Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Café com a Presidenta > Café com a Presidenta > Programa de rádio “Café com a Presidenta”, com a Presidenta da República, Dilma Rousseff – Especial para o Nordeste e para o Norte de Minas

Programa de rádio “Café com a Presidenta”, com a Presidenta da República, Dilma Rousseff – Especial para o Nordeste e para o Norte de Minas

por Portal do Planalto publicado 04/06/2012 09h03, última modificação 03/11/2014 17h27
Presidenta Dilma conversa sobre a seca que atinge o Nordeste e a região Norte de Minas Gerais


Rádio Nacional, 4 de junho de 2012


 

Luciano Seixas: Olá, você, em todo o Brasil, eu sou o Luciano Seixas e começa agora mais um Café com a Presidenta Dilma. Bom dia, Presidenta!

Presidenta: Bom dia, Luciano! E bom dia a você, ouvinte, que nos acompanha aqui no Café.

Luciano Seixas: Presidenta, hoje, eu queria conversar com a senhora sobre a seca que atinge principalmente o Nordeste.

Presidenta: Luciano, a seca no Nordeste é uma grande preocupação, porque a região do semiárido, que também inclui o norte de Minas, está enfrentando uma das piores estiagens das últimas décadas. Mas nós estamos agindo fortemente no Nordeste, Luciano. Estamos investindo R$ 2,7 bilhões em ações emergenciais para oferecer água, garantir a renda e dar crédito a quem precisa. É importante dizer, Luciano, que o Nordeste de hoje está muito melhor preparado para enfrentar essa seca do que esteve no passado. Sabe por que, Luciano? Porque, nos últimos anos, a região recebeu grandes investimentos e muitas obras do governo federal e, também, do setor privado. Mas é muito importante destacar o papel da rede de proteção social construída nos últimos anos. O Bolsa Família e a valorização do salário mínimo, por exemplo, garantiram uma grande melhoria de renda na região, protegendo as famílias mais pobres. Fizeram também a economia da região crescer muito, bem mais do que a média nacional.

Luciano Seixas: Na seca, Presidenta, o primeiro problema a ser enfrentado é sempre a falta d’água para consumo das famílias...

Presidenta: É sim, Luciano. Por isso, o meu governo já contratou 3.360 caminhões-pipa, que estão ajudando os estados e as prefeituras a distribuir água nos municípios atingidos pela estiagem. Mas nós, Luciano, queremos que essa água tenha qualidade e que chegue a todos que precisam. Então, a partir deste mês, os caminhões-pipa que estão lá naquela região terão um GPS para mostrar quantas viagens foram feitas, onde a água foi coletada e para onde ela foi levada. Dessa forma, é possível fiscalizar não só a qualidade da água, mas se quem precisa é quem está recebendo.

Luciano Seixas: A construção de cisternas também ajuda a diminuir os efeitos da seca, não é, Presidenta?

Presidenta: Ah, Luciano, ajuda sim. Com as cisternas, melhora muito a vida das pessoas, que podem armazenar a água da chuva e, numa estiagem prolongada como essa de agora, receber e estocar a água do caminhão-pipa. Sabe, Luciano, desde o governo Lula, nós já estávamos construindo cisternas por todo o Nordeste, isso muito antes da seca chegar, porque essa é uma obra que ajuda o sertanejo a conviver melhor com os períodos, mesmo curtos, de estiagem. O meu governo já entregou 111 mil cisternas. Até o final do ano, serão mais 200 mil em todo o semiárido.

Luciano Seixas: A senhora falou também que o governo está garantindo a renda dos produtores rurais, Presidenta!

Presidenta: Agora, no dia 18, nós vamos começar a pagar o Bolsa Estiagem para os pequenos produtores que foram afetados pela seca na Bahia, em Pernambuco, no Piauí, em Sergipe e no norte de Minas. Nos outros estados do semiárido, o pagamento começa em julho. O Bolsa Estiagem será pago em cinco parcelas de R$ 80,00 para 400 mil pequenos produtores rurais que estão no Cadastro Único dos programas sociais do governo. Sabe, Luciano, pagar um benefício diretamente à população nos dá a certeza de que o dinheiro está chegando exatamente no bolso de quem precisa! Outro benefício, Luciano, que nós também vamos pagar a partir deste mês é o Garantia-Safra. Serão cinco parcelas de R$ 136,00 para aqueles produtores que fizeram o Seguro Agrícola e perderam a produção, ou nem conseguiram plantar por causa da seca.

Luciano Seixas: Este mês então, o cartão Bolsa Família vem com novidade?

Presidenta: Olha, Luciano, vamos começar a pagar o benefício do Brasil Carinhoso, que, no Nordeste, vai chegar a beneficiar 1,3 milhão de famílias extremamente pobres, que têm filhos de zero a seis anos. Para essas famílias, Luciano, nós vamos garantir uma renda de, no mínimo, R$ 70,00 por pessoa, a partir de 18 de junho.

Luciano Seixas: E o crédito, Presidenta, como vai ajudar o Nordeste a enfrentar a estiagem?

Presidenta: Olha, Luciano, o crédito vai ajudar a proteger toda a economia da região. Nós liberamos R$ 1 bilhão, que vão financiar os agricultores familiares, os criadores de gado e de cabras, mas também a indústria e o comércio de cada uma das cidades afetadas pela estiagem. Vamos injetar mais dinheiro na região para manter a roda da economia girando.

Luciano Seixas: As obras que o governo está fazendo no Nordeste também ajudam a garantir o emprego na região?

Presidenta: Garantem sim, Luciano! O governo federal tem investido em refinarias, em portos, estradas, escolas técnicas, universidades por todo o Nordeste. Já para enfrentar, de forma definitiva, o problema da água, estamos fazendo importantes obras como a integração do Rio São Francisco, o Eixão das Águas, no Ceará, o canal do Sertão alagoano, a adutora do algodão, na Bahia, e adutora do Pajeú, em Pernambuco – essas obras vão ajudar a manter e a gerar novos empregos, garantindo a renda da população. O meu governo não vai permitir, Luciano, que as conquistas acumuladas pelo povo nordestino se percam por conta dessa seca.

Luciano Seixas: Presidenta, é uma pena, mas o nosso tempo chegou ao fim. Obrigado por mais esse Café!

Presidenta: Eu é que agradeço a sua companhia, e a de todos os nossos ouvintes aqui no Café. Até a semana que vem, Luciano!

Luciano Seixas: Você que nos ouve pode acessar esse programa na internet, o endereço é www.cafe.ebc.com.br. Nós voltamos na próxima segunda-feira, até lá!

 

Ouça a íntegra da entrevista (06min32s) da Presidenta Dilma