Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Brasil em Pauta > Brasil em Pauta > Brasil em Pauta fala sobre atração de turistas e impacto econômico dos megaeventos

Brasil em Pauta fala sobre atração de turistas e impacto econômico dos megaeventos

por Portal do Planalto publicado 15/07/2013 15h55, última modificação 28/10/2013 20h42
Embratur organiza uma série de ações para divulgar e promover o Brasil no exterior aproveitando a janela da Copa 2014, que projetará a imagem de, ao menos, 12 cidades brasileiras em todo o mundo

 

O programa Brasil em Pauta que irá ao ar nesta terça-feira (16) terá como convidado o presidente do Instituto Brasileiro de Turismo, Embratur, Flávio Dino. Em pauta, o impacto econômico dos megaeventos – como a Copa das Confederações, a Jornada Mundial da Juventude e a Copa do Mundo –, além das perspectivas e ações da Embratur para atrair turistas a esses eventos. A entrevista é produzida e coordenada pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, e transmitida ao vivo pela NBR TV e via satélite, das 8h às 9h.

Copa das Confederações movimentou R$ 740 milhões no Brasil – Estudo da Embratur mostrou que durante as duas semanas da Copa das Confederações no Brasil foram movimentados na economia do turismo brasileira R$ 740 milhões por toda a cadeia – que inclui hotéis, alimentação fora do lar, entre outros. Os gastos de turistas – brasileiros e estrangeiros – foi estimado pela Embratur em R$ 321,79 milhões, enquanto a Fifa estimou o gastos de suas seleções e delegações em R$ 70 milhões. O efeito indireto na economia foi de R$ 348,69 milhões, segundo estimativa da Embratur. No quesito visibilidade, a final da Copa das Confederações 2013 bateu o recorde de público televisivo da competição, segundo dados divulgados pela Fifa. A partida entre as seleções de Brasil e Espanha foi vista por 69,3 milhões de pessoas nos 10 principais mercados televisivos do mundo – como Alemanha, China, França e Estados Unidos, entre outros. A Embratur aproveitou os 15 dias da Copa das Confederações para promover roteiros associados às cidades-sede do campeonato – e também já da Copa do Mundo.
Embratur desenvolve estratégias  para atrair turistas ao Mundial de 2014 – A Embratur organiza uma série de ações para divulgar e promover o Brasil no exterior  aproveitando a janela da Copa 2014, que projetará a imagem de, ao menos, 12 cidades brasileiras em todo o mundo. Um novo site, aplicativo para celular e tablets, além de promover nossas festas juninas e a beleza de nossas cidades históricas são alguns dos destaques que constam na cesta de produtos que o Instituto está desenvolvendo para atrair cada vez mais turistas estrangeiros ao Brasil. A Copa do Mundo FIFA 2014 vai coincidir com a realização das festas juninas, uma das maiores manifestações culturais do país. Pensando em promover os festejos e os destinos turísticos, a Embratur lançará um edital no valor de R$ 4 milhões para que as cidades divulguem as atrações típicas do mês de junho em feiras, workshops e seminários. As cidades e os monumentos históricos também estão no pacote que a Embratur enfatizará durante as ações de promoção do Brasil no exterior nos próximos 12 meses. Um edital no valor de R$ 2 milhões será lançado pelo Instituto para promover as cidades reconhecidas como patrimônio cultural.
Competitividade turística é o desafio do setor – A Embratur também está preocupada em dizimar a imagem de que o Brasil é um país caro. As altas tarifas cobradas pelos hotéis em algumas cidades e a dificuldade em conseguir passagens aéreas a preços razoáveis levaram o instituto a tomar algumas providências para coibir abusos. Uma delas é a realização da Pesquisa Internacional de Preços da Hotelaria, monitoramento feito em 10 cidades brasileiras e 10 cidades do exterior para comparar as tarifas cobradas nos hotéis. A equipe de economistas da Embratur constatou que os preços praticados por alguns hotéis de cidades-sede sofreram aumento de até 376% . Abrir a aviação doméstica para que empresas estrangeiras passem a operar no país é outro ponto considerado fundamental para incrementar o turismo brasileiro.

Participam do programa, ao vivo, as rádios: Capital AM (São Paulo/SP); Globo Brasília (Brasília/DF); Excelsior AM (Salvador/BA); CBN Manaus (Manaus/AM); Pioneira AM (Teresina/PI); Tribuna Bandnews (Fortaleza/CE); FM Cultura (Porto Alegre/RS); Terra AM 760 (Montes Claros/MG); Mega 95,9 FM (Cuiabá/MT); Rede Brasil (Recife/PE); Iguaçu AM 830 (Curitiba/PR); Timbira AM (São Luís/MA); Difusora de Mossoró (Mossoró/RN); Record AM (Rio de Janeiro/RJ); e Tocantins AM (Porto Nacional/TO).
O programa é transmitido ao vivo pela TV NBR e pode ser acompanhado por meio do link no portal da Secretaria de Imprensa da Presidência da República. Para as rádios, o sinal de transmissão é disponibilizado pelo mesmo canal da "Voz do Brasil". Após o programa, o áudio da entrevista estará disponível no site da Secretaria de Imprensa da Presidência da República.


Mais informações
Secretaria de Imprensa
Tel: (61) 3411-1370

 

Ouça a íntegra da entrevista (1h00min02s) de Flávio Dino