Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Café com a Presidenta > Café com a Presidenta > Programa de rádio “Café com a Presidenta”, com a Presidenta da República, Dilma Rousseff

Programa de rádio “Café com a Presidenta”, com a Presidenta da República, Dilma Rousseff

por Portal do Planalto publicado 22/04/2013 08h54, última modificação 03/11/2014 17h27
Presidenta Dilma fala sobre a entrega de máquinas retroescavadeiras, motoniveladoras e ônibus escolares e a compra de ambulâncias para expandir o SAMU

Rádio Nacional, 22 de abril de 2013


 

Luciano Seixas: Olá, bom dia! Eu sou o Luciano Seixas e começa agora mais um Café com a Presidenta Dilma. Bom dia, presidenta!

Presidenta: Bom dia, Luciano! E bom dia para você que nos acompanha aqui no Café hoje!

Luciano Seixas: Presidenta, eu tenho visto que nas suas viagens pelo Brasil afora, a senhora tem visitado obras e também feito várias entregas de equipamentos importantes para a população. Explica pra gente que equipamentos são esses, presidenta?

Presidenta: Olha, Luciano, eu tenho entregue aos prefeitos dos municípios com até 50 mil habitantes máquinas importantes para ajudá-los a melhorar diretamente a vida da população. Entre essas máquinas, estão retroescavadeiras e motoniveladoras, que já começaram a ser entregues. Também nós iremos entregar para cada um desses municípios um caminhão-caçamba. Com isso, queremos ajudar os prefeitos a melhorar as condições das estradas vicinais dos seus municípios, fazer, por exemplo, uma pequena drenagem, construir uma pequena barragem, enfim, fazer melhorias na sua região. Nós contrataremos, ao todo, 4.962 de cada uma dessas máquinas. Um dos nossos objetivos, como eu disse, Luciano, é ajudar as prefeituras a manter as estradas vicinais em boas condições, principalmente, porque, por elas, passa uma parte importante da agricultura familiar brasileira e da agricultura comercial. Passa aquilo que está na nossa mesa. Além disso, por essas estradas vicinais, passam também os ônibus escolares, as ambulâncias do SAMU. Então, Luciano, é muito importante dar condições para que esses municípios do interior do nosso país cresçam e se desenvolvam. Assim, nós melhoramos a distribuição regional da renda e damos aos habitantes do interior do nosso país melhores e maiores oportunidades de melhorar de vida!

Luciano Seixas: Presidenta, os municípios das regiões afetadas pela seca estão recebendo mais equipamentos?

Presidenta: Então, além da retroescavadeira, da motoniveladora, do caminhão-caçamba, eles receberão um caminhão-pipa e uma pá-carregadeira. Sabe por que, Luciano, nós estamos fazendo isso? Porque eles vão poder recuperar, de uma forma mais rápida, açudes e barreiros e também vão poder levar água para a população nos caminhões-pipa, diminuindo os efeitos da estiagem na sua região. Essa iniciativa faz parte de um conjunto de ações do governo federal em parceria com os municípios para enfrentar a pior seca dos últimos 50 anos. Eu quero dizer, Luciano, que, juntando todas as máquinas que nós compramos para recuperar as estradas vicinais e as novas compras de máquinas que estamos fazendo para a região da seca e os municípios da Sudene em situação de emergência, chegamos a um investimento, só nas máquinas, Luciano, em torno de quase R$ 5 bilhões.

Luciano Seixas: Agora eu queria pedir para a senhora falar um pouquinho sobre os outros equipamentos que estão sendo comprados. A gente poderia começar pelos ônibus escolares.

