Conversa com a Presidenta

por Portal do Planalto publicado 23/10/2012 09h04, última modificação 03/11/2014 17h41
Presidenta Dilma conversa em sua coluna semanal sobre Portal Mais Emprego, democratização e leis de incentivo à cultura e Programa Luz para Todos

Coluna semanal da Presidenta Dilma Rousseff

 

Ana Carolina Lins, 22 anos, desempregada de São Paulo (SP) – Gostaria de perguntar para a presidenta Dilma se o governo dispõe de algum tipo de serviço para que as pessoas que ficarem desempregadas saibam onde há vagas em sua região. Estou desempregada e seria interessante consultar, por exemplo, pela internet, se tem vaga em alguma empresa.

Presidenta Dilma – Ana Carolina, nós já temos, desde setembro de 2011, um sistema assim, para que pessoas que estejam desempregadas possam encontrar uma oportunidade de emprego. Trata-se do Portal Mais Emprego, que apresenta pela internet informações de vagas disponíveis na rede do Sistema Nacional de Emprego (Sine) em todo o Brasil. Há mais de 1,2 milhão de empresas cadastradas, que oferecem uma média de 70 mil postos de trabalho por mês. Por intermédio do portal http://maisemprego.mte.gov.br o trabalhador pode cadastrar-se, atualizar suas informações, inclusive suas experiências e pretensões profissionais, e verificar as vagas de emprego. De janeiro a setembro deste ano, 549.663 trabalhadores já conseguiram emprego por meio do sistema Mais Emprego em todo País. Em 2011, mais de um milhão de pessoas foram atendidas por este sistema. A idéia do governo federal, ao criar o Portal Mais Emprego, foi facilitar a busca de uma nova oportunidade. Mas quem preferir o atendimento pessoal, pode se dirigir à unidade do Sine mais próxima de sua casa.

Lenir Boldrin, 47 anos, gestor cultural em Sorriso (MT) - Gostaria de saber se, tanto quanto a senhora acredita no fim da pobreza e na luta democrática, a senhora desenvolve projetos que possibilitem a democratização da cultura e um melhor uso das leis de incentivo.

Presidenta Dilma – Sim, Lenir, ao longo dos últimos anos, temos desenvolvido programas, projetos e ações para democratizar a produção e o usufruto de bens culturais, com respeito à diversidade cultural brasileira. Já contratamos a construção de 360 Praças dos Esportes e da Cultura, em todos os estados brasileiros, inclusive na sua cidade. Essas Praças fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento, o PAC, e integram, em um mesmo espaço físico, ações culturais, esportivas e de lazer, além de qualificação para o mercado de trabalho, serviços sócio-assistenciais, políticas de prevenção à violência e inclusão digital. Também destaco os 3.703 Pontos de Cultura que já implantamos em todo o Brasil. Em relação à legislação de incentivo, ainda no governo do ex-presidente Lula, encaminhamos ao Congresso Nacional o Projeto de Lei nº 6.722/2010, que revisa a atual Lei Rouanet, com inovações para desconcentrar os recursos e beneficiar mais brasileiros e mais manifestações culturais. Enquanto a nova lei não é aprovada pelo Congresso, estamos aperfeiçoando a gestão da atual Lei Rouanet, implementando o Programa Nacional de Apoio à Cultura, o Pronac, de forma mais democrática. Trabalhamos continuamente, Lenir, para ampliar e democratizar tanto a produção cultural quanto o acesso dos brasileiros à cultura em todo país.                                                                     

Antonio Santos, 18 anos, estudante de Licínio de Almeida (BA) – Moro na Fazenda Serra do Salto, na comunidade de Riacho Fundo, no município de Licínio de Almeida, na Bahia. Eu queria saber se ainda posso ter a esperança de algum dia chegar energia elétrica na minha casa e na dos meus vizinhos.

Presidenta Dilma – Pode sim, Antônio. O programa Luz para Todos já levou energia elétrica a 18 residências da sua comunidade e também chegará à sua família. No seu município, o Programa Luz para Todos já beneficiou 478 famílias, ou quase duas mil pessoas, com investimento de R$ 3,4 milhões. Em todo o estado da Bahia, estamos próximos de atingir a marca de 500 mil famílias beneficiadas com a chegada da luz: até setembro deste ano foram realizadas 494 mil ligações, envolvendo investimento do governo federal superior a R$ 2,2 bilhões. Em todo o Brasil, o Programa Luz para Todos já atendeu quase três milhões de famílias, o que significa que estamos conseguindo realizar o sonho de universalizar o acesso à luz no Brasil. Ainda temos muitas ligações a fazer, como em sua comunidade, e perseguimos o desafio de levar energia elétrica para as pessoas que moram em lugares de acesso mais difícil e em áreas isoladas. Por isso prorrogamos o Programa até dezembro de 2014.

  

Mais Informações
Secretaria de Imprensa da Presidência da República
Departamento de Relacionamento com a Mídia Regional
(61) 3411-1370/1601