Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Brasil em Pauta > Brasil em Pauta > No Brasil em Pauta, campanha de vacinação contra febre aftosa e a importância da saúde animal no mercado internacional

No Brasil em Pauta, campanha de vacinação contra febre aftosa e a importância da saúde animal no mercado internacional

por Portal do Planalto publicado 25/10/2011 14h59, última modificação 27/10/2013 17h29
No programa, o diretor do Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Guilherme Henrique Marques fala sobre a segunda etapa da campanha nacional de vacinação contra a febre aftosa, que começa no dia 1º de novembro

 

O Brasil em Pauta desta quarta-feira (26) recebe o diretor do Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Guilherme Henrique Marques. No programa, Guilherme fala sobre a segunda etapa da campanha nacional de vacinação contra a febre aftosa, que começa no dia 1º de novembro. Além disso, abordará a importância das ações de saúde animal para garantir ao país espaço e crescimento no mercado internacional. Produzido pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, o Brasil em Pauta é um programa de rádio mensal que aborda ações e políticas do governo federal. A entrevista acontece ao vivo, das 8h às 9h, com transmissão pela TV NBR.

A vacinação contra a febre aftosa já começou em três estados brasileiros: Roraima, Rondônia e Amapá. Com a segunda etapa da campanha nacional, a partir do dia 1º de novembro, o governo vai intensificar a cobertura no restante do Brasil. O objetivo do Ministério da Agricultura é proteger todo o rebanho brasileiro – 204,3 milhões de animais (exceto o estado de Santa Catarina) – ao longo do ano e superar o índice de cobertura vacinal alcançado em 2010, que foi de 97,4%. Essas medidas contribuirão com o avanço no status sanitário e para obter o reconhecimento da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE). A meta é transformar todo o território brasileiro livre de aftosa até o ano de 2013.

O Brasil é hoje considerado uma grande potência do agronegócio no cenário internacional. Essa posição de destaque no mercado externo impõe grandes desafios. Para atender à demanda do mercado internacional e continuar crescendo com competitividade e credibilidade, o país precisa se manter livre de doenças com forte impacto econômico, como a febre aftosa. O serviço veterinário brasileiro envolve 20 mil servidores e cinco mil escritórios, e atua em parceria com os serviços veterinários estaduais e com a iniciativa privada. A Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) tem reconhecido publicamente o empenho do Brasil no controle dessa e de uma série de outras enfermidades.

Paraguai – Desde setembro deste ano, após a notificação de um foco de febre aftosa no Paraguai, o governo adotou um conjunto de medidas sanitárias para proteger o rebanho nacional: reforço militar nos estados que fazem fronteira com o Paraguai; proibição da importação de animais suscetíveis e produtos daquele país que representem risco; intensificação da fiscalização de trânsito de animais, produtos e subprodutos na fronteira; aumento da vigilância em propriedades identificadas como de maior risco e análise e investigação epidemiológica da movimentação animal recente. Conforme reunião recente do Comitê Veterinário Permanente do Conesul (CVP), o Brasil poderá ajudar o Paraguai com apoio operacional e de especialistas das áreas de epidemiologia, vigilância e diagnóstico laboratorial nas próximas semanas.

Participam do programa as rádios: Parecis FM (Porto Velho/RO), Rural de Santarém AM (Santarém/PA), Difusora 590 AM (Curitiba/PR), Sete Colinas AM (Uberaba/MG), Cultura 1110 AM (Florianópolis/SC), Grande FM (Dourados/MS), Boas Novas FM (Colinas/TO), Gazeta/CBN (Cuiabá/MT), Equatorial FM (Macapá/AP), Difusora AM (Bagé/RS), Folha AM (Boa Vista/RR), Bandeirantes (São Paulo/SP), Difusora Acreana AM (Rio Branco/AC), CBN (Manaus/AM), Universitária UFG 870 AM (Goiânia/GO).

O Brasil em Pauta é transmitido ao vivo pela TV NBR e pode ser acompanhado por meio do link http://conteudo.ebcservicos.com.br. Para as rádios, o sinal de transmissão é disponibilizado pelo mesmo canal da “Voz do Brasil”.

 

Mais informações

Secretaria de Imprensa

Tel: (61) 3411-1370

Ouça a íntegra da entrevista (59min31s) de Guilherme Henrique Marques no programa Brasil em Pauta