Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Café com a Presidenta > Café com a Presidenta > Programa de rádio “Café com a Presidenta”, com a Presidenta da República, Dilma Rousseff

Programa de rádio “Café com a Presidenta”, com a Presidenta da República, Dilma Rousseff

por Portal do Planalto publicado 29/10/2012 08h30, última modificação 03/11/2014 17h28
Presidenta Dilma fala sobre o Pronatec

 

Luciano Seixas: Olá, bom dia! Eu sou o Luciano Seixas e começa agora mais um Café com a Presidenta Dilma. Bom dia, presidenta!

Presidenta: Bom dia, Luciano! E bom dia para você que nos acompanha aqui no Café! 

Luciano Seixas: Presidenta, o Pronatec, que é o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego, está completando um ano. Explica para a gente qual a importância desse programa para os jovens e para o Brasil.

Presidenta: Olha, Luciano, o Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e ao Emprego, o Pronatec, é um programa importantíssimo, porque ele amplia o acesso dos nossos jovens ao ensino técnico, oferecido nas escolas federais e estaduais, e também nas escolas do Senai e do Senac. Em um ano, Luciano, 720 mil alunos já se matricularam no ensino técnico, e queremos ampliar esse número ainda mais. Com o Pronatec, nós queremos que o país, cada vez mais, tenha uma geração de jovens com formação técnica de qualidade, capazes de melhorar os nossos produtos e serviços e contribuir para ampliar a competitividade da nossa economia, Luciano. 

Luciano Seixas: O Pronatec contribui para melhorar na qualidade do Ensino Médio no país, não é, presidenta?

Presidenta: É, Luciano, contribui sim. Com o Pronatec, nós estamos fortalecendo o Ensino Médio integrado, direcionado para a formação profissional, o que torna a escola muito mais atraente e, por isso, reduz a evasão escolar. O Pronatec oferece à economia uma mão de obra da mais alta qualidade, porque as disciplinas do curso técnico são integrdas às disciplinas do Ensino Médio regular, proporcionando maior embasamento científico e tecnológico para o estudante. Veja você, Luciano: nós estamos expandindo a Rede Federal de Educação Profissional Científica e Tecnológica. Somente neste ano, 76 novas escolas técnicas federais começaram a funcionar. Até o final do meu governo, nós vamos construir mais 132 escolas federais. Com todo esse esforço, Luciano, o Pronatec está formando os técnicos para trabalhar nas mais diversas áreas, como, por exemplo, mecânica, eletrotécnica, informática, automação industrial, turismo, saúde, petróleo e gás, e dezenas de outras disciplinas que vão ajudar o Brasil a se desenvolver e ter uma economia cada vez mais moderna e competitiva.

Luciano Seixas: Presidenta, explica para a gente como é a participação do Senai e do Senac no Pronatec?

Presidenta: Olha, Luciano, o Senai e o Senac, eles oferecem matrículas gratuitas em cursos técnicos de alto nível, com professores qualificados, laboratórios equipados e material didático muito bem elaborado. O Senai está investindo, Luciano, R$ 1,5 bilhão, financiados pelo BNDES, para construir 53 novas escolas e modernizar e ampliar 251 escolas já existentes. Tem outra coisa, Luciano, muito importante: o Senai fez um acordo com o instituto alemão, Fraunhofer, que é ligado à Federação das Indústrias da Alemanha e que é um instituto de excelência em pesquisa e inovação. Esse instituto alemão está ajudando o Senai a montar 85 centros de inovação e de serviços tecnológicos por todo o país, o que vai beneficiar, Luciano, os nossos jovens e as nossas indústrias. Tudo isso ajuda a melhorar o ensino nas escolas do Senai, que atraem cada vez mais estudantes. Foi isso que aconteceu, por exemplo, com a Tássia dos Santos, uma jovem de 17 anos, lá de Salvador, na Bahia. A Tássia faz o Ensino Médio em uma escola pública e, à tarde, faz o ensino técnico na área de petróleo e gás em uma escola do Senai. A Tássia conta que o curso é ótimo, que eles visitam sondas de perfuração virtuais, que eles têm aulas práticas em bons laboratórios e que os professores, Luciano, têm muita experiência na área.

Luciano Seixas: Presidenta, além dos jovens, o Pronatec também está ajudando os trabalhadores?

Presidenta: Está sim, Luciano. Com o Pronatec, 700 mil trabalhadores já foram matriculados nos cursos de qualificação profissional para aprimorar seus conhecimentos ou aprender uma nova profissão. São cursos, por exemplo, de manutenção e operação de computadores, eletricista, auxiliar administrativo, soldador, esteticista, almoxarife, auxiliar de operação e logística, azulegista, pedreiro. Todo o nosso esforço é para qualificar os nossos jovens e nossos trabalhadores em todo o país e aumentar a competitividade das nossas empresas, o que ajuda a melhorar os salários dos trabalhadores e a fazer a renda das famílias crescer ainda mais. 

Luciano Seixas: Presidenta, infelizmente, o nosso tempo hoje chegou ao fim. Obrigado por mais esse Café.

Presidenta: Olha, Luciano, antes de terminar, eu queria dizer para os nossos ouvintes que todas as informações sobre as vagas do Pronatec estão na internet, no site pronatec.mec.gov.br. Uma boa semana para você e para todos os nossos ouvintes! 

Luciano Seixas: E o Café com a Presidenta também pode ser acessado pela internet, o endereço é www.cafe.ebc.com.br. Nós voltamos na próxima segunda-feira. Até lá!

 

Ouça a íntegra da entrevista (06min24s) da Presidenta Dilma.