Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Discursos > Discursos da Presidenta > Discurso da Presidenta da República, Dilma Rousseff, durante cerimônia de formatura de alunos do Pronatec - Teresina/PI

Discurso da Presidenta da República, Dilma Rousseff, durante cerimônia de formatura de alunos do Pronatec - Teresina/PI

por Portal Planalto publicado 16/05/2014 18h21, última modificação 04/07/2014 20h22

Teresina-PI, 16 de maio de 2014

 

 

Boa tarde. Boa tarde. Boa tarde. Eu, primeiro, quero dar os parabéns para todos os formandos e para todas as formandas. E aí, eu cumprimento a nossa oradora dessa turma, a Isa Rayane, e a Larisse, que fez o juramento. Ao cumprimentar as duas, eu queria cumprimentar também todos os professores e as professoras. Cumprimentar os familiares e, neste mês, que é o mês onde nós comemoramos o dia das mães, eu queria cumprimentar em especial todas as mães dos formandos e das formandas.

Eu queria cumprimentar também aqui o senhor governador do Piauí, José Filho,

            Cumprimentar o prefeito de Teresina, Firmino Filho,

            Cumprimentar os ministros que me acompanham nessa viagem aqui, ao Piauí: ministro Henrique Paim, da Educação; ministro Gilberto Occhi, das Cidades.

            Cumprimentar o presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, o Temístocles Sampaio Filho,

            Cumprimentar a nossa desembargadora, presidente do Tribunal de Justiça do Piauí, Eulália Pinheiro. Ao cumprimentar Eulália Pinheiro, eu cumprimento todas as mulheres aqui presentes.

            Cumprimentar os senadores: senador Ciro Nogueira; senador Wellington Dias, ex-governador do Piauí.

            Cumprimento também um ex-governador do Piauí, o Hugo Napoleão.

            Queria dirigir um cumprimento aos deputados federais: Aguinaldo Ribeiro, Assis Carvalho, Átila Lira. Ao ex-ministro do Turismo e deputado federal Gastão Vieira, nosso companheiro do Maranhão. Cumprimento a deputada Iracema Portela, o deputado Jesus Rodrigues, Júlio César, Marcelo Castro, Osmar Júnior, Paes Landim.

            Queria cumprimentar o secretário de Educação do Piauí, Alano Dourado,

            Os deputados estaduais: Fábio Novo, João de Deus, Margareth Coelho, Rejane Dias e Uchoa.

            Cumprimentar o nosso presidente da Caixa Econômica Federal, Jorge Hereda,

            Cumprimentar a secretária municipal do Trabalho, Mauricéia Carneiro,

            Agora, eu queria dirigir um cumprimento especial às entidades parceiras que conosco constituem o cerne, o núcleo, a força do Pronatec. Cumprimentar Paulo Emílio do Rego Monteiro, representado o Senar; o Denis Oliveira Cavalcante, do Senac; o Félix Fernando Raposo, do Senai; Paulo Henriques Gomes de Lima, do Instituto Federal de Educação do Piauí; o José Arimatéia Lopes, da Universidade Federal do Piauí.

            Queria cumprimentar as senhoras e os senhores jornalistas, fotógrafos e cinegrafistas.

 

Antes de começar, eu quero iniciar, mais uma vez, cumprimentando as formandas e os formandos. E aí, eu quero dizer para vocês que, daqui, o que se vê é algo muito bonito. E, por isso, eu vou saudar os grupos de formandos e formandas, chamando pelas camisetas. Queria chamar o pessoal do Senai, formandos e formandas do Senai, camiseta branca. E cumprimentar cada uma de vocês. E nós outros batemos palmas para eles. Queria chamar a camiseta laranja, do Senac. E nós todos vamos bater palma para eles. Chamar o pessoal de camiseta amarela e gola verde do Instituto Federal do Piauí. Queria chamar o pessoal da Universidade Federal do Piauí, de camiseta branca, palmas para eles. Queria chamar o pessoal da Secretaria de Educação, de camiseta branca. Enfim, queria agora um cumprimento de nós todos para todos os formandos. Palmas para vocês, que merecem essas palmas. O Piauí deve estar orgulhoso, tanto as piauienses como os piauienses.

