Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Discursos > Discursos da Presidenta > Palavras da Presidenta da República, Dilma Rousseff, durante reunião de trabalho após sobrevoo das áreas atingidas pelo tornado - Xanxerê/SC

Palavras da Presidenta da República, Dilma Rousseff, durante reunião de trabalho após sobrevoo das áreas atingidas pelo tornado - Xanxerê/SC

por Portal Planalto publicado 27/04/2015 13h30, última modificação 27/04/2015 16h13

Xanxerê-SC, 27 de abril de 2015

 

 Eu queria cumprimentar, então, o governador Raimundo Colombo, governador de Santa Catarina,

Os prefeitos das cidades afetadas, cumprimentando o Ademir Gasparine, o Miri, de Xanxerê, cumprimentando Eduardo Coppini, de Ponte Serrada,

Os ministros de Estado, Gilberto Occhi, da Integração; Manoel Dias, do Trabalho; e Gilberto Kassab, das Cidades,

Quero cumprimentar também, que nos acompanha aqui, o general Adriano, que é o chefe da Defesa Civil Nacional. Quero cumprimentar o presidente da Assembleia Legislativa, Gelson Merisio,

O senador Dario Berger,

Os deputados federais Celso Maldaner, Décio Lima, João Rodrigues, Mauro Mariani, Pedro Uczai, Rogério Peninha Mendonça, Valdir Colatto,

Cumprimentar também o presidente da Associação dos Municípios e prefeito de São Domingos, Alcimar de Oliveira,

Cumprimentar o José Cláudio Caramori, prefeito de Chapecó,

Cumprimentar o vice-prefeito de Xanxerê, Gelson Saibo,

O general, eu já cumprimentei,

Os representantes das unidades que participam das operações de apoio às cidades afetadas,

Quero cumprimentar o coronel Marcelo Juco, do Regimento de São Miguel do Oeste,

Quero cumprimentar o coronel Onir Mocellin, do Corpo de Bombeiros Militar,

Quero cumprimentar o Ricardo Bier Troglio, da Caixa Econômica Federal,

Ricardo Casagrande, da Polícia Civíl,

Quero cumprimentar o Jorge Quesser, da Polícia Militar Rodoviária Estadual,

E o Igor Silveira, da  Polícia Rodoviária Federal,

Quero cumprimentar também a pessoa integrante do Ministério Público, que eu cumprimentei há pouco.

 

Eu gostaria de dizer para vocês que não é, para mim, um prazer vir aqui nessas circunstâncias. Porque eu sei a quantidade de sofrimento e de perdas humanas e também patrimoniais que as pessoas aqui da região experimentaram. Agora, eu quero dizer para vocês que, para mim, é uma honra estar aqui, porque eu acredito que atos de solidariedade, que eu tenho certeza que foram, assim, os mais comoventes vividos aqui, tanto pela atitude do governador, que pela terceira vez está aqui na cidade, eu  liguei para o governador e ele estava chegando aqui na hora. Então, eu quero dizer que também, não só pelo governador, pelo prefeito, mas pela figura comovente do Marical. O Marical é a representação, assim, comovente do que é que é a coragem, como é que as pessoas, os seres humanos, mostram as suas melhores qualidades diante da dificuldade, diante do desafio e se superam, salvam os outros. E também porque eu sei que aqui houve gestos de solidariedade que só engrandecem também  a população de Xanxerê, de Santa Catarina e os brasileiros, que mostram isso. Diante das dificuldades,  nós nos unimos e somos capazes de superar.

Então, eu quero dizer que eu estou muito contente de poder vir aqui dizer isso, prestar, dar a parte do governo federal nessa ação, que é de todos os catarinenses, de todos os moradores aqui de Xanxerê e de todos os brasileiros.

Quero dizer que o governo federal, por meio do Exército Brasileiro, teve aqui um contingente, tem aqui ainda, um contingente de 200 homens. E esse contingente, eu tenho certeza que ele vem reforçar, também, toda a ação da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros, que, nessas horas, eles têm sido aqui em Santa Catarina, - eu sou, assim, testemunha, porque já olhei, já vim aqui em alguns momentos de grande tensão, por conta de cheia, por conta de desmoronamento de morros, enfim, de desbarrancamento - sei como essa ação é importante.

Mas, nós vamos tratar aqui também, de algo que eu considero essencial que é, justamente, nós começarmos agora a reconstrução. A reconstrução vai passar, eu acredito, por uma série de medidas. O governo federal, até agora, já, nessa atividade de reconstrução, colocou em torno de R$ 2,880 milhões para a reconstrução, principalmente, de telhados. Uma parte em Xanxerê, a maior parte, porque a cidade, de fato, que foi mais atingida, mas também em Ponte Serrada. Acredito que nós, também hoje, ao liberarmos recurso para a reconstrução do estádio municipal, estamos tendo um gesto que eu acho que é simbólico, porque o estádio é, o ginásio, vocês chamam de ginásio não é? O ginásio  municipal, que é um estadiozinho, mas é um estádio… Mas o ginásio, eu acho que ele tem essa condição de ser simbólico. Porque todos que estavam comigo disseram que só tem uma explicação para que, com todo esse desabamento, todo esse desastre, as pessoas terem sobrevivido. Tem um lado miraculoso nisso.

