Conversa com a Presidenta

por Portal do Planalto publicado 30/10/2012 08h58, última modificação 03/11/2014 17h41
Presidenta Dilma conversa em sua coluna semanal sobre a qualificação profissional na região de Maragogipe/BA; o Programa Crack, é Possível Vencer e sobre o turismo no Brasil

 

 

Coluna semanal da Presidenta Dilma Rousseff

Luciano Estevam Santos, 34 anos, servidor público de Maragogipe (BA) – Presidenta, os jovens de Maragogipe e do Recôncavo não estão preparados para este grande investimento (do Estaleiro do Paraguaçu). Precisamos de cursos de qualificação profissional e de campus da Universidade Federal do Recôncavo Baiano (UFRB) em nossa cidade com cursos de engenharia naval entre outros cursos, com urgência.

Presidenta Dilma – Luciano, a expansão da indústria naval tem gerado milhares de empregos em todo o Brasil e estamos desenvolvendo várias ações para qualificar os trabalhadores para essas oportunidades. Aí em sua cidade, Maragogipe, começamos, neste mês de outubro, cursos do Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás Natural (Prominp), para qualificar 360 profissionais de construção civil para a obra do estaleiro.  Esses trabalhadores serão qualificados na modalidade aluno-empresa, na qual o consórcio contrata o profissional e o Prominp paga metade do custo dos cursos. Faremos muito mais, pois o Prominp vai qualificar também 1.892 pessoas para a construção e montagem, até 2016, de seis sondas de perfuração que serão construídas no estaleiro. O edital para seleção dessas turmas será publicado no segundo semestre de 2013, e você pode acompanhar o processo pelo endereço http://www.prominp.com.br. Além disso, o Ministério da Educação está avaliando a expansão da oferta de qualificação profissional para a região, seja na Universidade do Recôncavo, seja em parceria com o Sistema S, por meio do Pronatec.

Gerson Andrade Pereira, 42 anos, cirurgião dentista de Bom Repouso (MG) – Moro numa cidade de apenas 11 mil habitantes, mas que tem uso abusivo de crack entre adolescentes. O que o governo tem feito nesse sentido?

Presidenta Dilma – Gerson, lançamos em dezembro passado o Programa Crack, é Possível Vencer, que investirá, até 2014, R$ 4 bilhões em ações de saúde e assistência social aos usuários, no enfrentamento ao tráfico e às organizações criminosas e em atividades de prevenção e educação, especialmente para crianças e jovens. Doze estados já aderiram ao Programa, incluindo Minas Gerais, que receberá R$ 476 milhões. Estamos ampliando o número de unidades de acolhimento das atuais 22 para 574, em todo o Brasil, em parceria com instituições com tradição no cuidado de dependentes. Temos ainda 1.864 Centros de Atenção Psicossocial (CAPS), e dentre esses, há 303 especializados na atenção à dependência de álcool e drogas (CAPS-AD), dos quais 20 atendem 24 horas. Estamos ampliando esta rede de atendimento 24 horas por dia, e uma delas ficará em Pouso Alegre, próximo à sua cidade. Estamos também criando 2.462 leitos e reformando outros 1.142 leitos em enfermarias especializadas, para quando for necessário atendimento hospitalar ao dependente de droga. Intensificamos também o combate ao tráfico, com ações bem sucedidas do Plano Estratégico de Fronteiras. Vencer o crack, Gerson, exige investimento e ações articuladas, com as quais estamos totalmente comprometidos.

André Luiz Silva, 28 anos, publicitário em Fortaleza (CE) – Presidenta, o Brasil merece receber mais turistas estrangeiros. No entanto, devemos atrair esses turistas ofertando mais atrativos naturais e culturais e não só mulher e samba. O governo está preocupado com isso?

Presidenta Dilma – Trabalhamos, André Luiz, para oferecer ao turista estrangeiro destinos e roteiros turísticos que reflitam nossa riqueza natural e cultural. Hoje, 276 regiões turísticas têm oferta estruturada em pelo menos um destes 11 segmentos: turismo de aventura, cultural, rural, cinematográfico, ecoturismo, de estudos e intercâmbio, náutico, de negócios e eventos, de pesca, de sol e praia, de saúde e bem-estar. Com o programa Turismo nos Parques, estimulamos a oferta de visitação controlada nos 68 parques nacionais, todos abertos aos turistas. Outra ação importante é o Programa de Qualificação de Museus para o Turismo, ação conjunta dos ministérios do Turismo e da Cultura, que ajudará na modernização dos museus brasileiros, investindo também em capacitação de profissionais para o atendimento ao visitante. Nossa diversidade natural e cultural, André, certamente é um grande trunfo para a promoção do Brasil no exterior, que vamos explorar ainda mais aproveitando os grandes eventos internacionais que sediaremos, como a Jornada da Juventude e a Copa das Confederações, em 2013, a Copa do Mundo de Futebol, em 2014, e as Olimpíadas e Paraolimpíadas, em 2016.

 

Mais Informações
Secretaria de Imprensa da Presidência da República
Departamento de Relacionamento com a Mídia Regional
(61) 3411-1370/1601