Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Café com a Presidenta > Café com a Presidenta > Programa de rádio “Café com a Presidenta”, com a Presidenta da República, Dilma Rousseff

Programa de rádio “Café com a Presidenta”, com a Presidenta da República, Dilma Rousseff

por Portal do Planalto publicado 05/11/2012 08h34, última modificação 03/11/2014 17h28
Presidenta Dilma fala sobre medidas de prevenção e combate à seca no país

Luciano Seixas: Olá, você em todo o Brasil, eu sou o Luciano Seixas e começa agora mais um Café com a Presidenta Dilma. Bom dia, presidenta!

Presidenta: Bom dia, Luciano! E bom dia a você que nos acompanha aqui no Café! 

Luciano Seixas: Presidenta, hoje, eu queria voltar a conversar com a senhora sobre a seca, que ainda está afetando muito o Nordeste e o norte de Minas.

Presidenta: Olha, Luciano, a situação no semiárido do Nordeste e do norte de Minas continua muito grave, por causa da estiagem, uma das piores dos últimos 40 anos. Eu tenho acompanhado de perto essa situação, Luciano, e, ao longo deste ano, autorizei várias medidas importantes para proteger a população que está sofrendo com a seca. Nós recriamos o Bolsa Estiagem, pagando R$ 400,00 para a população pobre, atingida pela seca. Antecipamos o pagamento do Garantia Safra em R$ 680,00 e contratamos 4.082 carros-pipa para o Exército distribuir água. Estamos construindo cisternas e recuperando poços artesianos de forma acelerada. Repassamos R$ 115 milhões para os governos estaduais reforçarem suas ações. Nós estamos enfrentando o problema com determinação. O prolongamento da seca vai exigir de nós mais medidas de apoio à população atingida e é por isso que eu vou anunciar agora mais ações para continuar apoiando os brasileiros e as brasileiras que estão sofrendo com a seca. 

Luciano Seixas: Que medidas são essas, presidenta?

Presidenta: Em primeiro lugar, Luciano, nós vamos ampliar a Operação Carro-Pipa. Eu autorizei o Exército Brasileiro a contratar mais 906 carros-pipa, que vão se juntar aos 4.082 que já estão levando água para a população do Nordeste e do norte de Minas Gerais. Esta é, com certeza, Luciano, a maior Operação Carro-Pipa já feita no nosso país em todos os tempos. Também repassamos recursos para os estados, que já contrataram mais de 2 mil carros-pipa. Todo esse esforço, Luciano, é porque a nossa maior preocupação é garantir água para o consumo das famílias.

Luciano Seixas: A senhora tem outras novidades, presidenta?

Presidenta: Tenho sim, Luciano. Nós vamos prorrogar por dois meses o Bolsa Estiagem, pagando mais duas parcelas de R$ 80,00. Veja só, cada uma das famílias beneficiadas com o Bolsa Estiagem vai receber, no total, não mais R$ 400,00, mas R$ 560,00. Esta renda que transferimos com o Bolsa Estiagem é, para muitas famÌlias, Luciano, a única alternativa para não passar fome, porque, sem a produção agrícola, elas não têm o que comer e nem o que vender no mercado. 

Luciano Seixas: E os agricultores que recebem o Garantia Safra, presidenta?

Presidenta: Também para esses agricultores o governo federal vai pagar mais duas parcelas de R$ 136,00 por conta do prolongamento da seca. Ou seja, além do valor do Garantia Safra, de R$ 680,00, eles vão receber duas parcelas de R$ 136,00 a mais, totalizando R$ 272,00, que serão bancados exclusivamente pelo governo federal. Veja você, Luciano, com mais dois meses de Bolsa Estiagem e dois meses do Garantia Safra, nós estamos garantindo renda para 1,5 milhão de famílias que vivem no semiárido. Tem mais uma medida importante, Luciano. Nós prorrogamos, até fevereiro de 2013, a venda de milho a um preço bem menor que o do mercado para os pequenos agricultores, e vamos melhorar também o sistema de distribuição para que o milho mais barato chegue a quem mais precisa.

Luciano Seixas: Presidenta, mas a prevenção contra a seca também se faz com obras estruturantes, não é mesmo?

Presidenta: É verdade, Luciano. Por isso, nós estamos investindo pesado em obras que vão dar soluções definitivas para a falta de água na região do semiárido. Algumas obras já estão concluídas, outras estão em andamento. Obras como o Eixão das Águas, as barragens do Missi e do Riacho da Serra, no Ceará, estão reforçando o abastecimento de água na região. Tem também, Luciano, a Adutora do Pajeú, Adutora do Agreste, lá em Pernambuco, as Vertentes Litorâneas na Paraíba, a Barragem do Atalaia, no sul do Piauí, o Sistema Adutora Alto Oeste, no Rio Grande do Norte, e o Canal do Sertão Alagoano, lá em Alagoas. Não sei se você sabe, Luciano, mas nessa sexta-feira eu vou lá em Guanambi, na Bahia, inaugurar a Adutora do Algodão, que vai levar água para 140 mil pessoas. Obras como essas e como as obras da transposição do Rio São Francisco preparam o semiárido para enfrentar em melhores condições as próximas estiagens. Luciano, eu também vou me encontrar com todos os governadores do Nordeste, em Salvador, para discutir a situação da estiagem e reafirmar minha decisão de tomar todas as medidas necessárias para amparar o nosso povo guerreiro e batalhador, que está sofrendo muito com a seca. 

Luciano Seixas: Presidenta, nós temos que terminar o programa porque o nosso tempo chegou ao fim. Obrigado por mais esse Café.

Presidenta: Olha, Luciano, eu agradeço muito a sua companhia e a dos nossos ouvintes aqui no Café. Até a semana que vem, Luciano! 

Luciano Seixas: Você que nos ouve pode acessar este programa na internet, o endereço é www.cafe.ebc.com.br. Nós voltamos na próxima segunda-feira. Até lá!

 

Ouça a íntegra da entrevista (06min06s) da Presidenta Dilma.