Conversa com a Presidenta

por Portal do Planalto publicado 25/12/2012 09h10, última modificação 03/11/2014 17h42

 

Coluna semanal da Presidenta Dilma Rousseff


 

 

Mensagem de Natal da Presidenta Dilma Rousseff
aos leitores da Coluna Conversa com a Presidenta

 

 

Minhas queridas amigas, meus queridos amigos,

Neste dia de Natal, peço licença a todas as famílias brasileiras para trazer o meu abraço de confraternização. É um momento de festa e também de reflexão. Ao olharmos retrospectivamente para 2012, o primeiro fato que nos enche a todos de orgulho foi termos tirado 16,4 milhões de brasileiros da pobreza extrema. Uma vitória do Brasil, com o Brasil Sem Miséria, por meio da ação Brasil Carinhoso, que complementa o Bolsa Família até assegurar uma renda de R$ 70 por pessoa nas famílias muito pobres com filhos de zero a 15 anos. Também comemoramos a criação de 1,77 milhão de novos postos de trabalho até novembro deste ano - 4 milhões desde 2011. Estamos com o menor desemprego da história, praticamente em pleno emprego, e o poder de compra dos salários continua crescendo. Um milhão de famílias já realizou o sonho da casa própria, com o programa Minha Casa, Minha Vida, e já contratamos mais 1 milhão de novas moradias. É o maior programa do gênero no mundo.

Trabalhamos com afinco para deter os efeitos da crise internacional sobre o nosso país e para fixar as bases do crescimento de 2013, com aumento da competitividade de nossa economia. Ampliamos o crédito para estimular os investimentos privados, diminuímos impostos, juros e desoneramos a folha de pagamento das empresas sem reduzir nenhum direito dos trabalhadores. Mantivemos a inflação sob controle, melhoramos o câmbio e elevamos nossas reservas para US$ 379 bilhões, o que dá mais segurança para o Brasil diante da instabilidade da economia mundial. No início de 2013, a sua conta de luz e a conta das empresas ficarão menores, e o corte será o que eu anunciei. Isso trará redução dos custos de produção e mais empregos. Na infraestrutura, vamos construir 10 mil quilômetros de ferrovias, ampliar e duplicar 7,5 mil quilômetros de rodovias, e expandir e dar mais eficiência aos portos brasileiros. Estamos modernizando nossos grandes aeroportos, e vamos construir e expandir aeroportos regionais. Avançamos na organização da Copa do Mundo de 2014 e dos Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro. As obras do Programa de Aceleração do Crescimento, o PAC, também avançam. Até setembro de 2012, investimos R$ 386 bilhões, do quase R$ 1 trilhão que investiremos até 2014. Em todas essas ações, queremos a parceria com o setor privado, e contamos também com o apoio dos governos estaduais e das prefeituras.

Na educação, essencial para o Brasil superar a pobreza e aumentar a competividade, o Pronatec, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e ao Emprego, já ofereceu 2,5 milhões de vagas para jovens e trabalhadores em cursos profissionalizantes e de capacitação, em parceria com o Sistema S e com os estados. Continuamos ampliando o acesso ao Ensino Superior, por meio da expansão da Rede Federal de Universidades, do ProUni e do Financiamento do Ensino Superior, o Programa Fies. O Ciência sem Fronteiras já proporcionou a 20 mil estudantes brasileiros, apenas neste ano, a oportunidade de estudar nas melhores universidades do mundo.  Até 2014, serão 101 mil beneficiados.  Mas há muito a fazer. Convoco as famílias, professores, diretores de escolas, prefeitos e governadores para a tarefa inadiável de garantirmos a todas as crianças brasileiras o direito à alfabetização até os oito anos de idade. Essa ação, em conjunto com a educação em tempo integral, nos permitirá mudar, de fato, a qualidade da educação no Brasil.

Sou otimista, como todos os brasileiros. Sei dos desafios da crise internacional, mas os momentos de crise podem ser transformados em grandes oportunidades, e esse é o propósito de cada ação que implementamos em 2012. Faço um chamamento a todos os brasileiros para que mantenham sua confiança no Brasil. Aos empresários, para que acreditem e invistam no nosso país. Este é um governo que confia no seu povo, no seu empresariado, que respeita contratos, que se empenha em novas parcerias entre os setores público e privado. 2013 será o ano de ampliarmos ainda mais o diálogo com todos os setores da sociedade, acelerar obras, melhorar a qualidade dos serviços públicos e continuar defendendo o emprego e o salário dos brasileiros. Tenho certeza que teremos um novo ano ainda melhor para todos os brasileiros e brasileiras.

Feliz Natal e próspero Ano Novo para todos vocês.

 

 

Dilma Rousseff
Presidenta da República Federativa do Brasil