Preparativos para o Mundial

por Portal do Planalto publicado 31/03/2012 00h00, última modificação 07/07/2014 12h25
Obras avançam e governo investe na capacitação de profissionais

BRASIL PREPARA-SE PARA A COPA
As obras estão em andamento em todas as cidades-sede, sejam elas em estádios, mobilidade urbana, portos, aeroportos ou na expansão da rede hoteleira. O atendimento aos turistas, nacionais ou estrangeiros, será aprimorado com cursos de capacitação e qualificação de profissionais de diversos setores do turismo.

50a
Obras- Serão realizadas 102 obras para preparar as 12 cidades-sede para a Copa de 2014, com cinco já concluídas: Módulos Operacionais (MOP) dos Aeroportos de Campinas, Cuiabá e Porto Alegre; Terminal de Passageiros 4 e a ampliação e revitalização das pistas do Aeroporto de Guarulhos.

• Outras 41 estão em andamento;

• 15 em fase de assinatura de contratos, com previsão de início no primeiro semestre de 2012;

• 24 estão em licitação;

• 17 a licitar ou em fase de elaboração de projetos.

 50 bAs primeiras obras começaram em junho/10 (Belo Horizonte) e os últimos empreendimentos serão concluídos em maio/2014 (Manaus e São Paulo). A Caixa financiará 41 empreendimentos, com um aporte total de R$ 6,6 bilhões. O BNDES financia obras de mobilidade em Cuiabá e no Rio de Janeiro (acesso à Arena Pantanal e BRT Transcarioca, respectivamente), totalizando R$ 1,29 bilhão.

Até abril de 2014, todas as obras estarão concluídas. Em novembro de 2011, foi assinado, no novo modelo de gestão aeroportuária, o contrato de concessão do aeroporto de São Gonçalo do Amarante (RN) e, em fevereiro de 2012, foram realizados os leilões para as concessões dos aeroportos de Brasília, Campinas e São Paulo (Guarulhos).

Portos
Em novembro de 2011, começou a primeira obra de portos para o Mundial de 2014, no Porto de Recife, e, em fevereiro de 2012, foram iniciadas as obras em Fortaleza. Outras quatro obras estão em licitação – Natal, Salvador, Santos e Rio de Janeiro - e a obra do Porto de Manaus está em fase de elaboração de projeto.

Estádios
Todos estão em obras. As primeiras obras tiveram início em janeiro/2010 (Etapa 1 – Belo Horizonte) e os últimos empreendimentos serão concluídos até dezembro/2013 (Natal e São Paulo). Dos R$ 3,36 bilhões de financiamento do BNDES, R$ 782 milhões já foram desembolsados, contemplando os oito estádios que tem contrato assinado com o Banco.

Os financiamentos para Curitiba e para São Paulo estão em análise. Brasília não solicitará financiamento. Para o estádio de Porto Alegre, foi assinado contrato com a construtora em 19 de março de 2012, permitindo a retomada das obras, e a solicitação do financiamento pelo BNDES está em análise.

51 a
52 a

CAPACITAÇÃO PARA ATENDER MELHOR OS TURISTAS

Pronatec Copa qualificará profissionais de vários setores turísticos
Cursos nos moldes do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec) serão oferecidos a profissionais de 32 atividades ligadas ao turismo, nas 12 cidades-sede da Copa e outros 12 destinos definidos pelo Governo Federal como indutores do turismo - Foz do Iguaçu, Serra Gaúcha, Roteiros do Vinho (RS), Florianópolis, Cidades Históricas de Minas, Pantanal Matogrossense, Maceió, Aracajú, Belém, Rota das Emoções (MA, PI e CE), Cidades Gaúchas da Fronteira e Santos e entorno.

Realizados em parceria com o Sistema S e as escolas técnicas federais, os cursos beneficiam profissionais como auxiliar de cozinha, garçom, camareira, mestre de cerimônias, recepcionista, agente de viagens, entre outros. Também serão oferecidos cursos de idiomas.

Os cursos começam em 16 de abril e as inscrições podem ser feitas a partir do dia 2 de abril pelo site www.pronateccopa.turismo.gov.br. Os cursos são organizados pelo critério de escolaridade do aluno e, para se inscrever, o profissional fornecerá seu CPF e o CNPJ da empresa na qual trabalha, que deverá estar incluída no cadastro de prestadores de serviços turísticos do Ministério do Turismo (Cadastur).

Na primeira etapa, serão oferecidas 80 mil vagas. Outras 160 mil serão abertas pelo programa em 2013 e 2014, totalizando 240 mil vagas.

Taxistas também serão capacitados para a Copa
Taxistas de todo o Brasil poderão fazer cursos de línguas estrangeiras (inglês e espanhol) e de empreendedorismo O Projeto Taxista Nota 10 oferecerá as aulas gratuitamente e à distância. O projeto foi criado pelo Sebrae em parceria com a Confederação Nacional do Transporte (CNT), o Serviço Social de Transporte (Sest) e o Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat). O objetivo é capacitar 80 mil taxistas nos próximos dois anos. O curso de empreendedorismo oferecerá informações sobre assuntos como cuidados com o veículo, condução econômica e pontos turísticos. No curso de línguas estrangeiras, os profissionais aprenderão um vocabulário personalizado, adaptado à linguagem e ao dia-a-dia do taxista. Os taxistas capacitados receberão um adesivo com a identificação Taxista Nota 10, para ser fixado no veículo. Os interessados podem fazer suas inscrições nas unidades do Sest, Senat e Sebrae de todo o país ou por meio das centrais de atendimento do Sebrae (0800 570 0800) ou da CNT (0800 728 2891).

53