Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Café com a Presidenta > Café com a Presidenta > Programa de rádio “Café com a Presidenta”, com a Presidenta da República, Dilma Rousseff

Programa de rádio “Café com a Presidenta”, com a Presidenta da República, Dilma Rousseff

por Portal do Planalto publicado 10/12/2012 08h38, última modificação 03/11/2014 17h28
Presidenta Dilma fala sobre o programa Minha Casa, Minha Vida

Rádio Nacional, 10 de dezembro de 2012


 

Luciano Seixas: Olá, você, em todo o Brasil, eu sou o Luciano Seixas e começa agora mais um Café com a Presidenta Dilma. Bom dia, presidenta!

Presidenta: Bom dia, Luciano! E Bom dia para você que nos acompanha aqui no Café!

Luciano Seixas: Presidenta, a senhora anunciou, na semana passada, um resultado importantíssimo do programa Minha Casa Minha Vida. Conta para a gente, que resultado foi esse?

Presidenta: Olha, Luciano, nós comemoramos a entrega de 1 milhão de casas do programa Minha Casa Minha Vida. Veja você, 1 milhão de famílias brasileiras já realizaram, Luciano, o sonho da casa própria com a ajuda do Minha Casa Minha Vida. É uma grande emoção para nós, um momento histórico para o país e uma mudança, Luciano, na vida das pessoas, brasileiros e brasileiras, que recebem sua casa própria. Mais da metade dessas famílias têm renda mensal de até R$ 1.600,00. Isso mostra que o programa está ajudando, Luciano, quem ganha menos, quem realmente precisa. Sem o Minha Casa Minha Vida, Luciano, eu tenho certeza, muitas dessas famílias ainda estariam morando de aluguel, morando em lugares muito precários ou até morando de favor na casa de parentes. Esse programa, Luciano, está transformando a vida das pessoas, porque é na nossa casa que nós criamos os filhos, nós recebemos os amigos, nós desenvolvemos os laços afetivos, nós nos sentimos seguros e protegidos. Enfim, construímos aquilo que se chama lar.

Luciano Seixas: Presidenta, no total, quantas casas a mais vão ser contratadas pelo Minha Casa Minha Vida até 2014?

Presidenta: Olha, Luciano, nossa meta até 2014 é contratar 3,4 milhões de casas. Eu tenho certeza, Luciano, que vamos atingir essa meta, porque, veja só, conta aqui, faz essa conta comigo, Luciano: nós já entregamos aquele 1 milhão de casas que eu acabei de falar. Pois, muito bem. Além delas, já temos 1 milhão de casas contratadas. Isso significa que falta contratar mais 1,4 milhão de casas até 2014. Você se lembra que muita gente duvidava do programa quando lançamos lá em 2009, ainda no governo do presidente Lula, o Minha Casa Minha Vida. Pois é. Mas nós conseguimos contratar, construir e entregar as casas. Além de realizar, veja, Luciano, o sonho da casa própria para milhões de famílias, os investimentos que fazemos na construção das moradias movimentam a economia e geram emprego e renda para milhões de brasileiros, Luciano.

Luciano Seixas: Presidenta, a senhora pode explicar para os nossos ouvintes quem pode comprar uma casa pelo Minha Casa Minha Vida?

Presidenta: Claro, Luciano. O Minha Casa Minha Vida atende as famílias que ganham até R$ 5 mil por mês e para cada faixa de renda há uma regra. Para as famílias mais pobres, com renda até R$ 1.600,00, o governo paga mais de 90% do valor da casa e a prestação não pode passar de 5% da renda da família ou, no mínimo, R$ 25,00.

Luciano Seixas: A família paga só 5% da renda de prestação?

Presidenta: É isso, sim, Luciano. E a família ainda tem dez anos para pagar a casa. Esse é o caso, por exemplo, da Ana Maria de Jesus, lá em Anápolis, no interior de Goiás, Luciano. A Ana Maria tem 56 anos e morava de favor na casa do irmão desde que chegou em Anápolis, há 17 anos. Com R$ 644,00 que a Ana Maria ganha como copeira, ela não conseguia pagar aluguel nem comprar um imóvel até que a Ana Maria fez a inscrição no programa Minha Casa Minha Vida lá na prefeitura de Anápolis. E, veja só, no início desse ano, a Ana Maria foi chamada para assinar o contrato. Agora, ela tem a sua casa com dois quartos, sala, cozinha e banheiro, tudo com cerâmica. E a Ana Maria paga apenas R$ 32,20 por mês de prestação. Ela nos conta, Luciano, que está muito feliz e agora começou a juntar dinheiro para deixar a casa ainda mais bonita, com móveis e armários novinhos.

Luciano Seixas: Que bom para a Ana Maria, presidenta. E como funciona o programa para quem tem uma renda maior que R$ 1.600,00?

Presidenta: Sabe, Luciano, recentemente, nós melhoramos ainda mais as condições de financiamento para as outras faixas de renda do Minha Casa Minha Vida, que são aquelas famílias que recebem entre R$ 1.600,00 e R$ 5 mil por mês. Primeiro, Luciano, nós ampliamos para R$ 3.275,00, Luciano, veja só, R$ 3.275,00 o limite de renda das famílias que podem receber subsídio, ou seja, a ajuda que o governo dá para a compra da casa. Também aumentamos o valor desse subsídio, que pode chegar a R$ 25 mil. Já para as famílias que ganham de R$ 3.275,00 até R$ 5 mil, nós pagamos, Luciano, uma parte do seguro, que é usado nos casos de morte ou invalidez.

Luciano Seixas: Quantas notícias boas, presidenta.

Presidenta: As notícias são ótimas e nós vamos continuar trabalhando para melhorar cada vez mais a vida das famílias brasileiras. Eu sempre digo, Luciano: cada empreendimento do Minha Casa Minha Vida é mais um tijolo na construção de um Brasil melhor, de um Brasil mais justo. Nossa tarefa, Luciano, é levantar todas as paredes para construir as bases sólidas de um Brasil desenvolvido, de um Brasil com oportunidades para todos os brasileiros.

Luciano Seixas: Presidenta, infelizmente, o nosso tempo hoje chegou ao fim. Obrigado por mais esse Café.

Presidenta: Olha, Luciano, muito obrigada. Uma boa semana para você e para os nossos ouvintes!

Luciano Seixas: Você que nos ouve pode acessar este programa na internet, o endereço é www.cafe.ebc.com.br. Nós voltamos na próxima segunda-feira. Até lá!

 

Ouça a íntegra da entrevista (06min20s) da Presidenta Dilma