Hoje, aqui, vocês estão batendo um dos recordes do Brasil em formação no Pronatec. São 1.500 formandos, que recebem... Ah, eu esqueci de alguém? Imperdoável, imperdoável. Então, eu vou chamar os nossos representantes, camiseta branca, gola verde, do Senar. E vocês não vão levantar, aí da frente? Vamos aplaudir eles, eles foram esquecidos, então o aplauso para eles é maior. Não, os amarelos eu falei, os amarelos eu falei.

Bom, eu queria então, gente, dizer para vocês, que vocês estão batendo hoje um recorde, aqui: a formação, a entrega do certificado para 1.500 formandos. Como eu disse há pouco, porque eu venho lá da Paraíba, de João Pessoa, eu disse, lá em João Pessoa que, por que a presidenta da República vem na formação do Pronatec? Quero dizer para vocês que para mim perder uma é difícil, eu não perco uma. Por quê? Porque o Brasil deve reconhecer, nessa formação do Pronatec, um caminho de oportunidades que se abre para vocês daqui para frente. Vocês passam a ter e a ser os primeiros desbravadores desse programa Pronatec, que pretende e vai formar no Brasil uma geração de técnicos, homens e mulheres, capacitados, que conseguirão trabalhos mais qualificados, e que conduzirão o Brasil no caminho do desenvolvimento com distribuição de renda e, sobretudo, educação técnica de qualidade.

Eu estou aqui pela importância que esta cerimônia tem para o Brasil. Eu estou aqui para deixar claro que a formação do Pronatec, o esforço das meninas, dos meninos, dos rapazes, das moças, dos adultos, dos homens e das mulheres, na direção de uma formação técnica e de uma capacitação profissional é um dos principais caminhos que o nosso povo deve trilhar, para transformar todo o potencial do nosso país em realidade. A maior riqueza deste país são os 200 milhões de brasileiros e brasileiras, e olha que nós somos um país rico, rico em petróleo, rico em minérios, com uma indústria sofisticada, com uma agricultura que baste sistematicamente recordes, alcançando e ultrapassando muitos países desenvolvidos. Mas, podem ter certeza que a maior riqueza deste país não é, se a gente for fazer uma hierarquia, não é nada disso. A maior riqueza do país são os brasileiros e as brasileiras. Porque somos nós, vocês, cada um dos formados que, com seu esforço, chegaram até aqui, se qualificando em cursos como o que nós vimos aqui dos rapazes, das moças recebendo o diploma.

Isso significa uma coisa, significa uma simples coisa: significa que o Brasil percebe o que nós todos percebemos, como é importante a educação para garantir todas as conquistas que o Brasil obteve até agora. A educação é o caminho, a educação técnica certamente é uma das portas que quando a gente for trilhar o caminho da oportunidade, que é a educação, deverão ser abertas. E vocês, hoje, entram por essa porta de cabeça erguida, porque foi graças ao esforço de vocês, a dedicação de vocês. E aí cabe um agradecimento, a gente sempre tem de agradecer a quem a gente deve agradecer. Primeiro, aos professores e às professoras. Parabéns para os professores, vamos agradecer a eles, a dedicação deles, o esforço deles, a transmissão de conhecimento que eles são capazes de garantir asseguram a qualidade do Pronatec.

