Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Notas Oficiais > MRE divulga nota informativa sobre a visita da presidenta Dilma Rousseff à China

MRE divulga nota informativa sobre a visita da presidenta Dilma Rousseff à China

por Portal do Planalto publicado 28/06/2011 17h13, última modificação 21/03/2014 16h05
A Presidenta Dilma discute na China o aprofundamento da Parceria Estratégica sino-brasileira, nas áreas de comércio, investimentos e ciência e tecnologia

O Ministério das Relações Exteriores (MRE) divulgou a nota à imprensa nº 144, com informações sobre a visita de Estado da Presidenta da República, Dilma Rousseff, à República Popular da China. Leia abaixo a íntegra da Nota.

A Presidenta Dilma Rousseff realizará Visita de Estado à República Popular da China, nos dias 12 e 13 de abril.

Em Pequim, no dia 12 de abril, a Presidenta manterá reunião com o Presidente Hu Jintao, na qual será discutido o aprofundamento da Parceria Estratégica sino-brasileira, com foco na ampla agenda bilateral, em particular comércio, investimentos e ciência e tecnologia e em temas da agenda multilateral. A Presidenta manterá, também, encontros com o Presidente do Comitê Permanente da Assembléia Nacional Popular, Wu Bangguo, e com o Primeiro-Ministro Wen Jiabao, no dia 13 de abril.

A Presidenta Dilma Rousseff abrirá, no dia 12 de abril, o "Diálogo de Alto Nível Brasil-China em Ciência, Tecnologia e Inovação" e encerrará o "Seminário Empresarial Brasil-China: para além da complementaridade", no qual é esperada a presença de numerosos representantes empresariais brasileiros e da República Popular da China.

Por ocasião da Visita de Estado, deverão ser assinados atos bilaterais nas áreas de ciência e tecnologia, defesa, agricultura, energia, educação, esportes, entre outras. No campo empresarial, serão celebrados atos nos setores de energia, telecomunicações e eletrônica.

A China é o maior parceiro comercial do Brasil, com intercâmbio de US$ 56 bilhões em 2010, o que representou crescimento de 52,7% em relação a 2009. O saldo comercial foi favorável ao Brasil em 2010, em mais de US$ 5 bilhões. Em 2010, a China foi igualmente o maior investidor estrangeiro no Brasil.

Texto do Plano de Ação Conjunta Brasil-China: http://www.itamaraty.gov.br/sala-de-imprensa/notas-a-imprensa/2010/04/15/plano-de-acao-conjunta-entre-o-governo-da.

1) Visitas presidenciais Brasil-China:

Presidentes brasileiros:

1984 - Presidente João Figueiredo

1988 - Presidente José Sarney

1995 - Presidente Fernando Henrique Cardoso

2004 - Presidente Lula (maio)

2008 - Presidente Lula (Jogos Olímpicos, agosto)

2009 - Presidente Lula (maio)

Presidentes chineses:

1993 - Presidente Jiang Zemin

2001 - Presidente Jiang Zemin

2004 - Presidente Hu Jintao (novembro)

2010 - Presidente Hu Jintao (abril)

2) Relações diplomáticas: estabelecidas em 1974

3) Parceria estratégica: estabelecida em 1993

4) Comércio bilateral

- No decênio 2000-2010, as trocas comerciais entre o Brasil e a China aumentaram mais de vinte vezes (24,5 vezes). O intercâmbio bilateral cresceu de US$ 2,3 bilhões, em 2000, para US$ 56,4 bilhões, em 2010.

- No primeiro trimestre de 2011, as exportações brasileiras à China somaram US$ 7,14 bilhões, valor 53,5% superior a jan-mar/2010. As importações alcançaram US$ 7,19 bilhões, 36,7% acima de jan-mar/2010.

Mais informações www.mre.gov.br