Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Releases > Presidenta Dilma participa da cerimônia de entrega do navio Celso Furtado, em Niterói (RJ)

Presidenta Dilma participa da cerimônia de entrega do navio Celso Furtado, em Niterói (RJ)

por Portal do Planalto publicado 24/11/2011 18h47, última modificação 21/10/2013 17h06
Considerada a primeira embarcação a ser entregue por um estaleiro brasileiro ao Sistema Petrobras, desde 1997, o navio Celso Furtado será responsável pelo transporte de combustíveis entre os estados do Brasil

 

A presidenta da República, Dilma Rousseff, participa, nesta sexta-feira (25/11), da cerimônia de entrega do navio Celso Furtado. O navio Celso Furtado é a primeira embarcação construída no estado do Rio de Janeiro para o Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef). A solenidade acontece às 11h30, no Estaleiro Mauá, em Niterói (RJ).

Considerada a primeira embarcação a ser entregue por um estaleiro brasileiro ao Sistema Petrobras, desde 1997, o navio Celso Furtado será responsável pelo transporte de combustíveis (gasolina e diesel) entre os estados do Brasil, afirma a Transpetro. Com 70% de índice de nacionalização, a embarcação possui 183 metros de comprimento e capacidade de 48,3 mil toneladas de porte bruto. O navio foi lançado ao mar no dia 24 de junho de 2010, no Estaleiro Mauá.

De acordo com a Transpetro, o Programa de Modernização e Expansão da Frota (Promef), parte integrante do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), tem por objetivo a construção de navios no Brasil. Até 2015, serão entregues 49 navios petroleiros e gaseiros de grande porte – sendo 23 deles na primeira fase do projeto (com 65% de nacionalização) e 26 na segunda etapa (com 70% de nacionalização).

Após cinco anos de lançamento do Promef, o Brasil possui a quarta maior carteira mundial de petroleiros e ocupa a quinta posição no ranking de encomendas de navios em geral, segundo a Transpetro. Atualmente, o Promef gera mais de 60 mil empregos e a expectativa é de que a construção dos 49 navios atinja a marca de 200 mil empregos diretos e indiretos. Nos últimos anos, três estaleiros foram lançados pela demanda gerada pelo Programa: o Estaleiro Atlântico Sul e Estaleiro Promar, no Complexo Portuário de Suape, em Pernambuco; e o Estaleiro Rio Tietê, em Araçatuba, em São Paulo.

 

Mais informações
Assessoria de imprensa Transpetro (21) 3211-7204

registrado em:
Assunto(s): Governo federal