Você está aqui: Página Inicial > Mandatos de Dilma Rousseff (2011-2015 e 2015-2016) > Bom Dia Ministro > Bom Dia Ministro > No Bom Dia Ministro, Moreira Franco fala sobre políticas para a primeira infância e sobre a nova classe média

No Bom Dia Ministro, Moreira Franco fala sobre políticas para a primeira infância e sobre a nova classe média

por Portal do Planalto publicado 23/11/2011 12h52, última modificação 04/07/2014 15h16
O ministro Moreira Franco abordou a importância de políticas públicas para a primeira infância, destinadas a crianças de 0 a 3 anos e 11 meses. Além disso, falou sobre a nova classe média brasileira

  

O Bom Dia Ministro desta quinta-feira (24/11) entrevista o ministro da Secretaria de Assuntos Estratégicos, Moreira Franco. No programa, o Ministro abordará a importância de políticas públicas para a primeira infância, destinadas a crianças de 0 a 3 anos e 11 meses. Além disso, falará sobre a nova classe média brasileira. Entre 1999 e 2009, 31 milhões de pessoas deixaram a pobreza. A entrevista é produzida e coordenada pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República, e transmitida ao vivo pela NBR TV e via satélite, das 8h às 9h.

A implementação de ações direcionadas à primeira infância - crianças de 0 a 3 anos e 11 meses - são fundamentais para o futuro do país. Hoje, são mais de 11 milhões de brasileiros nesta faixa etária. É uma etapa da vida essencial para o desenvolvimento das capacidades cognitiva, motora, emocional e de interação social. A ausência de proteção adequada pode comprometer o sucesso futuro de uma pessoa. Para isso, a Secretaria de Assuntos Estratégicos criou a Política de Desenvolvimento Integral na Primeira Infância, que será analisada por técnicos da pasta e de outros Ministérios.

Atualmente, as iniciativas nas áreas de educação, saúde e assistência social estão desconectadas. O desafio é reunir ações localizadas e oferecer uma única porta de entrada para o atendimento à primeira Infância. O país deve ampliar o foco das políticas públicas e não trabalhar somente com políticas embasadas em direitos negativos, como mortalidade infantil, fome e violência, por exemplo. As ações também devem partir de direitos positivos, como garantir à criança a oportunidade de desenvolver suas capacidades e ser mais cidadã.

Nova classe média - De 1999 a 2009, aumentou em 31 milhões o número de pessoas na Classe Média no Brasil. São 97 milhões de pessoas nessa faixa de renda, o que corresponde a 52% da população. Em 2014, serão 58%, segundo o instituto Data Popular. Os dados revelam a importância de ações que evitem o retorno desses brasileiros à pobreza.

O objetivo do governo é evitar o retorno daqueles que saíram dos níveis de pobreza à situação anterior. Se o Brasil quer ser a quinta economia do mundo, é preciso ter políticas voltadas para a consolidação e a sustentabilidade da classe média. Do ponto de vista de ação governamental, a classe média não deve ser vista simplesmente como um assunto de política social. É uma questão de política econômica. Da mesma maneira que autoridades de governo cuidam da situação do crédito para determinados segmentos da indústria, também terão que cuidar para que os interesses da nova classe média sejam preservados e protegidos.

Um dos desafios é reduzir a rotatividade no emprego, sobretudo entre aqueles que ganham até dois salários mínimos. São 24 milhões de trabalhadores nessa faixa de renda. Mudar a lógica da política de qualificação no Brasil, que sempre esteve voltada para o desempregado, é uma das ações. Mais informações sobre a classe média podem ser obtidas no endereço http://www.sae.gov.br.

Participam do programa, ao vivo, as rádios: Tupi (Rio de Janeiro/RJ); Central AM (Campinas/SP); CBN (Recife/PE); Excelsior AM (Salvador/BA); Bandeirantes (São Paulo/SP); Amazonas FM (Manaus/AM); Mega 94 FM (Campo Grande/MS); Mais FM (Joinville/SC); América (Belo Horizonte/MG); 730 AM (Goiânia/GO); Massa FM (Curitiba/PR); Nacional AM (Rio de Janeiro/RJ); FM Cultura (Porto Alegre/RS); FM Dom Bosco (Fortaleza/CE) e Liberal/CBN (Belém/PA).

O Programa Bom Dia Ministro é transmitido ao vivo pela NBr TV e pode ser acompanhado por meio do link no portal da Presidência da República. Para as rádios, o sinal de transmissão é disponibilizado pelo mesmo canal da "Voz do Brasil". Após o programa, o áudio da entrevista estará disponível no portal da Presidência da República.

 

Mais informações:
Departamento de Relacionamento com a Mídia Regional
Secretaria de Imprensa
Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República
Tel: (61) 3411-1370 / 1601

Ouça a íntegra da entrevista (48min17s) do ministro Moreira Franco no programa Bom Dia Ministro