Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Entrevistas > Entrevista coletiva concedida pela Presidenta da República, Dilma Rousseff, em Paramaribo

Entrevista coletiva concedida pela Presidenta da República, Dilma Rousseff, em Paramaribo

por Portal do Planalto publicado 30/08/2013 21h28, última modificação 04/07/2014 12h48

 

Paramaribo-Suriname,30 de agosto de 2013

 

Presidenta: ...em um fórum regional de primeira linha. São 12 países, esses 12 países são diferentes, então, você tem de ter uma articulação para permitir que os 12 se sintam confortáveis dentro da Unasul. E você resolve os conflitos. Eu acho que tem de ter uma abertura, reconhecer onde tem conflitos, tratar de encaminhar os conflitos, resolvê-los. Nós temos tido essa prática. Acho que o que caracteriza a Unasul é justamente uma grande capacidade de cooperação, tanto nesse aspecto agora, da volta da... esse importante momento, que é a volta do Paraguai à Unasul, também todas as relações que são construídas entre cada um dos países integrantes. Por exemplo, a relação do Brasil, acabo de ter uma boa reunião com o presidente Humala, e eu tenho certeza que essa relação com o Peru é uma relação que vai melhorar para o Peru e para o Brasil, tanto no aspecto econômico, porque são trocas importantes que podem ocorrer entre nós, são investimentos dos empresários brasileiros no Peru e vice-versa, como também com outros países aqui. É o caso do Brasil com o Paraguai, do Paraguai com o Brasil, e eu creio que criou-se aqui dentro desse espaço regional de articulação, criou-se um clima muito importante que, para além de todas as diferenças que, obviamente separam, são 12 países com 12 situações diferenciadas, se cria uma relação também de forte amizade.

Jornalista: A senhora teve também uma reunião bilateral com o presidente Evo.

Presidenta: Eu prefiro que eles – faz parte do respeito, apesar de eu ter patrocinado a reunião –, eu prefiro que eles relatem a reunião porque eu não tenho mandato para falar em nome dos dois. São presidentes de países que têm que ser respeitados na sua soberania. Mas eu quero te dizer que a minha avaliação é que foi uma reunião muito positiva, muito construtiva, e dela, tenho certeza, vão sair boas, eu acho, novidades para o conjunto da América Latina.

Jornalista: Em relação à Bolívia, Presidente?

Presidenta: A mesma coisa. Acho que a manifestação, como já foi feito o relato para vocês pelo nosso ministro chanceler, pelo nosso ministro das Relações Exteriores, também transcorreu num clima de muita harmonia.

Muito obrigada.

 

Ouça a íntegra (02min42s) da entrevista da Presidenta Dilma

 

 

registrado em: ,
Assunto(s): Governo federal