Você está aqui: Página Inicial > Acompanhe o Planalto > Discursos > Discursos do Presidente da República > Brinde do Presidente da República, Michel Temer, durante jantar em homenagem ao senhor António Costa, primeiro-ministro de Portugal - Palácio Itamaraty

Brinde do Presidente da República, Michel Temer, durante jantar em homenagem ao senhor António Costa, primeiro-ministro de Portugal - Palácio Itamaraty

por Portal Planalto publicado 01/11/2016 21h15, última modificação 23/12/2016 21h43

Palácio Itamaraty, 01 de novembro de 2016

 

 

Senhor primeiro-ministro de Portugal, António Costa, na pessoa de quem eu cumprimento a delegação que o acompanha.

          Ministro das Relações Exteriores, José Serra,

          Senhor ministro Mendonça Filho, da Educação,

          Osmar Terra, do Desenvolvimento Social,

          Marcos Pereira, do Desenvolvimento, Indústria, Comércio Exterior e Serviços,

          Senhoras e senhores deputados federais e senadores,

          Líderes que estão aqui. Aliás, ministro Serra, quero cumprimentá-lo pelo número infindável de líderes que vieram aqui, viu, primeiro-ministro António Costa? Numa véspera de feriado não é fácil reunir tantas lideranças. Portanto, mede-se, certamente, ao prestígio do Ministério das Relações Exteriores e, seguramente, à sua presença e à presença da sua delegação.

 

Mas eu quero, muito rapidamente, reiterar, creio que nós, até devo dizer a todos os líderes, prefeito eleito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, eu quero dizer que esta deve ser a terceira ou quarta vez que nós lançamos uma palavra ao senhor primeiro-ministro de Portugal. Foram tantas ocasiões e tantas reuniões que nós tivemos ao longo desses dois dias, que tive a satisfação de renovar palavras de homenagem ao senhor primeiro-ministro.

E, aliás, nossa parceria é baseada na história, na cultura e no idioma. Mas ela é, na verdade, uma parceria viva. E estes dias revelaram a vivacidade desta parceria que nós mantemos. Ela se renova ao longo do tempo, com os olhos postos nas prioridades dos nossos povos.

Portugal - vou dizer o óbvio - é presença formadora em todos em todos os cantos do Brasil. Os corredores e salões deste Palácio, senhor primeiro-ministro, guardam diferentes fragmentos de nosso passado comum. Para chegar aqui, passamos diante da belíssima pintura “Coroação de D. Pedro I” – Pedro IV, em Portugal. Nos ambientes ao redor desta sala, vemos peças primorosas do tradicional mobiliário português. São todos fragmentos que atravessaram os séculos e acharam abrigo no moderníssimo prédio em que ora nos achamos e dos arcos deste edifício – curvas e arcos que Niemeyer desenhou sob a inspiração do que, no Brasil, nós chamamos de arquitetura colonial portuguesa. A nossa é uma trajetória que entrelaça encontros e reencontros.

Portanto, senhor primeiro-ministro, eu gostaria de, mais uma vez, cumprimentá-lo. Dizer que aqui está boa parte da imprensa brasileira. Certa e seguramente também para ouvi-lo, cumprimentá-lo, saudá-lo, revelando, assim, a fraternidade que existe entre os nossos povos: Brasil e Portugal.

E embora não tenham… Ah, estão me trazendo o brinde, porque eu quero levantar o brinde à sua presença e à presença de todos que estão aqui, e (incompreensível) homenagem e à amizade Brasil e Portugal.

 

 

 Ouça a íntegra (04min06s) do brinde do Senhor Presidente Michel Temer