Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Discursos > Discursos da Presidenta > Discurso da Presidenta da República, Dilma Rousseff, durante cerimônia de entrega da Medalha 25 de Janeiro

Discurso da Presidenta da República, Dilma Rousseff, durante cerimônia de entrega da Medalha 25 de Janeiro

por Portal do Planalto publicado 25/01/2011 17h35, última modificação 25/06/2014 08h53
Medalha 25 de Janeiro é concedida pelo município de São Paulo a personalidades, em homenagem e reconhecimento ao mérito pessoal, a bons serviços prestados à cidade ou a serviços que merecem especial destaque, além do valor desportivo ou cultural

 

São Paulo-SP, 25 de janeiro de 2011

 

Queria cumprimentar o nosso vice-presidente da República e homenageado hoje, meu querido José Alencar. Ele hoje é, de fato, a figura do protocolo mais importante aqui presente. Importante para cada um de nós, brasileiros e brasileiras que convivemos com ele, e para todos os brasileiros e brasileiras que ao longo de todos esses anos assistiram, vivenciaram a luta tenaz de um homem que não só sobrevive com honradez, vive com energia mas, sobretudo, dá um exemplo de dignidade que deve ser seguido e que é um exemplo para cada um de nós.

Queria cumprimentar o meu vice-presidente, Michel Temer,

Dar um cumprimento especial ao governador de São Paulo, Geraldo Alckmin,

Dirigir um cumprimento todo especial ao meu querido presidente Luiz Inácio Lula da Silva,

Ao cardeal arcebispo metropolitano de São Paulo, dom Odilo Scherer,

Queria cumprimentar a dona Mariza, porque hoje uma parte desta homenagem é também para a dona Mariza. Nós todos que acompanhamos o José Alencar sabemos da força que a família Gomes da Silva representa para a dignidade, a inteireza e os compromissos públicos e afetivos de um homem do tamanho do José Alencar.

Queria cumprimentar os ministros Fernando Pimentel e Helena Chagas, aqui presentes,

Queria cumprimentar, com muito carinho, o nosso prefeito Gilberto Kassab, que me honrou com o convite para estar aqui neste momento especial em que a cidade de São Paulo, com uma homenagem a um homem com espírito empreendedor que esta cidade tem demonstrado ao longo dos seus séculos de existência, faz uma cerimônia toda especial para o Brasil.

É muito simbólico que seja aqui em São Paulo, prefeito Kassab, que nós tenhamos homenageado um homem que combina o espírito empreendedor e, ao mesmo tempo, um sentido cívico de ajuda e de participação na vida política e na vida empresarial do país.

Eu estou aqui hoje como presidenta da República, mas, sobretudo, como cidadã brasileira, para homenagear uma pessoa que todos nós sabemos que tem uma profunda dimensão humana. E que todos nós, todo nosso povo, aprendemos a respeitar e admirar. Eu tenho certeza de que, neste momento, cada brasileira e cada brasileiro deste nosso imenso país gostaria de estar aqui agora, em São Paulo, nesta cidade que é a síntese do espírito empreendedor do país, que comemora hoje seus 457 anos, para fazer esta homenagem ao José Alencar.

Eu acho que a gente deve reconhecer a importância deste homem, que saiu de baixo, que construiu um império econômico no Brasil, mas que não perdeu jamais o seu compromisso com a soberania do país e, sobretudo, com o resgate de milhões de brasileiros da pobreza e da miséria. Eu tenho certeza de que, neste momento, nós estamos homenageando um exemplo para as novas gerações do nosso país, no sentido de que o Brasil produz pessoas com essa dimensão, com essas características e com esse caráter.

Ele foi, sem dúvida nenhuma, um grande vice-presidente, ao lado de um grande presidente. Os dois presidentes que não tinham diploma universitário mostraram um compromisso com a educação, como diz o nosso querido presidente Lula, “nunca dantes visto na história deste país”. Lá de Minas, lá do fundo do nosso estado, ele trouxe também aquela sabedoria cotidiana de perceber que o país devia, podia e ia crescer, e foi um parceiro nessa trajetória.

Eu experimentei junto com o José Alencar essa extraordinária experiência, que foi participar do governo do presidente Lula, e convivi diariamente com ele, com a sua generosidade, mas com a sua verve também, com o seu espírito crítico, com a sua capacidade de ajudar cada um de nós e de, junto conosco, construir esse grande desafio que era fazer o Brasil voltar a crescer e, sobretudo, fazer com que o Brasil assumisse uma posição em relação ao conjunto das nações, e, sobretudo, encontrasse aqui dentro do Brasil um lugar para todos os brasileiros e brasileiras.

Eu fico extremamente feliz de estar aqui em São Paulo, e de que seja aqui em São Paulo que esta medalha esteja sendo entregue ao José Alencar, porque justamente aqui, onde nós temos um dos estados mais desenvolvidos do nosso país, mas, ao mesmo tempo, temos tantos desafios em relação à situação do nosso povo mais pobre, justamente aqui, nesta medalha, nós podemos depositar a esperança de que o nosso país está no rumo certo. Esse rumo certo, construído junto, entre o presidente Lula e o José Alencar, mas também com a participação de cada um dos brasileiros e das brasileiras que aqui, aqui nesta cidade e neste estado, vivem e trabalham.

Esta medalha, portanto, ela tem uma característica toda especial, neste dia, de elevar o coração de todos os brasileiros a reconhecer a luta, a dignidade, a generosidade deste grande brasileiro e deste grande mineiro que é José Alencar.

Eu gostaria de cumprimentar toda a equipe médica que trata o nosso presidente... o nosso vice-presidente, porque o José Alencar, ele talvez tenha sido um dos presidentes... aliás, um dos vice-presidentes que mais presidente foi ao longo dos oito anos. Então, cumprimentando o vice-presidente e o presidente José Alencar, e agradecendo à equipe médica pelo carinho e pela humanidade com que asseguram as condições para que o nosso grande José Alencar venha aqui hoje – porque eu tenho certeza de que a alma dele está rindo por estar aqui – e receba esta medalha.

Parabéns, São Paulo. Parabéns, paulistanos. Eu queria dizer ao governador Alckmin que nós estamos prontos para continuar a parceria feita entre o governo federal e o governo do estado. Queria dizer também ao Kassab que nós iremos juntos continuar esse processo de investimentos aqui. E isso, eu aproveito nesta homenagem, porque eu tenho certeza de que o José Alencar é, sobretudo, um brasileiro de todos os estados. Nasceu em Minas, mas é de cada um dos estados brasileiros e de cada uma das brasileiras e dos brasileiros.

Um beijo, José Alencar, muito fraterno, e um grande abraço.

 

Ouça a íntegra do discurso (10min33s) da Presidenta Dilma.