Conversa com a Presidenta

por Portal do Planalto publicado 29/05/2012 09h00, última modificação 03/11/2014 17h41
Presidenta Dilma conversa em sua coluna semanal sobre a Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano, duplicação da BR-101Sul em Santa Catarina e investimentos para estimular o turismo

 

 

Coluna semanal da Presidenta Dilma Rousseff

 

 

 

Ana Maria Pereira, 35 anos, dona de casa em Belém (PA) – Li uma reportagem mostrando que o governo mantém um banco de leite humano. Queria saber o que a mulher deve fazer para doar ou receber o leite.

 

Presidenta Dilma – A Rede Brasileira de Bancos de Leite Humano (Rede BLH-SUS) é da Fundação Oswaldo Cruz, vinculada ao Ministério da Saúde. Para fazer doação de leite, Ana Maria, contribuindo para salvar vidas de bebês, ou para que eles cresçam saudáveis, acesse a relação de bancos e postos de coleta na página www.redeblh.fiocruz.br. No Pará, seu Estado, há bancos cadastrados em Belém, Bragança e Santarém. Neste site, há também um espaço para você enviar perguntas sobre a Rede. A distribuição de leite doado segue alguns critérios, como o recém-nascido ter baixo peso, ser portador de imunodeficiência, ser portador de alergia a alguns tipos de proteínas ou a mãe não produzir leite suficiente, entre outros. Nossa rede é a maior do mundo, com 208 Bancos de Leite Humano e 109 Postos de Coleta em funcionamento. De 2007 a 2011, a Rede distribuiu 616,5 mil litros de leite humano pasteurizado de 744,2 mil doadoras. Nesse período foram atendidos 793,2 mil bebês, o que é importantíssimo porque o leite materno é o mais completo para a criança até o sexto mês de vida e possui imunizantes naturais contra várias doenças. Nossa experiência já foi exportada para toda a América Latina, África e até para países europeus, como Portugal e Espanha.

 

Suzana Schlickmann, 25 anos, designer em São Ludgero (SC) – A BR-101, no sul de Santa Catarina, está com obras em ritmo lentíssimo, o que ocasiona longas filas na rodovia. Qual é o prazo para ser concluída a duplicação?

Presidenta Dilma – Suzana, a duplicação da BR-101 Sul em Santa Catarina é uma obra de 238 km, dos quais 222 km já estão concluídos. Portanto, a maior parte da duplicação está pronta. Na semana passada, estive em Laguna e anunciei duas obras necessárias para finalizar a duplicação da BR 101. Uma delas é a nova ponte sobre a Lagoa do Imaruí, com investimentos de R$ 550 milhões, cujo início das obras já foi autorizado, e que trabalhamos para ficar pronta até 2014. A outra é a construção do túnel sob o Morro dos Cavalos, com mais de 2 quilômetros de extensão, orçado em mais de R$ 400 milhões. Já determinei ao Ministério dos Transportes que acelere a conclusão do projeto e a contratação da obra desse túnel. Mas a população já vai sentir as melhorias no trânsito antes mesmo da conclusão, pois vamos alargar a pista atual, que contorna o Morro dos Cavalos, para diminuir mais rapidamente os congestionamentos e aumentar a segurança dos motoristas. Também já foram construídos 169 quilômetros de ruas laterais à BR-101,  94 viadutos e 27 pontes, e 12 pontes antigas foram alargadas. Todas as obras viárias que estamos realizando em Santa Catarina, Suzana, somam mais de R$ 3 bilhões, e vão dar mais fluidez ao fluxo de pessoas e mercadorias pelo Sul do País e para o Mercosul.

 

Ramon Santos, 45 anos, comerciante em Macaé (RJ) – O que fazer para que mais turistas venham conhecer nossas praias?

Presidenta Dilma – Ramon, nós temos investido em campanhas, guias, cartilhas e materiais publicitários, para estimular ainda mais o turismo. Em 2010, a principal motivação que trouxe visitantes estrangeiros ao país foi o lazer nas praias: 60% dos turistas internacionais vieram para cá para aproveitar as belezas de nosso litoral. Em 2011, investimos R$ 180 milhões em ações de divulgação do Brasil no exterior e R$ 26 milhões para estimular o turismo interno. Os resultados mostram que estamos no caminho certo, pois no ano passado tivemos recordes em todos os indicadores, com 79 milhões de desembarques domésticos, 9 milhões de desembarques internacionais e US$ 6,55 bilhões gastos por turistas estrangeiros. No primeiro quadrimestre de 2012, esses gastos atingiram R$ 2,5 bilhões, um aumento de 8,9% em relação ao mesmo período de 2011. Este trabalho de divulgação é acompanhado de investimentos na infraestrutura turística e na capacitação dos profissionais da cadeia turística. Teremos, Ramon, nos próximos anos, uma sequência de grandes eventos, que vão atrair um número significativo de turistas, além de projetar os nossos roteiros no exterior: Jornada Mundial da Juventude, da Igreja Católica, em 2013; Copa das Confederações, também em 2013; Copa do Mundo, em 2014; e os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos, em 2016. Temos tudo para consolidar o Brasil como um dos principais destinos turísticos do mundo.

 

 

Mais Informações

Secretaria de Imprensa da Presidência da República
Departamento de Relacionamento com a Mídia Regional
(61) 3411-1370/1601