Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Releases > Presidenta Dilma participa da cerimônia de entrega de espadins a cadetes da Aman

Presidenta Dilma participa da cerimônia de entrega de espadins a cadetes da Aman

por Portal do Planalto publicado 19/08/2011 21h14, última modificação 21/10/2013 17h06
Turma de 441 cadetes termina o primeiro ano de curso na Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), em Resende (RJ)

Neste sábado (20/08), a presidenta Dilma Rousseff participa da cerimônia de entrega de espadins a 441 cadetes da turma Bicentenário do Brigadeiro Sampaio, da Academia Militar das Agulhas Negras (Aman), em Resende (RJ). O espadim, réplica reduzida da espada de combate do marechal Duque de Caxias, representa a confirmação do título de cadete, após o primeiro ano de curso na Academia, que é responsável pela formação de oficiais combatentes de carreira do Exército.

A turma é composta por jovens de todas as regiões brasileiras, sendo 270 do Sudeste, 64 do Sul, 61 do Nordeste, 29 do Centro-Oeste e 11 do Norte. Além deles, há seis cadetes estrangeiros das chamadas nações amigas: Moçambique, Angola, Guiana Inglesa e Peru.

Este ano, a Academia Militar no Brasil comemora o seu bicentenário. O funcionamento da Escola Militar de Resende teve início em 1944. Sete anos depois, foi assinado o decreto que transformou a escola em Academia Militar das Agulhas Negras. Todos os anos, cerca de 430 aspirantes a oficial concluem os cursos da Aman. A Academia forma, nos dias atuais, oficiais das Armas de Infantaria, Cavalaria, Artilharia, Engenharia e Comunicações, do Serviço de Intendência e do Quadro de Material Bélico, além de iniciar a formação do Chefe Militar.

Formação - O aluno é selecionado por meio de concurso público e, ao ingressar, passa à condição de praça especial e recebe o título de cadete, posição hierárquica entre subtenente e aspirante a oficial, encerrando o curso básico. Ao final do segundo ano, com a conclusão do curso avançado, o cadete participa da escolha de sua Arma, Quadro ou Serviço. Após os dois últimos anos de formação acadêmica, quando é enfatizada a instrução militar específica, o jovem é declarado aspirante a oficial e recebe o grau de bacharel em Ciências Militares.

A partir daí, o profissional está habilitado a exercer funções nas diversas organizações militares, podendo ainda complementar sua formação com cursos de especialização e extensão. Segundo a Aman, as atividades da Academia contribuem para que a formação profissional do cadete seja uma das melhores entre as realizadas nas escolas militares do mundo.

Mais informações
Assessoria de imprensa
Academia Militar das Agulhas Negras (Aman) (24) 3388-4575