Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Café com a Presidenta > Café com a Presidenta > Programa de rádio “Café com a Presidenta”, com a Presidenta da República, Dilma Rousseff

Programa de rádio “Café com a Presidenta”, com a Presidenta da República, Dilma Rousseff

por Portal do Planalto publicado 21/05/2012 09h01, última modificação 03/11/2014 17h27
Presidenta Dilma fala sobre o Plano Nacional de Banda Larga

Rádio Nacional, 21 de maio de 2012


 

Luciano Seixas: Olá, você, em todo o Brasil, eu sou o Luciano Seixas e começa agora mais um Café com a Presidenta Dilma. Bom dia, Presidenta!

Presidenta: Bom dia, Luciano! E bom dia para você, ouvinte, que nos acompanha aqui no Café!

Luciano Seixas: Presidenta, hoje eu queria conversar com a senhora sobre a inclusão digital. A gente tem observado que aumentou muito o acesso dos brasileiros à internet, não é mesmo?

Presidenta: Olha, Luciano, do início do ano passado para cá, as ligações de internet em banda larga quase dobraram. Chegamos agora a mais de 72 milhões de ligações em banda larga, em todo o Brasil. Outro dado muito importante, Luciano, é que as conexões à internet também estão chegando às casas das famílias brasileiras. Cerca de 6 milhões de famílias que não acessavam a internet em casa passaram a contar com esse serviço, com o Plano Nacional de Banda Larga.

Luciano Seixas: E qual a importância de as pessoas terem acesso a uma internet de qualidade, Presidenta?

Presidenta: É importantíssimo, por exemplo, Luciano, para a educação! Para que os jovens tenham acesso ao conhecimento de forma rápida, o contato com as mais diversas culturas, com bibliotecas. Enfim, com a internet, Luciano, não importa se um brasileiro ou uma brasileira mora numa cidade grande, no interior ou no meio da floresta, porque ele pode ter acesso ao que está acontecendo em todas as partes do mundo. E mais, Luciano, ele mesmo poderá compartilhar com o mundo o seu conhecimento, a sua cultura e suas opiniões e as opiniões de todos aqueles que o cercam.

Luciano Seixas: Presidenta, toda essa informação e esse conhecimento, disponíveis na internet, estão chegando às nossas escolas?

Presidenta: Ah, Luciano, estão sim. Hoje, 95% das escolas públicas urbanas de Ensino Fundamental e de Ensino Médio têm conexão de internet em banda larga. Veja bem: isso significa que 32 milhões de estudantes e 1,5 milhão de professores podem buscar, na rede mundial de computadores, mais conhecimento, mais informação, mais dados sobre aquilo que aprendem e o que ensinam nas nossas escolas.

Luciano Seixas: Presidenta, como o professor pode usar os recursos da internet para melhorar a educação no Brasil?

Presidenta: O acesso à internet nas escolas, Luciano, ajuda os professores de duas maneiras: permite que eles melhorem sua formação profissional, e serve de apoio também para as aulas que eles vão dar para os estudantes, o que é, de fato, algo extremamente relevante. O professor pode acessar arquivos de áudio e arquivos de vídeo, pode passar um filme para os seus alunos! Tem acesso a livros on-line e recursos que podem tornar as suas aulas muito mais atrativas. Eu volto a dizer, Luciano, levar a internet para as escolas da rede pública é garantir igualdade de condições de desenvolvimento e aprendizado a todas as crianças brasileiras desde o início da vida escolar.

Luciano Seixas: A senhora falou da educação básica, Presidenta, mas como está a conexão nas universidades e nas escolas técnicas?

Presidenta: Nas universidades, nos hospitais universitários e nas escolas técnicas, Luciano, nós temos a Rede Nacional de Educação e Pesquisa – uma rede de altíssima velocidade que vai chegar a todos os 735 campus do interior e das capitais, até 2014. Com essa rede, Luciano, nós conseguimos atrair novos mestres e doutores que podem trabalhar, inclusive, à distância na formação de professores, na pesquisa científica e na telemedicina.

Luciano Seixas: Esse é mesmo um mundo fascinante, Presidenta, por isso tanta gente hoje quer ter um computador conectado à internet!

Presidenta: Ah, é um mundo fascinante sim, Luciano. O Brasil já é o terceiro maior mercado de computadores do mundo, o que significa que mais pessoas estão buscando entrar no mundo do conhecimento e da informação por meio da internet. Graças a uma série de medidas do governo federal, como o corte de impostos, os computadores e os notebooks, e até mesmo alguns modelos de tablets, estão cada vez mais baratos. Isso também, Luciano, ajuda a movimentar nossa indústria, gerando cada vez mais empregos de qualidade.

Luciano Seixas: E o serviço de banda larga vai continuar sendo expandido no Brasil, Presidenta?

Presidenta: O meu governo, Luciano, quer estimular cada vez mais a expansão do serviço de banda larga. E, sabe Luciano, quando eu falo banda larga é banda larga, não é essa capacidade que estão vendendo ainda no Brasil. É que o nosso país tem necessidade de caminhar para valores acima de 5 megabits. O governo federal vai investir diretamente, por meio da Telebrás, na ampliação de redes que levem a internet a todas as regiões do país. Ao mesmo tempo, temos cobrado das empresas privadas, que elas aumentem o investimento para permitir que, a cada dia, o acesso à internet seja mais rápido e vendido a um preço justo, aquele que a população possa pagar e que, também, remunere o investidor. Porque, com o acesso à internet rápida, nós vamos criar inúmeras oportunidades para mais brasileiros e para mais brasileiras. E, assim, vamos reduzir as desigualdades entre ricos e pobres.

Luciano Seixas: Presidenta, a conversa está boa, mas, infelizmente, nosso tempo hoje acabou. Obrigado por mais esse Café.

Presidenta: Uma boa semana para você e para nossos ouvintes!

Luciano Seixas: Você que nos ouve pode acessar esse programa na internet, o endereço é www.cafe.ebc.com.br. Nós voltamos na próxima segunda-feira, até lá!

 

Ouça a íntegra da entrevista (06min15s) da Presidenta Dilma