Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Releases > Presidenta Dilma participa do encerramento do seminário “Os Desafios do Brasil como 5ª Potência Mundial e o Papel do Agronegócio”

Presidenta Dilma participa do encerramento do seminário “Os Desafios do Brasil como 5ª Potência Mundial e o Papel do Agronegócio”

por Portal do Planalto publicado 22/11/2011 21h00, última modificação 21/10/2013 17h06
Evento discutirá o potencial da economia brasileira

Às 17h desta quarta-feira (23/11), a presidenta da República, Dilma Rousseff, participa do encerramento do seminário “Os Desafios do Brasil como 5ª Potência Mundial e o Papel do Agronegócio”, promovido em comemoração dos 60 anos da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e 20 anos de atividades do Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar). O encontro reunirá, em Brasília, no espaço Unique Palace, cerca de 1.500 pessoas, para uma série de palestras de especialistas a respeito de temas relevantes para o setor e para o Brasil, como renda rural, a nova política agrícola e o papel do agronegócio nos desafios do Brasil como 5ª potência econômica.

Criada em 27 de setembro de 1951, a Confederação Rural Brasileira (CRB) iniciou suas atividades na então capital do país, Rio de Janeiro (RJ). Em 1964, a entidade passou a se chamar Confederação Nacional da Agricultura (CNA), quando foi reconhecida como entidade sindical representante dos produtores rurais brasileiros. Ao completar 50 anos, em 2001, a CNA adotou seu nome atual, Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil, introduzindo a representação da atividade pecuária.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) foi instituído em 23 de dezembro de 1991, pela Lei nº 8.315. Presidido pela CNA, possui um conselho deliberativo composto por representantes do governo, da classe patronal rural e dos trabalhadores rurais. Mantida com recursos provenientes da contribuição compulsória sobre a comercialização de produtos agrossilvipastoris, sua missão é desenvolver ações de formação profissional e atividades de promoção social para o homem do campo, além de projetos especiais destinados ao cumprimento de suas duas vertentes de trabalho: gestão eficiente e responsabilidade social.

 

Mais informações
Assessoria de imprensa
Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (61) 2109-1411