Então, eu acho que o estádio, o ginásio, desculpa, é simbólico, é simbólico, muito simbólico, do que significa reconstruir. E eu fiquei também muito comovida por ver como o povo daqui é industrioso, como o povo daqui é capaz de... me disseram que limparam, que limparam tudo em três ou quatro dias, e eu vi muitas pessoas em cima de suas casas, fazendo seus telhados. Eu quero dizer que nós também tomamos todas as medidas que tomamos sempre em casos de calamidade, que é a liberação do FGTS -  a partir de agora a Caixa vem fazer todo o levantamento do que é necessário - a antecipação dos benefícios de Prestação Continuada do ISS, do INSS também, e do Bolsa Família. E eu considero também muito importante que nós façamos - e aí, por isso que o ministro das Cidades está aqui - que nós façamos a parte relativa também a como vamos promover essa questão da reconstrução das casas. No caso do Minha Casa, Minha Vida, houve alguns residenciais atingidos, tanto na faixa 1, como na faixa 2,como na faixa 3. Nesses casos o seguro da Caixa cobre a reconstrução. Agora, eu estou me referindo àquelas pessoas, principalmente as de mais baixa renda, que tiveram suas residências completamente comprometidas.

Então, acredito que vocês têm pleitos nesse sentido que nós iremos olhar com toda a atenção e, podem ter certeza, com a reação de fraternidade e de solidariedade que o momento exige. Nós nos dispomos, juntos com o governador, a ter uma medida de reconstrução emergencial. Eu estava vindo com o governador e ele me disse da capacidade de execução de construções pré-fabricadas. Então, nós vamos olhar isso também com toda a atenção e quero garantir ao governador que nós vamos, aqui, dar um exemplo de rapidez na reconstrução da cidade. Para o governador e para o Miri. Quero dizer para o Miri que acho que vocês tiveram aqui uma grande experiência no enfrentamento de um desastre natural que é, sobretudo, um desastre também para as famílias, é humano. Mas... o povo daqui está de parabéns, pela capacidade de reação que a gente nota que tem e expresso prefeito, na sua própria atitude. Então, quero também deixar aqui consignado o grande respeito e admiração que nós temos pela atitude que vocês têm diante desse momento.

 

Fala de outras autoridades

 

Presidenta: Eu queria mais uma vez cumprimentar a todos vocês, foi importante esse relatório, porque ele dá uma visão integrada de todo o esforço feito por vocês todos. Eu queria dizer que eu recebo esse ofício do governador e quero dizer que nós vamos dar total atenção a essa questão da reconstrução. Aqui só tem uma imprecisão, governador, a faixa 1 é de fato para a população de baixa renda, mas a 2 e 3, não. A faixa 2 e a faixa 3, elas atingem até [R$] 5 mil de renda, dá mais ou menos, não, mas na valorização do terreno varia. Você pode chegar até uns R$ 300 mil, não tanto, mas R$ 250 a 300 mil na faixa 3. Então, o que eu acho que nós podemos ver é como dentro do Minha Casa, Minha Vida - ou em um programa da Caixa que também nós levamos em consideração quando se trata de desastre natural - nós podemos ver como colocar essa iniciativa de vocês sobre a construção rápida em cinco dias. Então, seria algo que nós construiremos, eu vou passar uma parte disso para o ministro das Cidades e a Caixa fazerem uma avaliação rápida e, depois, também para o ministro Occhi. Com isso, eu acredito que nós iniciamos esse processo aqui de forma bem célere, que eu  acho que é o que interessa aqui. A mesma rapidez do tornado nós não temos, fazer em três segundos, ou três minutos, ou sete - me disseram que durou menos de dez. A força dele é destrutiva, a sorte é que ele durou pouco. Mas, nós iremos também colocar como objetivo a rapidez nessa questão. Eu vou passar, então, eu fico com um, que o senhor já me deu, e passo o outro, a cópia, para o ministro Kassab e posso passar uma para o Occhi. Eu queria também dizer uma outra questão a respeito do fato de que tem também unidades em Ponte Serrada. Isso aqui está incluído Ponte Serrada junto com Xanxerê?

 

Governador Raimundo Colombo: Está, está incluído. Aqui é público de baixa renda, Ponte Serrada…

 

Presidenta: São os dois. Ponte Serrada são todos de baixa renda, está certo. Então… E eu vejo também que tem uma outra característica, tem construções que não foram destruídas e que têm partes que vão ser aproveitadas e partes que não vão ser aproveitadas - eu acho que essa é a característica diferente que não enquadra dentro do programa Minha Casa, Minha Vida, mas que a gente faz um circuito especial para enquadrar.

 

Fala de outras autoridades

 

Presidenta: Eu só queria acrescentar uma coisa. As pessoas ali no estádio, no ginásio, e antes também, ali quando nós fizemos aquela conversa com as famílias, pediram para o governo federal dar uma contribuição aí na questão do apoio psicológico. Nós temos tido essa preocupação, de diante de desastres naturais, e de coisas como essa, tomar medida que é importante posteriormente, que é dar suporte para as famílias e todos aqueles atingidos que porventura tiverem qualquer estresse emocional ou de qualquer ordem. Então, eu quero aqui também dizer que o Ministério da Saúde vai entrar em contato com vocês e com o governador para que a gente possa fazer uma ação conjunta e auxiliar nisso.

 

Ouça a íntegra(14min41s) da fala da Presidenta Dilma Rousseff