio”.

Mas hoje nós estamos, mais uma vez, é interessante eu, muitas vezes, digo que o nosso governo, a equipe toda, está trazendo o Brasil para o século XXI, porque cronologicamente nós entramos no século XXI, mas administrativamente nós ainda não havíamos entrado. E o que temos feito, ao longo do tempo, com as reformas todas que estamos fazendo, modernizando o País, é exatamente trazendo o Brasil para o século XXI. E hoje especialmente, porque hoje verifica-se aqui um dos fenômenos mais expressivos da modernidade, que é a tecnologia avançada.

Em poucas décadas, nós sabemos, a internet transformou a vida de todos, não é? Aliás, jamais tivemos tanto volume de informações ao nosso alcance, literalmente, aliás, de nossos dedos, porque ninguém hoje, quantas pessoas ficam com o celular ou com o iPad, conectando-se com todas as informações.

Pois agora, com esta Educação Conectada, vamos trazer de vez o mundo digital para nossas escolas, como revelou, ou revelaram o Mendonça e o Kassab. Portanto não se trata apenas de entregar equipamentos e de promover acesso à educação, mas trata-se, mais que tudo, de preparar os nossos jovens para interagir com uma realidade que se renova a cada dia.

Na verdade, o objetivo, penso eu, é ensinar nossos alunos e professores a maximizar o uso da internet como a valiosa ferramenta de educação que ela pode ser. E isso requer treinamento, requer formação. E esse é o propósito, pude aqui apurar, da Educação Conectada.

O que buscamos, portanto, são políticas públicas verdadeiramente transformadoras. E é isso que orienta, como acabei de dizer, a agenda de modernização, deputado Arthur Maia, que nós temos levado adiante desde o primeiro dia do nosso governo. Isso está, na verdade, por trás do reequilíbrio das contas públicas, da modernização trabalhista, de todo o conjunto de reformas que temos levado adiante com o apoio sempre indispensável do Congresso Nacional.

E hoje os resultados estão aparecendo. Aliás, cada vez que eu ouço o Mendonça, o Kassab e os nossos ministros todos apontarem os programas que estão levando adiante, mais me entusiasma o fato de nós estarmos agora, precisamente neste momento, à frente do governo.

Portanto minha palavra é de cumprimentos ao Mendonça, cumprimentos ao Kassab, mas particularmente a todos os educadores e educadoras que aqui se acham e aos alunos. Cumprimento que eu faço, mais uma vez, por meio do Paulo Henrique.

Vamos à frente.

 

 ouça a íntegra do discurso (08min19s) do presidente Michel Temer

 

registrado em: