Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Discursos > Discursos da Presidenta > Declaração à imprensa da Presidenta da República, Dilma Rousseff, após cerimônia de assinatura de atos

Declaração à imprensa da Presidenta da República, Dilma Rousseff, após cerimônia de assinatura de atos

por Portal do Planalto publicado 27/03/2013 11h14, última modificação 04/07/2014 20h16

Durban-África do Sul, 27 de março de 2013

 

Quero, mais uma vez, agradecer ao governo sul-africano pela organização da V Cúpula dos Brics e pela calorosa acolhida a nós dispensada. Estamos aqui, nesta bela Durban, dando mais um passo importante na consolidação dos Brics, que se afirma e se consolida como uma força importante no cenário internacional. Dando mais só um número, eu daria o exemplo do comércio intra-Brics, que cresceu a extraordinária soma de 944% nos últimos 10 anos, elevando-se de US$ 27 bilhões para US$ 283 bilhões. Isso ainda é pouco diante do nosso potencial. Nossos países, eles têm contrabalançado os efeitos da continuada crise econômica-financeira internacional, tanto pela via do comércio quanto dos investimentos. Demos passos importantes hoje para a criação de um banco de desenvolvimento, que tem de ter um funding compatível com o seu desafio. É nossa contribuição para a economia global em um dos seus aspectos mais decisivos, o do financiamento do desenvolvimento. Lançamos hoje, também, os trabalhos para a criação de um arranjo contingente de reservas, mecanismo destinado a fortalecer a cooperação e a interação econômico-financeira dos Brics.

Compartilhamos nossas visões sobre grandes desafios que nos são comuns, ligados ao desenvolvimento sustentável, à inclusão social, à competitividade industrial e à paz e a segurança. Seguimos unidos na defesa de reformas das estruturas de governança global. É necessário, urgentemente, atualizá-las e torná-las mais legítimas e representativas do mundo de hoje. O ano de 2013 é central para se implementar as reformas do Fundo Monetário, para adequá-las à nova realidade da economia mundial. Concordamos em trabalhar juntos para implementar os resultados da Conferência do Rio+20: desenvolver, crescer, incluir e proteger, em especial no que se refere ao estabelecimento dos objetivos de desenvolvimento sustentável.

Devemos ampliar nossa agenda de cooperação para as áreas de defesa, para o combate ao crime organizado e ao tráfico de drogas – e desde agora eu me congratulo com o presidente Putin pela reunião que ele vai organizar em Moscou sobre as medidas anticorrupção e previdência social. Registro, em particular, a realização, primeiro, do Fórum Empresarial e, depois, do Fórum Acadêmico. Esses dois fóruns mostram que nossos mecanismos de cooperação devem ser mais do que os governos se aproximando, mas também empresários, acadêmicos e, sobretudo, as nossas sociedades, através de atitudes e de ações no que se refere a iniciativas culturais.

Fico muito satisfeita de que essas decisões que fortalecem os Brics e consolidam o seu papel no âmbito global tenham sido formalizadas aqui em solo africano. Essa é a segunda vez que venho à África em 2013, há pouco mais de um mês estive em Malabo participando da Cúpula dos países da América do Sul com a África. Em breve, participarei em Adis Abeba das comemorações dos 50 anos da União Africana. A presença de expressivas lideranças africanas aqui em Durban, com quem nos reuniremos na tarde de hoje, reforça a dimensão da parceria do Brics com os países em desenvolvimento e com a África, em particular, na área da infraestrutura. Nossas deliberações aportarão elementos sólidos para o desenvolvimento de uma parceria dos Brics com a África baseada na solidariedade e no respeito mútuo.

Quero ressaltar, por fim, que 2014 será um ano especial no Brasil. Não só pela Copa do Mundo, mas também, e aqui nesta reunião, sobretudo, por sermos a próxima sede da Cúpula dos Brics, e muito me alegra a perspectiva de recebê-los em meu país. Estejam certos de que nosso empenho e nossa determinação em reforçar o patrimônio que nós conquistamos até hoje, esse patrimônio de realizações que acumulamos, será honrado nessa VI Cúpula a se realizar no Brasil. Eu queria agradecer, mais uma vez, aos demais presidentes e primeiro-ministro que integram a Cúpula dos Brics, e dizer que, mais uma vez, demos passos importantes em direção ao aprofundamento da nossa cooperação no âmbito dos países Brics.

Muito obrigada.

 

Ouça a íntegra do discurso (06min05s) da Presidenta Dilma