Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Café com a Presidenta > Café com a Presidenta > Programa de rádio “Café com a Presidenta”, com a Presidenta da República, Dilma Rousseff

Programa de rádio “Café com a Presidenta”, com a Presidenta da República, Dilma Rousseff

por Portal do Planalto publicado 19/03/2012 09h24, última modificação 03/11/2014 17h27
A presidenta Dilma fala sobre o Bolsa Atleta e sua contribuição para os Jogos Olímpicos de Londres

 

Rádio Nacional, 19 de março de 2012

 

Luciano Seixas: Olá, amigos. Eu sou o Luciano Seixas e começa agora mais um "Café" com a presidenta Dilma. Bom dia, Presidenta.

Presidenta: Bom dia, Luciano. E bom dia aos nossos ouvintes.

Luciano Seixas: Presidenta, o esporte brasileiro recebeu uma boa notícia na semana passada, não é mesmo?

Presidenta: Olha, Luciano, uma ótima notícia. Nós divulgamos a lista dos esportistas que receberão o Bolsa Atleta. Essa bolsa é o investimento do governo federal nos atletas brasileiros. Neste ano, Luciano, nós ampliamos em mais de 30% o número de beneficiados do Programa, e vamos conceder 4.243 bolsas a atletas de 53 modalidades olímpicas e paraolímpicas. É um estímulo ao desenvolvimento do esporte brasileiro, um investimento no Brasil, no time do Brasil.

Luciano Seixas: Além de beneficiar mais atletas, tem mais novidade no Programa para este ano?

Presidenta: Ah tem, sim, Luciano. A partir de agora, o Bolsa Atleta vai apoiar também os principais esportistas brasileiros, inclusive aqueles atletas renomados que já contam com algum tipo de patrocínio. Até o ano passado, quem tivesse patrocínio individual não poderia receber o Bolsa Atleta, mas nós vimos que era preciso mudar a lei para ampliar esse apoio, porque o patrocínio que eles têm, muitas vezes, é temporário, voltado só para um campeonato ou por um período curto de tempo. Isso gera insegurança para o atleta poder planejar o seu treinamento, sua participação em competições e se dedicar integralmente ao esporte.

Luciano Seixas: E de quanto é a bolsa, Presidenta?

Presidenta: Olha, Luciano, a Bolsa Atleta tem cinco categorias: a estudantil, a de base, a nacional, a internacional e a olímpica ou paraolímpica. O valor da bolsa mensal depende da categoria em que o atleta se enquadra, variando de R$ 370 até R$ 3.100. Neste ano vamos investir, Luciano, R$ 60 milhões para apoiar tanto os atletas que já estão no topo do alto rendimento quanto os que estão começando a construir suas carreiras.

Luciano Seixas: E qual é o critério para selecionar os bolsistas, Presidenta?

Presidenta: Olha, Luciano, a seleção depende exclusivamente do mérito do atleta, do desempenho do atleta. São selecionados os três primeiros colocados nas competições oficiais do ano anterior e aqueles que participaram dos últimos Jogos Olímpicos ou Paraolímpicos. O atleta recebe o dinheiro em sua conta, sem intermediários, e passa a ter a segurança de uma renda mensal.

Luciano Seixas: E nós teremos bolsistas nos Jogos Olímpicos de Londres este ano?

Presidenta: Teremos, sim, Luciano. Até agora temos 30 bolsistas entre as 161 vagas que o Brasil já garantiu para os Jogos de Londres. Uma dessas bolsistas que estarão em Londres é a canoísta Ana Sátila, uma das mais jovens atletas da delegação brasileira e uma das promessas para o futuro de nosso esporte. A Ana tem apenas 16 anos, ela está começando a receber a Bolsa agora, mas temos outros atletas que estão no Programa desde o seu início, em 2005. Um deles era o Hugo Parisi, dos saltos ornamentais, que agora vai para a sua terceira Olimpíada.

Luciano Seixas: Presidenta, a bolsa contribui para a profissionalização dos atletas?

Presidenta: Ah contribui, sim. Em muitos casos, ajuda o atleta a dar o salto do esporte amador para o esporte profissional. Foi o caso da Terezinha Guilhermina, nossa velocista, que é recordista mundial nos 100m para cegos. A Terezinha foi bolsista em 2005, depois ficou fora do Programa porque conseguiu patrocínio. Neste ano, Luciano, ela voltou a contar com o apoio do Bolsa Atleta. A Terezinha esteve comigo, Luciano, lá no Palácio do Planalto, quando nossos atletas voltaram dos Jogos Parapan-Americanos no ano passado. Ela conta, Luciano, que o Bolsa Atleta fez com que ela deixasse de ser apenas uma pessoa que corria para se tornar uma grande campeã mundial.

Luciano Seixas: E os atletas que estão começando, Presidenta, também podem contar com o Bolsa Atleta?

Presidenta: Podem contar, sim, com o Bolsa Atleta. Neste ano nós dobramos o apoio aos atletas que estão em formação. Serão beneficiados, para você ter uma ideia, 439 jovens atletas, de 14 a 20 anos. Os investimentos que estamos fazendo no Bolsa Atleta, na popularização do esporte e na construção de uma estrutura de qualidade para receber a Copa do Mundo de 2014 e os Jogos Olímpicos de 2016 são passos importantes para transformar o Brasil em uma potência também no esporte. O exemplo desses atletas batalhadores, junto com o estímulo do governo à prática do esporte, representa, para muitas crianças e jovens, uma oportunidade também para crescer e melhorar de vida. É isso que nós queremos: um país em que todos tenham oportunidade de se desenvolver e mostrar seus talentos no estudo, no trabalho e também no esporte.

Luciano Seixas: Presidenta, infelizmente, o nosso tempo chegou ao fim. Obrigado por mais este "Café".

Presidenta: Olha, Luciano, uma ótima semana a todos que nos acompanharam neste bate-papo, Luciano, esportivo, hoje.

Luciano Seixas: Você que nos ouve pode acessar este programa na internet, o endereço é www.cafe.ebc.com.br. Nós voltamos na próxima segunda-feira, até lá.

 

Ouça a íntegra da entrevista (06min13s) da Presidenta Dilma.