Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Bom Dia Ministro > Bom Dia Ministro > No Bom Dia Ministro, Tereza Campello fala sobre o Plano Brasil Sem Miséria, que retirou 22 milhões de pessoas da extrema pobreza

No Bom Dia Ministro, Tereza Campello fala sobre o Plano Brasil Sem Miséria, que retirou 22 milhões de pessoas da extrema pobreza

por Portal do Planalto publicado 21/02/2013 10h51, última modificação 04/07/2014 15h32
A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome falará sobre a extensão da complementação de renda do Bolsa Família

 

 

 

O Bom Dia Ministro desta sexta-feira (22) entrevista a ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello. No programa, a ministra falará sobre a extensão da complementação de renda do Bolsa Família que vai alcançar 2,5 milhões de pessoas em situação de extrema pobreza. A entrevista é produzida e coordenada pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, e transmitida ao vivo pela NBR TV e via satélite, das 8h às 9h.

O governo federal anunciou nesta semana a complementação de renda de 2,5 milhões de brasileiros no âmbito do Bolsa Família. Com essa medida, o governo retira 22 milhões de pessoas da extrema pobreza, do ponto de vista da renda, nos últimos dois anos. Portanto, não existirá mais, no Bolsa Família, nenhuma família com renda mensal inferior a R$ 70 por pessoa. Este é o valor adotado como referência no Plano Brasil Sem Miséria e representa o primeiro passo para que essas famílias possam superar a situação de extrema pobreza, que envolve outras variáveis além da renda. A complementação de renda para esses 2,5 milhões de beneficiários do Bolsa Família terá investimento de R$ 773 milhões em 2013. O pagamento inicia em março.

O benefício complementar é um primeiro passo para a superação da miséria. Aliado à garantia de renda, o plano também promove ações de inclusão produtiva – como qualificação profissional, assistência técnica e extensão rural e fomento à produção – e de acesso a bens e serviços públicos, em especial nas áreas de saúde, educação, habitação, acesso à água e à energia elétrica.

Busca ativa – Permanece o desafio do governo federal de identificar e incluir no Cadastro Único para Programas Sociais todas as pessoas que vivem na extrema pobreza no Brasil e ainda são invisíveis ao poder público. Para isso, o reforço da estratégia de busca ativa, com o apoio dos estados e municípios, é fundamental. Desde o início do Brasil Sem Miséria, em junho de 2011, 791 mil famílias com este perfil foram localizadas, cadastradas e incluídas no Bolsa Família. Estima-se que ainda haja outras 700 mil fora do cadastro.

Por meio do Cadastro Único, o poder público conhece quem são os brasileiros mais pobres, onde vivem, quais as características de seus domicílios, sua idade, escolaridade etc. Assim, pode incluir essas famílias em programas de transferência de renda e também matricular seus integrantes em cursos profissionalizantes, oferecer-lhes serviços de assistência técnica e extensão rural, dar-lhes acesso a água ou a tarifas reduzidas de energia elétrica, por exemplo. A Tarifa Social de Energia Elétrica, o Minha Casa Minha Vida e o Bolsa Verde são alguns exemplos de ações que utilizam o Cadastro Único como referência para a seleção de beneficiários.

Participam do programa, ao vivo, as rádios: Difusora de Mossoró (Mossoró/RN); Amazonas FM (Manaus/AM); 96 FM (Arapiraca/AL); Grande Rio AM (Petrolina/PE); Liberal CBN (Belém/PA); Liberdade 930 AM (Aracaju/SE); Floresta 810 AM (Alta Floresta/MT); Nativa 740 AM (Rio Grande/RS); Pioneira AM (Teresina/PI); Verde Vale (Juazeiro do Norte/CE); Caturité 1050 AM (Campina Grande/PB); Terra AM 760 (Montes Claros/MG); Cultura 700 AM (Feira de Santana/BA); Nativa FM (Imperatriz/MA); Amiga FM (Registro/SP).

O programa é transmitido ao vivo pela TV NBR e pode ser acompanhado por meio do link no site da Secretaria de Imprensa da Presidência da República. Para as rádios, o sinal de transmissão é disponibilizado pelo mesmo canal da "Voz do Brasil". Após o programa, o áudio da entrevista estará disponível no site da Secretaria de Imprensa da Presidência da República.

 

 

Mais informações
Secretaria de Imprensa (61) 3411-1370

 

Ouça a íntegra da entrevista (59min29s) da ministra Tereza Campello

Assunto(s): Governo federal