Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Discursos > Discursos do Presidente da República > Discurso do Presidente da República, Michel Temer, durante Cerimônia de Entrega de 896 UH do Condomínio Residencial Vida Nova I e II do Programa Minha Casa Minha Vida - Americana/SP

Discurso do Presidente da República, Michel Temer, durante Cerimônia de Entrega de 896 UH do Condomínio Residencial Vida Nova I e II do Programa Minha Casa Minha Vida - Americana/SP

por Portal Planalto publicado 02/12/2017 13h40, última modificação 02/12/2017 14h19

Americana/SP, 02 de dezembro de 2017

 

Antes de cumprimentar as autoridades, eu quero repetir um gesto que eu pratiquei em Limeira. Porque quando cheguei em Limeira e fui visitar a família que recebia o apartamento, eu verifiquei que a senhora, quando entrou no apartamento e deu com apartamento mobiliado lacrimejou, chorou, chorou muito.

Eu disse: mas que coisa boa! Além da casa, está recebendo a mobília. Eu aqui quero fazer o que eu fiz lá, eu quero convocar o construtor, cadê o construtor está por aí? Mas quero determinar ao construtor que faça mais dois sorteios para mobiliar mais dois apartamentos.

Com isto, meus amigos, eu quero cumprimentar o nosso governador Geraldo Alckmin,

Os ministros Henrique Meirelles, Alexandre Baldy, Moreira Franco,

O deputado Cauê Macris, presidente da Assembleia,

Os deputados federais Baleia Rossi, Vanderlei Macris,

E o Chico Sardelli,

O Omar Najar, prefeito de Americana,

O vereador Alfredo Ondas, presidente da Câmara Municipal de Americana,

E o Gilberto Occhi, presidente da Caixa,

 

Quero cumprimentar a todos. E dizer que é uma satisfação imensa estar aqui em Americana.

Eu tenho grande prazer, orgulho de fazer parte deste momento, vou repetir um pouco o que eu disse lá em Limeira. É interessante que eu me recordo, quando eu estudava e tentava me formar na faculdade de direito, a primeira coisa que todos queriam era ter uma casa própria. A primeira coisa que todos almejavam era ter a casa própria. O primeiro fator de sucesso da pessoa era conseguir a casa própria.

Hoje aqui são 800 apartamentos, não é? Hein? 900 apartamentos que estão sendo entregues, casa própria. E em um momento, meus amigos, muito próprio, porque nós estamos próximos do Natal.

Natal é momento de nascimento, isto é que significa o Natal, é momento de renascimento, é momento de paz, é momento solidariedade, é momento de amor entre as pessoas, é o momento de entrega entre as famílias e os amigos.

E por isto eu quero desejar a todos que neste Natal, na casa nova, vocês possam confraternizar-se. E quando falo confraternização, estou falando em fraternização, em irmandade. Que vocês se irmanem todos, na sua família, com seus amigos, e com isso vocês deem um exemplo para todos os brasileiros, para o Brasil inteiro.

Que o Brasil precisa muito disso, de paz, de harmonia, de solidariedade, de fraternidade. Por isso, neste momento em que os oradores já disseram aqui o quanto nós temos feito nestes 18 meses de governo.

E notem que não é um governo de 4 anos, de 8 anos, é um governo de 18 meses com vários embaraços, e sem embargo disso, apesar disso, o Brasil não parou, a inflação caiu, os juros caíram, o salário ficou prestigiado, ficou mais fácil comer, viver, morar. Esta é a grande realidade.

Então, meus amigos, eu só quero desejar a vocês um grande Natal, mas ao desejar um grande Natal eu quero invocar neste momento – viu, governador – em que eu vejo uma alegria muito grande nas senhoras e nos senhores que recebem a nova moradia.

Eu quero invocar uma passagem do evangelho que diz mais ou menos assim: “Está alguém entre vós, triste, orai; Está alguém entre vós alegre, como estão todos, cantai louvores”, eu quero cantar louvores com todos vocês.

Um grande abraço. 

 

Ouça a íntegra do discurso (04min35s) do presidente.