Mas vamos agradecer também aos familiares, vãos agradecer a eles, eu já disse no início. Vamos agradecer às famílias, também, a sustentação para chegar até aqui. E aí eu queria dizer para vocês que o Pronatec é isso, é um caminho da educação, uma porta que se abre, garantindo oportunidades. E por que eu estou aqui? É pela importância que a gente atribui. Atribui e o que nós escolhemos? Primeiro, nós, com esses parceiros que são o Sistema S, o Senac, o Senai, o Senar e o Senat, e as universidades federais, os institutos federais de educação tecnológica e as Secretarias de Educação dos estados, nós fizemos uma parceria que é uma parceria de qualidade. Esses cursos profissionais, técnicos, que são oferecidos pelo Pronatec, eles são o que há de melhor no Brasil, em matéria de curso profissional. Nós, nessa parceria, escolhemos a dedo o que havia de melhor no Brasil para garantir essa formação.

Essa é a primeira característica do Pronatec. A segunda é que tinha de ser um curso para todos, para todos, sem discriminação de renda, de faixa etária, de origem, enfim, um curso que pudesse ser cursado por todas as pessoas interessadas, e por isso ele tinha de ser gratuito. Ele tem de ser gratuito, porque, caso contrário, você elimina algumas pessoas que só por conta da renda não podiam pagá-lo. Então, ele é gratuito. Para ele ser gratuito, o governo federal colocou R$ 14 bilhões. Terceiro, porque além de qualidade e gratuito, ele tem de ser um curso que tem a ver com o que vocês queiram se formar, naquilo, naquelas áreas, naquelas atividades, naquelas profissões que vocês queiram se formar.

Mas também, ele tem de olhar para o mercado de trabalho, tem de procurar unir o que quer a indústria, o comércio, os serviços, a agricultura com o desejo de vocês. Por isso tem tantos cursos aqui. Hoje eu estou feliz porque também tem outra característica aqui que é importante. Não é só Teresina que tem pessoas cursando o Pronatec. Tem muita gente aqui de Teresina. Quem é de Teresina levanta a mão. É muita gente de Teresina. Mas eu tenho aqui registrado que tem também gente de mais 32 municípios. Então, esse curso é aquele que todo mundo, em qualquer lugar, deve cursar. O ministro da Educação disse que mais de 4 mil municípios tem feito esse curso. É isso que nós queremos, nós queremos que as pessoas não tenham dificuldade para fazer o curso, nós queremos levar o curso até cada um.

Agora vocês podem me perguntar: “Mas, Presidenta, quantos já se formaram aqui no Piauí? Qual o número, Presidenta?” Eu vou dizer para vocês. O Piauí está deixando para trás uma história, “ah, o Piauí... Ah, o Piauí era atrasado”. Não, o Piauí aqui está na frente, tem 174 mil e 600 jovens, adultos, homens, mulheres, fazendo o curso. Eu acho que estão vivendo numa nova etapa do Piauí. Vocês estão vendo surgir um estado que hoje é interessante. Você conversa com muita gente, e falam: “Olha, o Brasil tem uma região que vai crescer bastante”. Aí estou falando para o pessoal do Senar, do Senar, aqui da frente. O Piauí vai crescer bastante, vai ter agricultura ultradesenvolvida, e por isso vocês têm de ter formação técnica na área do Senar.

Vocês sabem como se chama a região que todo mundo considera como uma das mais importantes na agricultura, no futuro? Chama Mapitoba – Ma, de Maranhão; Pi de Piauí; To, de Tocantins, ba, de Bahia. É esse feijão, é como se fosse um formato de um feijão, essa será uma das regiões do Brasil que mais vai crescer. E ela abrange uma parte muito importante do Piauí.