Presidenta: Olha, Luciano, somente no meu governo, compramos 13.440 ônibus escolares até agora, com um investimento de R$ 2,7 bilhões. Esses ônibus fazem parte do programa Caminho da Escola do Ministério da Educação. Este ano, mais 2,6 mil ônibus serão adquiridos. Com eles, beneficiamos crianças de mais de 4 mil municípios de todo o país! Sabe, Luciano, nas viagens que eu fiz agora, só em abril, eu entreguei dezenas desses ônibus para prefeitos dos municípios do interior do Ceará, do Rio Grande do Sul, de Minas Gerais. Eu faço questão de entregar esses ônibus, sabe por que, Luciano? Porque eles permitem que milhões de crianças tenham acesso à educação, principalmente aquelas que vivem nas áreas rurais. Antes dos ônibus do Caminho da Escola, muitas dessas crianças seguiam para as salas de aula em veículos improvisados, nas garupas de bicicleta ou nas traseiras de caminhões, sem nenhuma segurança. Isso, quando não tinham que fazer longas caminhadas para chegar até a escola, às vezes, debaixo de chuva ou de sol a pino.

Luciano Seixas: E esse transporte adequado também dá tranquilidade para as mães, não é, presidenta?

Presidenta: Ah, com certeza, Luciano! Veja só a história da Maria Eduarda de Morais, que mora num sítio perto da cidade de Bom Jesus, lá no Rio Grande do Norte. A Maria Eduarda tem 13 anos e a escola da Maria Eduarda fica a nove quilômetros da casa dela. Antes dos ônibus do Caminho da Escola chegarem ao município de Bom Jesus, a Dona Djaneide, mãe da Maria Eduarda, caminhava uma hora com a menina até o colégio, ou tinha de pagar uma condução, o que era um sacrifício financeiro para ela! Mas tudo mudou para melhor com a chegada dos ônibus do Caminho da Escola. A Dona Djaneide conta que o trajeto agora é feito em vinte minutos e ela está muito mais tranquila, porque sabe que a menina vai direto da casa para a escola e da escola para casa, e ela faz isso com a segurança que o ônibus do Caminho da Escola dá para ela.

Luciano Seixas: Muito bom, presidenta! Podemos falar agora de saúde? A senhora disse que o governo também comprou muitas ambulâncias para expandir o SAMU.

Presidenta: Foi mesmo, Luciano. Você sabe que todo o esforço do meu governo é para cuidar das pessoas e oferecer serviços públicos de qualidade. Por isso, nós compramos ambulâncias para o SAMU. Você e os nossos ouvintes conhecem o SAMU, que é o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência, e que já ganhou a confiança de nossa população. E a gente sabe, Luciano, que é preciso melhorar cada vez mais esse serviço. Foi pensando nisso que nós compramos 2.180 ambulâncias para expandir o SAMU e garantir esse atendimento para a população de 1.000 municípios do nosso país.

Luciano Seixas: Essas compras do governo beneficiam diretamente a população e ainda movimentam a economia, não é mesmo?

Presidenta: É isso mesmo, Luciano. O governo faz muitas compras, porque precisa oferecer bons serviços à população. Mas é importante que o governo use seu poder de compra para estimular as indústrias, gerar empregos e aumentar a renda dos trabalhadores aqui no Brasil. É por isso, Luciano, que nós criamos o PAC Equipamentos, que hoje já chegou a R$ 8 bilhões. No PAC Equipamentos, nós temos um instrumento chamado margem de preferência. Essa margem, ela dá prioridade nas compras aos produtos fabricados no Brasil. Ou seja, ajuda a desenvolver a nossa indústria e a criar empregos no Brasil. Com isso, Luciano, nós garantimos benefícios para a população e também movimentamos vários setores da economia, criando renda e oportunidades para todos.

Luciano Seixas: É uma pena, mas nossa conversa está chegando ao fim. Obrigada, presidenta.

Presidenta: Obrigada, Luciano, uma boa semana e um abraço para os nossos ouvintes.

Luciano Seixas: E você que nos ouve pode acessar o Café com a Presidenta na internet. O endereço é www.cafe.ebc.com.br. Nós voltamos na próxima segunda-feira. Até lá!

 

Ouça a íntegra da entrevista (07min40s) da Presidenta Dilma