Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Café com a Presidenta > Café com a Presidenta > Programa de rádio “Café com a Presidenta”, com a Presidenta da República, Dilma Rousseff

Programa de rádio “Café com a Presidenta”, com a Presidenta da República, Dilma Rousseff

por Portal do Planalto publicado 04/03/2013 08h46, última modificação 03/11/2014 17h28
Presidenta Dilma fala sobre os investimentos para ampliar a oferta de água na região Nordeste

Rádio Nacional, 04 de março de 2013


 

Luciano Seixas: Olá, bom dia! Eu sou o Luciano Seixas e começa agora mais um Café com a Presidenta Dilma. Bom dia, presidenta!

Presidenta: Bom dia, Luciano! E bom dia para você que nos acompanha aqui no Café!

Luciano Seixas: Presidenta, a senhora tem viajado pelo Nordeste para inaugurar e visitar obras que aumentam a oferta de água para a região. Hoje, inclusive, a senhora está indo para a Paraíba. Conta para gente como estão os investimentos nessas obras.

Presidenta: Olha, Luciano, nós estamos fazendo obras em todo o Nordeste. Essas obras, Luciano, são para ampliar a oferta de água, tanto nas grandes cidades como nos pequenos municípios da região do semiárido, que são aqueles que mais sofrem com a seca. O meu governo está investindo, até 2014, mais de R$ 24 bilhões em adutoras, em barragens, fazendo canais, estações de tratamento e redes de abastecimento de água. Muitos recursos, sabe, Luciano, estão sendo investidos também na integração da Bacia do São Francisco, uma obra fantástica, que vai mudar para sempre a realidade do Nordeste. Todas essas obras nós chamamos, Luciano, de obras estruturantes e elas fazem parte do Programa de Aceleração do Crescimento, o PAC. Além delas, Luciano, nós estamos investindo mais R$ 5 bilhões só no programa chamado Água para Todos, para levar cisternas e poços aos lugares mais distantes do semiárido. Veja só se a gente somar todos esses investimentos, nós chegamos a quase R$ 30 bilhões e, com eles, vamos ampliar a oferta de água para toda a população do Nordeste.

Luciano Seixas: Presidenta, a senhora falou de obras estruturantes. Explica para gente por que são estruturantes.

Presidenta: Olha, Luciano, a gente chama de obras estruturantes aquelas que aumentam de forma definitiva a oferta de água em vários municípios. Lá no Nordeste, a maior dessas obras é a integração da Bacia do Rio São Francisco e a minha determinação, Luciano, é que essa obra seja acelerada, aceleradíssima. Nós vamos entregar a obra etapa por etapa, Luciano, e cada uma dessas etapas vai beneficiar cidades inteiras até que, no final de 2015, toda a obra estará pronta. Mas, além da integração da Bacia do Rio São Francisco, Luciano, estamos fazendo muitas outras obras em todo o Nordeste. Olha só, para cada real que investimos na integração da Bacia do Rio São Francisco, nós temos mais dois reais aplicados em barragens e adutoras espalhadas pela região.

Luciano Seixas: E como estão essas obras, presidenta?

Presidenta: Ah, Luciano, você sabe que eu gosto de acompanhar cada obra bem de perto para saber como as coisas estão indo. Hoje, por exemplo, estou indo à Paraíba para ver direitinho as obras do canal das Vertentes Litorâneas. Esse canal, Luciano, para você ter uma ideia, vai levar as águas do Rio São Francisco para 38 municípios. Outra grande obra é o Eixão das Águas, lá no Ceará, que pega água no Castanhão, o maior açude do Brasil, para levar água até Fortaleza. É uma distância, Luciano, de 260km. Veja só, essa obra é fundamental, porque ela evita um colapso no abastecimento de água lá em Fortaleza. Aliás, eu fui lá na Bahia recentemente para inaugurar a primeira parte da Adutora do Algodão, que já está beneficiando mais de 100 mil moradores na região de Guanambi. E ainda, Luciano, também estive no Piauí visitando as obras do Sistema Piaus, que está quase pronto.

Luciano Seixas: Quantas obras, hein, presidenta?!

Presidenta: E não parou por aí, não, tem mais. Nas próximas semanas, eu vou a Alagoas ver o Canal do Sertão Alagoano, que vai levar as águas do São Francisco para o sertão por um canal que já tem 78km em obras. Também, Luciano, eu vou a Pernambuco ver de perto a adutora que estamos construindo em pleno Sertão do Pajeú, um das regiões mais secas do nosso Nordeste. Essa adutora, Luciano, a Adutora do Pajeú, já está levando água para a Serra Talhada, para alegria de 80 mil pessoas que lá moram. A Dona Regina dos Santos, por exemplo, quase não acreditou quando saiu água limpa da torneira da casa dela. Por muitos anos, a água que chegou na casa da Dona Regina, lá na periferia de Serra Talhada, era pouca, era barrenta, impossível de beber. E a Dona Regina era obrigada a comprar, toda semana, pelo menos um balde com 50 litros de água limpa para dar de beber a seus quatro filhos. Veja como a vida da Dona Regina mudou.

Luciano Seixas: E como estão os investimentos do Água para Todos que a senhora falou no início do Café?

Presidenta: Olha, Luciano, foi bom você voltar a esse tema. Desde o início do meu governo, nós já instalamos 260 mil cisternas nas casas e nos povoados do semiárido. E vamos instalar, para você ter uma ideia, mais 240 mil cisternas só este ano. Essas cisternas, sabe, Luciano, são importantíssimas, porque elas permitem que as famílias armazenem a água da chuva ou mesmo armazenem a água recebida de carros-pipa sem ter que andar, às vezes, quilômetros e quilômetros para buscar água e carregá-la em baldes ou em latas.

Luciano Seixas: Há, também, medidas emergenciais, não é, presidenta?

Presidenta: Tem, sim, medidas emergenciais, Luciano. Nesse momento em que o Nordeste passa por uma seca, das mais intensas das últimas décadas, a nossa maior preocupação é diminuir o sofrimento das famílias. Por isso, Luciano, estamos fazendo a maior Operação Carro-Pipa já vista nesse país. Veja você que 4.624 carros-pipa, Luciano, contratados pelo governo federal, estão distribuindo água sob a coordenação do Exército Brasileiro em 750 municípios do semiárido. Os governos estaduais, Luciano, também estão mobilizados. Eles contrataram quase 2 mil carros-pipa. E com isso, Luciano, esses carros-pipa dos governos estaduais e aqueles que nós contratamos estão garantindo água para o consumo de mais de 3 milhões de pessoas.

Luciano Seixas: Presidenta, infelizmente, a nossa conversa está chegando ao fim.

Presidenta: Antes de terminar, eu quero dizer que todo o nosso esforço é para enfrentar esse desafio importantíssimo para o nosso país, que é o de universalizar o acesso à água. Porque eu sei, Luciano, que assim como a luz, quando chega em uma casa, transforma para sempre a vida das pessoas, a água também, Luciano. E para muito melhor. Obrigada, Luciano. E uma boa semana para você e para os nossos ouvintes!

Luciano Seixas: Obrigado, presidenta. Uma boa viagem! Você que nos ouve pode acessar o Café com a Presidenta na internet. O endereço é www.cafe.ebc.com.br. Nós voltamos na próxima segunda-feira. Até lá!