Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Caderno Destaques > Novembro 2012 > Governo Federal, estados e municípios juntos no combate ao crime

Governo Federal, estados e municípios juntos no combate ao crime

por Portal do Planalto publicado 30/11/2012 00h00, última modificação 07/07/2014 12h25
Ações de policiamento ostensivo, capacitação e maior segurança nas fronteiras

PLANO ESTRATÉGICO DE FRONTEIRAS

O Plano busca fortalecer a presença do Estado nas áreas de fronteira, com ações em 11 estados, executadas de forma integrada pelas três esferas de governo, além da parceria com países vizinhos.

38a

Operação Ágata
Já foram realizadas seis operações que mobilizaram 57 mil militares das três forças armadas, cobrindo toda a fronteira nacional. A sexta operação, realizada em outubro, mobilizou 12 mil militares e servidores civis de outros 6 ministérios e 21 agências governamentais.

Durante a operação, foram realizadas 6.530 inspeções em embarcações, resultando em 674 notificações e apreensões de explosivos, armas, munições e drogas, incluindo 29,4 quilos de pasta base de cocaína. Além disso, populações ribeirinhas foram atendidas por 11.309 consultas médicas, 4.073 procedimentos odontológicos e outros 4.713 procedimentos de saúde.

39 A

Operação Sentinela
Coordenada pela Polícia Federal, foi responsável por desarticular 50 organizações criminosas transnacionais que praticavam contrabando, tráfico de drogas e de armas, entre outros delitos. Já foram apreendidas 198 toneladas de maconha e 29 de cocaína, 1.171 armas de fogo, 994 mil equipamentos eletrônicos, 145 mil garrafas de bebidas, 9 milhões de pacotes de cigarros, 3.500 veículos, além de 5 milhões de reais e 780 mil dólares em espécie. No período, foram vistoriados mais de 3,4 milhões de veículos, 11,2 mil embarcações e 1,2 mil aeronaves.

CRACK, É POSSÍVEL VENCER!

39b

Pactuação com estados
Treze estados já formalizaram a parceria para execução das ações do Programa, totalizando R$ 1,9 bilhão já destinado pelo governo a essas unidades da federação.

Capacitação
Diversas ações de capacitação continuam sendo realizadas para atuação mais eficaz na prevenção, no tratamento e na reinserção social de usuários e dependentes:

- 71 mil educadores já iniciaram o Curso de Prevenção do Uso de Drogas para Educadores de Escolas Públicas.

- 1.703 Policiais Rodoviários Federais já concluíram o curso de Aperfeiçoamento em Técnicas para Recursos transferidos pelo Governo (desde Dez/2011) Fonte: Ministério da Justiça Fiscalização do Uso de Álcool e outras Drogas no Trânsito Brasileiro.

- 368 operadores de segurança pública (policiais civis, militares e guardas municipais) já foram treinados no Rio de Janeiro (RJ), Vitória (ES), Salvador (BA), Brasília (DF) e Porto Alegre (RS).

Serviço VivaVoz - 132
O VivaVoz é um serviço de atendimento telefônico gratuito, que funciona 24 horas e fornece orientação e informações sobre os riscos do uso indevido de drogas e seus efeitos no organismo, bem como sobre locais de tratamento. No primeiro semestre de 2012 o VivaVoz atendeu 26,4 mil pessoas.

Novos Centros Regionais de Referência (CRR)
Doze novos Centros Regionais de Referência estão em implantação em instituições de ensino públicas do país. Os Centros têm o objetivo de qualificar, de forma permanente, profissionais de saúde, de assistência social, de segurança pública, do Ministério Público e do Poder Judiciário, que atuam com usuários de crack e outras drogas, e seus familiares. A previsão é de que os novos centros formem 3.600 alunos.

Além dos novos Centros, há 40 CRR em funcionamento no país, oferecendo 10.200 vagas, formando diferentes profissionais e promovendo o fortalecimento das estratégias de articulação da rede de atenção aos usuários de crack e outras drogas.

BRASIL MAIS SEGURO REDUZ CRIMINALIDADE EM ALAGOAS

Implantado em junho de 2012 nos municípios de Maceió e Arapiraca, objetiva reduzir crimes violentos, por meio do enfrentamento ao crime organizado, ações estruturantes na área de perícia e justiça criminal, monitoramento e ocupação de áreas com maiores índices de crimes violentos. Desde a implantação, o Programa alcançou expressiva redução na ocorrência de crimes violentos letais intencionais. Em Maceió, a diminuição foi de 20,3%, enquanto em Arapiraca correspondeu a 23,1%, em comparação com o mesmo período do ano passado.

40a

CAMPANHA DO DESARMAMENTO

A Campanha Nacional do Desarmamento já recolheu um total de 59.723 armas de fogo em todo país desde maio de 2011. Já foram recolhidos 28.835 revólveres e 11.966 espingardas, entre outros modelos de armas. A campanha alcançou a adesão dos 26 estados e do Distrito Federal que, juntos, disponibilizam os atuais 2.090 postos de coleta.

São Paulo foi o estado que mais recolheu, com um total de 16.643 armas recebidas até agora. Rio Grande do Sul, Acre e Bahia lideram o ranking per capita, com o maior número de armas recolhidas por cada 100 mil habitantes.

registrado em: