Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Café com a Presidenta > Café com a Presidenta > Programa de rádio “Café com a Presidenta”, com a Presidenta da República, Dilma Rousseff

Programa de rádio “Café com a Presidenta”, com a Presidenta da República, Dilma Rousseff

por Portal do Planalto publicado 23/07/2012 08h47, última modificação 03/11/2014 17h28
Presidenta Dilma fala sobre as Olimpíadas e o Bolsa Atleta

Rádio Nacional, 23 de julho de 2012

 

Max Gonçalves: Olá, bom dia! Eu sou o Max Gonçalves e começa agora mais um Café com a Presidenta Dilma. Bom dia, Presidenta!

Presidenta: Bom dia, Max! E bom dia a você, ouvinte, que nos acompanha aqui no Café!

Max Gonçalves: Presidenta, os Jogos Olímpicos começam esta semana em Londres, a senhora vai acompanhar a cerimônia de abertura da Olimpíada?

Presidenta: Ah, Max, eu vou sim. Viajo esta semana para Londres, para a abertura dos Jogos Olímpicos, que é uma grande festa do esporte internacional. Duzentos e cinquenta e nove atletas vão representar o Brasil nesta Olimpíada. Eles se prepararam bastante e têm grandes chances nos jogos de Londres. Eu já tive a oportunidade de encontrar com alguns deles e percebi uma coisa fantástica: é um grupo cheio de garra e de determinação. Cada atleta da nossa equipe é um exemplo de persistência, de muita dedicação e tem uma história de superação para contar. Sabe por quê, Max? Porque chegar a uma Olimpíada é uma grande conquista, um orgulho para suas famílias e para todos nós.

Max Gonçalves: Presidenta, e como o governo ajuda na preparação desses atletas?

Presidenta: Olha, Max, a nossa principal forma de apoio a esses esportistas é o Bolsa Atleta, que é, hoje, o maior programa de auxílio individual e direto aos esportistas no mundo. Para você ter uma ideia da importância desse programa, dos 259 atletas que vão participar dos Jogos de Londres, 111 recebem o Bolsa Atleta. Não sei se você sabe, Max, mas o Bolsa Atleta apóia desde os esportistas que estão começando a carreira até aqueles que já competem em Olimpíadas ou Paraolimpíadas. Esse, Max, é um benefício importante, porque permite que o atleta se dedique com muito mais tranquilidade aos treinamentos e às competições. Hoje, mais de 4 mil esportistas de todo o país recebem o Bolsa Atleta. Só neste ano, nós estamos investindo mais de R$ 60 milhões no programa. O Bolsa Atleta, Max, vai ajudando a construir a história de sucesso de cada um deles. É o que está acontecendo, por exemplo, com a Damiris – um dos destaques do nosso basquete em Londres. Ela tem 19 anos, e foi eleita a melhor jogadora do Campeonato Mundial Júnior, em 2011, quando o Brasil conquistou a medalha de bronze. Este ano, a Damiris foi convocada para a seleção olímpica. O Bolsa Atleta é um reconhecimento dos nossos grandes talentos e um investimento no futuro do esporte brasileiro.

Max Gonçalves: Quando a gente fala em atletas olímpicos, o acesso à tecnologia esportiva também é muito importante, não é, Presidenta?

Presidenta: Ah, Max, é importantíssimo. Por isso nós estamos investindo R$ 200 milhões, neste ano, para preparar nossas seleções e modernizar os centros de treinamento. Um exemplo desses centros é o Jayme Navarro de Carvalho, lá em Vitória. Ele está passando por uma ampla reforma em uma parceria com o governo do Espírito Santo. O objetivo é torná-lo um espaço de excelência na formação e na preparação de atletas. Só nesse centro, o governo federal está investindo R$ 13 milhões em equipamentos esportivos para os treinos de basquete, vôlei, futebol de salão, ginástica artística e natação.

Max Gonçalves: Presidenta, para formar novos atletas é preciso incentivar a prática de esporte por toda a população, não é?

Presidenta: É verdade, Max. Por isso o governo já está investindo R$ 1 bilhão na construção e na cobertura de mais de 2.800 quadras esportivas nas escolas públicas em todo o país. Até 2014, vamos construir 6 mil quadras e vamos cobrir outras 4 mil. Porque é na quadra da escola, nas aulas de educação física, que a maioria das crianças tem o primeiro contato com o esporte. É uma oportunidade para muitos deles revelarem seus talentos, terem uma vida mais saudável e se apaixonarem pelo esporte. O estímulo à prática do esporte tem sido também muito importante para as crianças e os jovens das comunidades mais pobres. O objetivo do governo é que eles permaneçam na escola e, assim, tenham a oportunidade para crescer e melhorar de vida. Você sabe, Max, o espetáculo que a gente vê na Olimpíada, muitas vezes, começou lá na escola. É o sonho de criança que se transforma na conquista de toda uma nação. Esse sonho, também, vai ser estimulado com a realização dos Jogos Olímpicos aqui no Brasil em 2016, no Rio de Janeiro. Estamos investindo na estrutura do país para fazer a melhor Olimpíada da história.

Max Gonçalves: Presidenta, infelizmente, o nosso tempo de hoje chegou ao fim.

Presidenta: Antes de terminar o programa, Max, eu queria deixar uma mensagem para os nossos atletas que estão lá em Londres. Eu quero dizer a eles que tenham muita determinação e muita coragem, e que eles podem contar com a nossa torcida e o carinho de todos nós, brasileiras e brasileiros. Um bom dia, Max, para você e para todos os ouvintes que nos acompanharam até agora.

Max Gonçalves: Obrigado, Presidenta. Você que nos ouve pode acessar este programa na internet, o endereço é www.cafe.ebc.com.br. Nós voltamos na próxima segunda-feira, até lá!