Agenda bilateral

por Portal do Planalto publicado 05/11/2012 15h06, última modificação 27/03/2013 15h08

Visita à Venezuela
Em 6 de dezembro, ocorreu a primeira visita presidencial à Venezuela, quando foram assinados 11 acordos nas áreas de habitação popular, ciência e tecnologia, finanças, aéreo, energia e petróleo e agricultura.

Visita à Argentina
Em 10 de dezembro, realizou-se visita oficial à Argentina, em razão da posse da Presidenta daquele país. Durante esta viagem, foi realizado primeiro encontro bilateral com o Presidente de Honduras, após a normalização das relações bilaterais.

Visita do Primeiro-Ministro da França
Em 16 de dezembro, o Primeiro-Ministro da França realizou visita oficial ao Brasil, quando se reafirmou a parceria estratégica entre os dois países, com especial ênfase no aprofundamento dos vínculos existentes em áreas de tecnologias de ponta e no campo do ensino superior e da pesquisa, no âmbito do Programa Ciência sem Fronteiras.

Visita do Presidente da República da Guiné
Entre 17 e 22 de novembro, o Presidente da República da Guiné realizou visita oficial ao Brasil. Os dois chefes das nações manifestaram a intenção de aprofundar o relacionamento bilateral, principalmente nas áreas de mineração, energia e agricultura.

A visita foi importante para as discussões relativas aos investimentos de empresas brasileiras na região de Simandou, na Guiné. Durante a visita, foi assinado Acordo de Cooperação Técnica e acordado o início de negociações relativas à criação de linha de crédito por parte de BNDES.

Visitas a Cuba e ao Haiti
Entre os dias 30 de janeiro e 1º de fevereiro, foram realizadas visitas oficiais a Cuba e ao Haiti. Em Cuba, foi reiterado o desejo de contribuir para o êxito do processo de atualização do modelo econômico cubano. Acordou-se a intensificação da cooperação nas áreas de segurança alimentar e técnico-científica, sobretudo no campo da saúde. A visita teve também o objetivo de ampliar o espaço de atuação de empresas brasileiras em Cuba.

No Haiti, reafirmou-se o compromisso com a soberania, a estabilidade e o desenvolvimento econômico e social do país. Além de sua atuação no âmbito da Missão das Nações Unidas para a estabilização no Haiti (MINUSTAH), a agenda brasileira no país está centrada na cooperação técnica, no apoio a projetos de infraestrutura e no esforço de atração de investimentos produtivos capazes de dinamizar a economia haitiana.

Brasil e Cuba atuam na estruturação de sistema público de saúde no Haiti e mantêm programas nas áreas de segurança alimentar, agricultura familiar, moradia, formação de pessoal, segurança cidadã e defesa civil. Na área de infraestrutura energética, o Brasil trabalha para viabilizar a hidrelétrica de Artibonite 4C, com capacidade de 32 MW, para atender à demanda de um milhão de haitianos (aproximadamente 10% da população).

Visita do Primeiro-Ministro da Finlândia
Em 14 de fevereiro, o Primeiro-Ministro da Finlândia realizou visita oficial ao Brasil. Os Chefes de Governo mapearam áreas de cooperação para os próximos anos, com destaque para defesa, meio ambiente e turismo.

registrado em:
Assunto(s): Governo federal