Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Releases > Presidenta visita o Rio de Janeiro nesta sexta-feira (1º/03), onde inaugura unidade para construção de submarinos, o Hospital Evandro Freire e o Museu de Arte

Presidenta visita o Rio de Janeiro nesta sexta-feira (1º/03), onde inaugura unidade para construção de submarinos, o Hospital Evandro Freire e o Museu de Arte

por Portal do Planalto publicado 01/03/2013 09h00, última modificação 21/10/2013 17h06
O Hospital Municipal Evandro Freire beneficiará 900 mil usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), com 120 leitos, cerca de 800 funcionários e uma Central de Emergência Regional (CER) para pacientes graves

 

A presidenta Dilma Rousseff participa, nesta sexta-feira (1º/03), às 10h45, da inauguração da Unidade de Fabricação de Estruturas Metálicas da Marinha do Brasil (Ufem), em Itaguaí (RJ). Parte do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub), iniciado em 2008, a Ufem é a primeira parcela da infraestrutura necessária à construção e manutenção de submarinos convencionais e nucleares com tecnologia inteiramente nacional.

O Prosub é fruto de uma parceria entre Brasil e França e prevê, inicialmente, a fabricação de cinco submarinos, sendo quatro convencionais e um nuclear. Fazem parte do projeto, além da Ufem, um estaleiro e uma base naval, nos quais estão sendo investidos R$ 7,8 bilhões até 2017.

Quando implantados e em pleno funcionamento, os empreendimentos vão gerar 9 mil empregos diretos e outros 32 mil indiretos. A previsão é de que o estaleiro fique pronto em dezembro de 2014 e a base naval, em 2017. Já o primeiro submarino, convencional, deve ser entregue em 2017. O submarino a propulsão nuclear será o último a ser produzido, devendo ser lançado ao mar em 2023.

Hospital – Após a cerimônia em Itaguaí, a presidenta Dilma Rousseff segue para a cidade do Rio de Janeiro, onde participa, às 15h30, da inauguração do Hospital Municipal Evandro Freire. Localizada na Ilha do Governador, a unidade beneficiará 900 mil usuários do Sistema Único de Saúde (SUS), com 120 leitos, cerca de 800 funcionários e uma Central de Emergência Regional (CER) para pacientes graves, além de 15 leitos para internação de dependentes químicos de álcool e drogas custeados pelo Ministério da Saúde, a R$ 67 mil, por leito, ao ano.

A unidade tem capacidade para a realização de seis mil consultas, 200 cirurgias e 450 internações por mês, nas especialidades de Cirurgia Geral, Anestesiologia, Nefrologia e Trauma, principalmente na área de Ortopedia. O custeio dos atendimentos e internações será de R$ 55 milhões, do governo municipal e federal. A contrapartida do Ministério da Saúde será de R$ 29 milhões por ano, sendo R$ 23 milhões para o custeio do hospital e R$ 6 milhões para a Coordenação de Emergências Regional (CER).

Ainda na capital fluminense, a presidenta participa da inauguração do Museu de Arte do Rio, às 19h15, na Praça Mauá, zona portuária da cidade. O museu faz parte do Projeto Porto Maravilha, desenvolvido pela Prefeitura do Rio para a revitalização da área, e ocupa o Palacete Dom João VI, uma construção erguida em 1916, e o antigo prédio da Polícia Civil, construído na década de 30 do século passado, em estilo modernista.

O museu já conta com um acervo de mais de 900 obras, entre desenhos, gravuras, pinturas, fotografias, vídeos, instalações, esculturas, artefatos de design e da cultura material de 26 fundos doadores.

 

Mais informações:

Ministério da Defesa

Assessoria de Comunicação Social

Tel. 61-3312-4070

Ministério da Saúde

Assessoria de Comunicação Social

Tel. 61-3315-3580

Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro

Coordenadoria de Imprensa

Tel. 21-2976-1000

registrado em:
Assunto(s): Governo federal