Mas, voltando a essa história que o Piauí tem de crescer, que o Piauí será, sem sombra de dúvida, um dos estados com a taxa de crescimento das mais promissoras do país. Eu queria aproveitar a importância dessa formatura do Pronatec para dizer o seguinte: A gente não se desenvolve sem energia. E eu queria assegurar para vocês aqui que o meu governo vai garantir que a Cepisa estará à altura das necessidades de crescimento do Piauí. Estará à altura dessas necessidades. A segunda coisa que eu quero assegurar para você é que o Piauí tem todas as condições necessárias, principalmente o fato de ter uma área litorânea significativa para ter um porto, tanto no que se refere a porto fluvial como porto marítimo. Mas estou me referindo aqui Luís Correia, dizendo também que o governo federal está atento a Luís Correia. Tanto é aqui, que nós já colocamos Luís Correia no PAC, nesse PAC que está vigente agora. E estamos também avaliando investimento em Luís Correa.

Finalmente, eu quero dizer a vocês do Proantec: continuem estudando, continuem estudando. Os do ensino técnico de nível médio podem fazer o curso de tecnólogo. Os que estão fazendo qualificação profissional, tem de ficar atentos para aproveitar as oportunidades que o Pronatec nº 2 – porque nós vamos continuar, depois de a gente formar esses 800 milhões, nós vamos continuar formando milhões de brasileiros e brasileiras. Então tem o Pronatec, vocês fazem parte da primeira geração, vai ter a segunda geração do Pronatec. E aí, vocês cuidem, porque os cursos podem e terão continuidade. Uma pessoa que fez eletricista predial, pode fazer um curso de eletricista, depois fazer um curso de eletrotécnica, e aí ele vai melhorando na profissão, a ideia é essa: ninguém para de estudar, ninguém. E quero avisar para vocês: nem presidente da República pode parar. Não dá, a gente tem de estar o tempo inteiro inquieto, e vocês tem que ser assim, procurando cada vez mais aprender.

E eu quero dizer outra coisa: vocês podem ter certeza... Aliás, foi um rapaz do Pronatec que falou isso, numa das formaturas, se eu não me engano foi lá no Paraná, não tenho certeza, mas acho que foi lá no Paraná, que ele disse o seguinte, ele disse: “Presidenta...”. Eu tava entrando para a cerimônia, e o rapaz se aproximou, aliás, ele ia ser o orador, eu acredito, e ele disse assim para mim: “Eu acho que o Pronatec tem de ser uma política de Estado”. O que ele queira dizer com isso? É tão importante que tem de ser permanente. É tão importante que cumpre uma função na cadeia da educação, nesses elos que a educação tem de ter no nosso país. E ele disse uma coisa que me comoveu muito, ele falou de algo que ele chamou “geração pronatequiana”.

Eu vou usar essa expressão: vocês são da geração do Pronatec, porque no passado as pessoas não faziam curso técnico no Brasil. A gente não tem essa tradição de curso técnico, mas países desenvolvidos, você pensam que num país desenvolvido não é necessário trabalho qualificado? Só é! E para cada, para vocês terem uma ideia, para cada um que se forma em universidade, 7 a 8 são técnicos de alta qualificação, ou são tecnólogos, ou têm capacitação técnica de qualidade. Porque o mundo é movido por eles. pelos técnicos. Eles quem? Pelos técnicos. E eles são a base, e aí no caso são eles não, são vocês. Vocês são a base que empurra o país para ter, cada vez mais, maior qualidade no seu trabalho, naquilo que um país tem de mais importante, sua riqueza mesmo: é a capacidade de trabalho de cada um dos seus habitantes.

Eu estou aqui porque eu quero finalizar dizendo o seguinte: vocês estão de parabéns, vocês são vencedores. Mas eu queria dizer uma coisa além disso. O Brasil precisa de cada um de vocês e de cada uma de vocês. Quando vocês juraram aqui e disseram: “Eu juro trabalhar pelo progresso da minha família, da minha comunidade e do meu país”, vocês fizeram um juramento magnífico. Por isso, eu agradeço a cada um e a cada uma e digo: nós precisamos de vocês.

Um grande beijo no coração de cada um e de cada uma.

 

Ouça a íntegra (25min31s) do discurso da Presidenta Dilma Rousseff