Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Discursos > Discursos da Presidenta > Discurso da Presidenta da República, Dilma Rousseff, durante cerimônia de posse do Ministro do Turismo, Gastão Vieira

Discurso da Presidenta da República, Dilma Rousseff, durante cerimônia de posse do Ministro do Turismo, Gastão Vieira

por Portal do Planalto publicado 16/09/2011 17h56, última modificação 04/07/2014 20h07
Presidenta Dilma destaca crescimento do turismo nacional durante solenidade de posse de novo ministro

Palácio do Planalto, 16 de setembro de 2011

  

Eu queria iniciar dando boas-vindas ao nosso ministro Gastão Dias Vieira. E temos certeza de que ele honrará o seu ancestral, a sua família, os seus amigos, os seus companheiros de partido e, agora, os seus companheiros de governo.

Queria cumprimentar o presidente do Senado, senador José Sarney,

Dirigir um cumprimento também ao senador Renan Calheiros, aqui presente,

Às senhoras e aos senhores deputados federais,

Aos familiares do ministro Gastão Vieira, que vão abrir mão do tempo dele, mas eu tenho certeza que são, na verdade, o escudo e o descanso desse guerreiro.

Às senhoras e aos senhores profissionais da imprensa,

Às senhoras e senhores aqui presentes

Eu quero, primeiro, saudar o Ministro e dizer que nós vivemos hoje um momento, no Brasil, em que o turismo, por dois lados, é um desafio. E um dos lados é o fato de que nós vamos ter dois... três grandes eventos, entre outros: a Copa das Confederações, a Copa do Mundo e as Olimpíadas. Hoje começou a contagem dos mil dias para a Copa do Mundo.

E ao mesmo tempo pelo fato de que a taxa de crescimento dos voos domésticos, no Brasil, que é um dos indicadores não só dos negócios, mas também das atividades turísticas atinge, hoje, um crescimento de 20% ao ano, que é uma taxa asiática de crescimento. O Brasil, aquele Brasil que recebeu renda, que teve oportunidade, que conseguiu oportunidade de trabalho, esse Brasil é o Brasil que está começando a experimentar o fato de que este país é continental e tem tantas belezas, e aquela curiosidade de quem não conhece, mas já viu na televisão e viu em outros... em revistas, em jornais, conhecer este país com tanta diversidade.

E isso tudo, nós temos um Ministério, que é o Ministério do Turismo, que tem por desafio estruturar uma indústria que ninguém do Brasil deu tanta importância, a não ser nos últimos tempos, quando percebeu que essa indústria, ela movimenta bilhões e bilhões de dólares e euros e, agora, bilhões e bilhões ela pode movimentar, de reais. Por isso, eu queria dizer boas-vindas, bom desafio e boa construção.

Quero me dirigir também aos funcionários do Ministério do Turismo – e aqui presente o presidente da Embratur, Flávio Dino – e dizer que a colaboração deles é crucial, porque nós estamos olhando num horizonte e percebendo um tempo de muito trabalho e grandes desafios.

Eu agradeço também a colaboração do ex-ministro Pedro Novais, que esteve conosco até aqui.

E ao dar boas-vindas ao ministro Gastão Vieira – deputado Gastão Vieira, e agora ministro –, eu tenho certeza de que neste dia, 16 de setembro, que está a mil dias da Copa traz bons augúrios para o senhor. E que nós vamos cumprir as nossas obrigações na área do turismo, tanto provendo infraestrutura como serviços adequados, tanto para a nossa população quanto também para aqueles visitantes estrangeiros que vão chegar ao Brasil nesses eventos.

Agora, como nós não temos só de prover o acesso à Copa, mas nós temos que garantir essa circulação hoje, diária, desses brasileiros e dessas brasileiras é que os desafios se multiplicam e aumentam. Há muito o que fazer para melhorar a qualidade do atendimento ao turista, o turista interno e o turista que vem de fora. Precisamos formar mão de obra e isso é um problema, é um desafio, mas é uma grande oportunidade.

Eu tenho certeza de que uma pessoa que vem da área da educação, uma pessoa que tem essa paixão pela educação, tem uma grande contribuição a dar, porque turismo é serviço, turismo são pessoas, são pessoas que usufruem e são pessoas que ofertam. E, aí, a questão da qualidade dessa oferta, da formação dessas pessoas, faz toda a diferença. Por isso, acho que o senhor vem de uma área contígua, uma área vizinha, uma área muito próxima, o que vai trazer uma grande agregação de valor para o governo.

Então, nós sabemos que precisamos formar uma mão de obra bem formada, bem treinada, bem educada. E isso o senhor tem a paixão pela educação, terá a paixão pela formação da mão de obra do turismo.

Temos de fazer muito também para melhorar o acesso às qualidades bilíngues do nosso profissional da área turística. E isso também tem muito a ver, como o senhor disse, com o Pronatec. E o senhor me falou na primeira... na nossa primeira conversa, uma coisa muito importante. O senhor falou para mim: “Presidente, nós não temos sempre de inventar a roda. Muitas vezes, quando se utiliza coisas que estão funcionando, se faz um trabalho melhor” – se referindo ao “Sistema S” e a tudo o que é possível com o Pronatec.

Enfim, ministro Gastão Vieira, eu sei que o senhor terá muito trabalho a fazer. Tenha certeza que vai ter todo o meu apoio e suporte para essa missão de dotar o Brasil dessa capacidade de receber, de acolher, garantindo infraestrutura e qualidade de serviço.

Eu também sei que o senhor tem grande capacidade como gestor público, porque nos últimos dias eu não posso dar um passo sem que várias pessoas se aproximem de mim, as mais diversas, elogiando a trajetória do senhor e elogiando a atividade do senhor como gestor público. O senhor, que foi secretário várias vezes, na área de Educação e do Planejamento, trará essa experiência para nós. Conheço também a sua larga experiência como parlamentar e tenho acesso ao conhecimento sobre o seu compromisso com o país. Foram cinco mandatos de deputado federal, ganhou o respeito dos seus pares, como parlamentar competente e dedicado à causa pública. Essa experiência será de grande varia para o exercício da atividade no governo.

Eu queria dizer, Ministro, que escolhas políticas não desmerecem nenhum governo. É com políticos e com partidos políticos, com técnicos e com especialistas que se governa um país tão complexo como o nosso Brasil. A política bem exercida é uma atividade nobre e imprescindível à sociedade democrática.

Seja bem-vindo ao meu governo, ministro Gastão Vieira. Boa sorte com os seus novos desafios. E pode contar comigo e com o meu governo para enfrentá-los.

 

Ouça a íntegra do discurso (09min34s) da Presidenta Dilma